Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Cine Clássicos: Especial Mês das Bruxas: Uma Noite Alucinante 1 e 2

Como ambos os filmes são otimos falarei dos dois juntos, começando por esse: 

A Morte do Demônio (Evil Dead, The, 1981)

Sinopse:
Cinco amigos viajam para uma cabana no meio da floresta em busca de diversão, mas acabam encontrando o Livro dos Mortos - Necronomicon - e libertando o Demônio. Agora os amigos de Ash estão se tornando, um a um, zumbis, e ele mesmo deve lutar para sobreviver, em um cenário bizarro e desesperador.

Sam Raimi tinha pouco mais de 20 anos quando fez esse filme, junto com um grupo de estudantes de cinema. Hoje é um bem sucedido criador de monstros e de super herois do cinema. A fita se tornou proibida na Inglaterra por causa da violência e do sangue em excesso.

Curiosidades: 
O filme foi lançado no Brasil também em DVD com distribuição em banca pela "LW Editora" e a seção de "Extras" traz uma coletânea de 20 minutos com filmagens de testes de cena, onde podemos ver o nome do filme como sendo "Book of the Dead" (Livro dos Mortos), provável título inicial que depois foi alterado para o conhecido "The Evil Dead" (aliás, bem melhor e menos convencional).

Uma Noite Alucinante 2 (Evil Dead II, 1987)

Sinopse:
Uma espécie de meio-termo entre sequência e refilmagem de A Morte do Demônio. Ash continua aprisionado na floresta perseguido pelo espírito malígno do primeiro filme. Ele deverá fazer de tudo para sobreviver mais uma noite no inferno dentro da floresta, enquanto faz de tudo também para não enlouquecer.


Inovador, com movimentos de camera surpreedentes. Diferente do que muitos imaginam, esse filme não é uma sequencia do filme original e sim uma recriação da mesma trama, com a diferença do prologo ser um tanto diferente, um orçamento mais generoso e mais voltado para o lado do humor negro (a parte que o protagonista tenta matar a sua propia mão é hilária)     

Curiosidades:
O autor Stephen King é um grande fã de Uma Noite Alucinante – A Morte do Demônio, tendo convencido o produtor Dino De Laurentiis a produzir sua continuação durante um jantar.

 Foi considerada a possibilidade de que Uma Noite Alucinante 2 fosse uma refilmagem do original. Como não foi possível conseguir os direitos para exibir algumas cenas, o início da história foi recriado.

Nenhum comentário: