Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 21 de outubro de 2009

Cine Dicas: Lançamentos em DVD

Em meio as pequenas matérias com relação aos filmes de terror que estou fazendo devido ao dia 31 de outubro (dai eu chamo de mês das Bruxas) continuo publicando as ultimas novidades que rolam no cinema e DVD. Por isso solto duas novas dicas que recomendo, confiram:

A Mulher Invisivel
Sucesso comercial absoluto chega finalmente as locadoras


Sinopse
Pedro (Selton Mello) acreditava no casamento, mas foi abandonado pela esposa. Após três meses de depressão e isolamento, ele ouve batidas na sua porta. É a mulher mais linda do mundo pedindo uma xícara de açúcar: Amanda (Luana Piovani), sua vizinha. Pedro se apaixona por aquela mulher perfeita, carinhosa, sensível, inteligente, uma amante ardente que gosta de futebol e não é ciumenta. Seu único defeito era não existir.

O diretor Cláudio Torres acerta em cheio na sua direção, pois diferente das típicas comedias romântica saturada, ele consegue fazer o filme fugir do lugar-comum criando um visual bonito e original sem deixar de ser romântico. Luana Piovane e Selton Mello dão um show de interpretação. Destaco também o elenco secundário formado por Vladimir Brichta e Maria Manoella


Há Tanto Tempo Que te Amo


Sinopse:
 Juliette retorna à sua família e à sociedade, após 15 anos de ausência e rejeição. Apesar de uma separação familiar drástica no passado, sua irmã mais nova, Léa, decide abrigá-la em sua casa, onde mora com o marido, as duas filhas e o sogro. Aos poucos, a trama revela a aparente amoralidade por trás da tragédia que manteve Juliette afastada por tanto tempo da vida real.


Otimo  filme que nos mostra que o silêncio às vezes é mais forte do que as palavras somente ditas. Que as emoções nem sempre podem ser compartilhadas ao seu proximo. Que nos faz enxergar o quanto podemos ser cruéis ao julga o semelhante.O diretor Philippe Claudel simplesmente joga o espectador no mundo da sua personagem e nos faz passar por uma prova em julgarmos ela ou não. Otimo desempenho de  Kristin Scott Thomas, lembrada no Globo de Ouro mas esquecida infelismente no ultimo Oscar.

Curiosidades:
Recebeu 2 indicações ao Globo de Ouro, nas categorias de Melhor Atriz – Drama (Kristin Scott Thomas) e Melhor Filme Estrangeiro.

Ganhou o BAFTA de Melhor Filme Estrangeiro, além de ser indicado nas categorias de Melhor Atriz (Kristin Scott Thomas) e Melhor Roteiro Original.


Nenhum comentário: