Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Cine Clássico: FÚRIA DE TITÃS (1981)

COM A CHEGADA DA REFILMAGEM NAS LOCADORAS, RELEMBREMOS DA VERSÃO DE ANTIGAMENTE QUE MUITOS ACABAM SE LEMBRANDO COM SAUDADE
Sinopse: Adaptação do mito grego de Perseus, o filho de Zeus, e sua aventura para destruir Medusa e o monstro Kraken, a fim de salvar a Princesa Andrômeda, sua noiva.
George Lucas a recém havia sacudido o mundo com o seu universo de Guerra nas Estrelas que acabou mudando a forma de fazer filmes de ação e aventura para sempre. Contudo, muitos diretores manterão suas raízes na época, como foi no caso de Ray Harryhausen, responsável por filmes como Jasão e o Velo de Ouro que muitos acabam se lembrando (com nostalgia) os efeitos "stop motion" em que representavam as criaturas da trama. Em Fúria de Titãs de 1981 Harryhausen criou na sua forma de dirigir, uma trama vindo da mitologia grega, em que o grande herói era Perseus (Harry Hamlin) que luta com inúmeros seres mitológicos para salvar a vida de Andrômeda (Judi Bowker). São inúmeros momentos de pura fantasia e boa aventura de antigamente em que heróis e vilões eram bem definidos, Ray Harryhausen cria momentos antológicos como o confronto da Medusa que da de dez a zero para a nova versão e o confronto do protagonista com o monstro Kraken é muito mais emocionante. Destaque para Laurence Olivier como Zeus em um dos seus últimos papeis de sua carreira.

Cine Dica: Em DVD: O Primeiro Mentiroso

Sinopse: Em um mundo onde as pessoas só falam a verdade e não existe o conceito de decepção, um homem que está prestes a perder tudo inventa a “mentira” e muda não só a natureza das coisas, mas cria a base da religião. Depois de muito esforço, ele também consegue a mulher que tanto ama.

Em 1997 Jim Carrey atuou no filme O Mentiroso onde ele fazia um advogado que não conseguia mentir por um dia. Se essa idéia já era genial naquele filme o que aconteceria se um filme generalizasse de vez essa idéia?? Ricky Gervais responde essa pergunta nesta trama que ele tanto dirige como atua, numa historia que se passa numa realidade paralela, em um mundo parecido com o nosso, mas ninguém mente, todos dizem a verdade doa o que doer. O resultado disso é situações hilárias como as propagandas de refri ou a maneira que os filmes são feitos nesta realidade. Em meio a tudo isso o personagem de Ricky se torna o único personagem da trama que consegue mentir e com isso o filme toma rumos inesperados ao tocar em temas como vida, morte, Deus, crenças, sentimentos e escolhas, tudo embalado em uma forma bem humorada e deliciosa de se assistir. Se o ato final cai um pouco no lado do previsível, pelo menos ele cumpre o que promete,  uma boa forma de rir com algo inusitado e ao mesmo tempo fazendo uma bela de uma reflexão.

Cine Dicas: Resident Evil 4 Recomeço Trailer (Legendado)


Quando assisti o primeiro filme da série até que gostei, pois era bem melhor que outras adaptações de vídeo games que teve que foram horríveis, mas o segundo filme era tão ruim, mas tão ruim que nem sequer tive coragem de ver o terceiro. Agora Paul W.S. Anderson retorna a cadeira de diretor e pelo visual da para ver que vão beber bastante do estilo Matrix e, claro, irão abusar demais do 3D, mas talvez seja bem melhor que os anteriores e  Milla Jovovich novamente é o grande motivo para mim ver esse filme, porque sua beleza e sua vontade de lutar em filmes de ação compensa um monte. 

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Cine Dica: Em DVD e BLU-RAY: FÚRIA DE TITÃS

Sinopse: Em 'Fúria de Titãs', a disputa pelo poder lança os homens contra os reis, e os reis contra os deuses. Mas a guerra em curso entre os deuses já é suficiente para destruir o mundo. Nascido de um deus, porém criado como homem, Perseu (SAM WORTHINGTON) se vê indefeso para salvar a família da aniquilação por Hades (RALPH FIENNES), o vingativo deus do reino dos mortos. Sem nada a perder, Perseu se oferece como voluntário para comandar a perigosa missão de derrotar Hades, antes que este consiga obter poder de Zeus (LIAM NEESON) e instalar o inferno na Terra. Liderando um grupo de guerreiros, Perseus parte numa arriscada jornada nas profundezas dos mundos proibidos. Combatendo demônios cruéis e monstros terríveis, ele somente irá conseguir sobreviver se aceitar seu poder como um deus, desafiar a sorte e criar seu próprio destino.
Louis Leterrier fez, para mim, uma boa adaptação na aventura O Incrível Hulk e com isso poderia chegar a fazer superproduções maiores como esse. A primeira versão de Fúria de Titãs todo mundo se lembra pelas reprises da Sessão da Tarde ou Cinema em Casa e com isso se tornou um verdadeiro clássico para aqueles com já 30 anos de idade. Criando uma nova roupagem para a nova geração, o filme não só é uma refilmagem eficaz como o diretor tem um tempinho para homenagear a serie de desenho dos Cavaleiros dos Zodíaco, uma prova disso é a armadura que Zeus (Lian Neeson) usa. Contudo nem tudo é perfeito na adaptação e o diretor falha ao criar coadjuvantes desinteressantes que nem sequer nos importamos com os seus destinos e tanto Lian Neeson como Ralph Fiennes pouco fazem em cena o que é uma pena, já que sabemos o que esses dois atores fazem em termos de interpretação. Por fim o filme se salva graças a boas cenas de ação com incríveis efeitos visuais (a parte dos escorpiões gigantes é minha preferida) e SAM WORTHINGTON carrega bem em filme solo como um herói de ação, resta saber se irá mais longe. Quem detestar o filme, no mínimo ira se interessar em ver o clássico que já era incrível.

NOTA: Voltando novamente

E ai gente como estão? Para aqueles que acompanham meu blog só posso dizer que sinto muito por ter ficado ausente por aqui. Primeiro foi meu computador com problemas, depois foi uma virose que me pegou de jeito e simplesmente me deixou tanto fisicamente como mentalmente doente e com isso não tinha condições nenhuma de manter meu blog em dia aqui. Mas estou quase recuperado e com isso vamos começar a colocar novamente esse blog nos trilhos, pois como eu sempre digo, desistir jamais.

segunda-feira, 23 de agosto de 2010

NOTA

E ai gente, ando meio ausente aqui né, pois é, além de eu estar tendo problemas com o meu computador pessoal ando muito gripado e uma coisa colabora com a outra, mês do cachorro louco, fazer o que né.
Mas em breve estarei de volta por aqui aguardem e confiem, e bons filmes para todos.  

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Cine Especial: VOCÊ NASCE SABENDO

Já parou para ouvir uma determinada musica e saber exatamente de onde ela veio??
Muitos filmes possuem musicas e trilhas clássicas nas quais as pessoas, mesmo não tendo visto o filme, sabem muito bem de onde vieram, da a sensação que a pessoa nasce sabendo de que filmes elas pertencem. Solto abaixo três trilhas que as pessoas nascem sabendo de que filme pertence, pelo menos essa foi a sensação que eu tive com elas.


TUBARÃO

Quando John Williams apresentou a trilha de Tubarão para Steven Spieberg, o diretor imediatamente achou que o compositor estivesse brincando, já que ele imaginava algo completamente diferente. Contudo ao ver a trilha sendo tocada de acordo com a proximação da fera, percebesse que a trilha era uma especie de sinal de que o vilão estava por perto, se a trilha não era tocada então o perigo estava longe. Até hoje muitos consideram a trilha de Tubarão como a grande responsavel pelo sucesso que o filme teve.


Contatos Imediatos do Terceiro Grau

Novamente John Williams fez sua lição de casa neste filme, só que além de provocar a emoção na trama, a sua trilha serviu como uma forma de contato para os alienigenas no roteiro. Na trama cientistas tentam se comunicar com os ets atravez de cinco notas musicais nas que, juro por Deus, nasci sabendo de onde elas sairam.


CANTANTO NA CHUVA

No auge do sucesso, Gene Kelly deu um show de dança em meio a chuva em uma das cenas mais famosas da historia do cinema. A musica em si é emblematica e acredito que de cada dez pessoas que pegam uma chuva por ai com certeza se lembram dessa musica e começam a cantarolar para se sentir feliz e não chateado por estar pegando uma manga dagua.

quarta-feira, 18 de agosto de 2010

NOTA: COMPUTADOR EM MANUTENÇÃO

E ai gente, estou com o computador em manutenção e por isso estou ausente por aqui mas muito em breve estarei de volta, aguardem e confiem.

QUE A FORÇA ESTEJA COM VOCÊS

domingo, 15 de agosto de 2010

Cine Especial: No Mundo dos Sonhos: Brilho Eterno De Uma Mente Sem Lembranças

sinopse: Joel (Jim Carrey) e Clementine (Kate Winslet) formavam um casal que durante anos tentaram fazer com que o relacionamento entre ambos desse certo. Desiludida com o fracasso, Clementine decide esquecer Joel para sempre e, para tanto, aceita se submeter a um tratamento experimental, que retira de sua memória os momentos vividos com ele. Após saber de sua atitude Joel entra em depressão, frustrado por ainda estar apaixonado por alguém que quer esquecê-lo. Decidido a superar a questão, Joel também se submete ao tratamento experimental. Porém ele acaba desistindo de tentar esquecê-la e começa a encaixar Clementine em momentos de sua memória os quais ela não participa.

:Charlie Kaufman tem algo de diferente e raro atualmente em seu ramo, pois ele acaba chamando mais atenção pelas suas idéias originais dos seus roteiros nos filmes do que pelo próprio elenco ou diretor em si de determinada produção. Desde em Quero ser John Malkovich, o roteirista não parou de trabalhar no tema do subconsciente das pessoas, principalmente pelo fato da mente das pessoas é vasta, então basta uma idéia para ele então explorá-la ao Maximo. Em Brilho Eterno de uma Mente sem Lembrança não foi diferente, o roteiro de kautman leva ao espectador a lugares nunca antes visto na mente do protagonista (Jim Carrey espetacular) que de inicio tenta esquecer sua amada (Kate Winslet ótima) no tratamento experimental mas ao longo do percurso desiste da idéia e tenta de todas as forma não perder as lembranças que tinha com ela. Isso tudo acontece quando o protagonista esta dormindo, enquanto os responsáveis pelo experimento ficam controlando sua mente para fazê-lo esquecer do seu relacionamento que teve. É ai que o filme vira uma corrida contra o tempo dentro da mente de Joel, é interessante vermos o personagem entrar em suas próprias lembranças que viveu e tentar salvar os sentimentos que tinha por Clementine ao ponto de pedir ajuda para própria, dentro de sua mente. Não é a toa que o roteirista ganhou merecida mente o Oscar de roteiro original e não me admiraria muito se sua trama tenha influenciado um pouco as idéias de Christopher Nolan ao fazer o seu A Origem.


curiosidades: O título do filme foi retirado do poema "Eloisa to Abelard", de autoria de Alexander Pope. O mesmo poema já havia sido usado pelo roteirista Charlie Kaufman em Quero ser John Malkovich (1999);
Este é 2º filme do diretor Michel Gondry. O anterior fora A Natureza Quase Humena (2001);

quinta-feira, 12 de agosto de 2010

Cine Dicas: Lançamento em DVD: Os Homens Que Encaravam As Cabras

Sinopse: Com uma bem-humorada visão de fatos que, de tão estranhos são difíceis de acreditar, um jornalista descobre uma ala ultra-secreta do exército norte-americano ao acompanhar um enigmático operador das Forças Especiais em uma surpreendente missão.
Uma comedia um tanto que inusitada e original em que se misturam gêneros como ficção, guerra, espionagem e humor. Embora na maioria das vezes essa mistura possa gerar um verdadeiro desastre, o filme de Grant Heslov nada mais é do que uma lição de paz e amor contra a guerra, mas criada de forma humorada e sem muito esforço do elenco principal, pois eles estão ali mais para rirem de si mesmos e se divertirem ao lançarem cada gesto e piada para que o publico ache graça.
George Clooney, Ewan McGregor, Kevin Spacey, Jeff Bridges, Stephen Lang, J. K. Simmons, Robert Patrick fazem parte do elenco de estrelas que não se levam a serio em nenhum momento, principalmente George Cloney que aqui não se importa em nenhum momento em ser um canastrão, mas no bom sentido.

Curiosidades: 'Men Who Stare at Goats' é uma adaptação do livro de Jon Ronson.

Cine Especial: No mundo dos sonhos: MATRIX

LIBERE A SUA MENTE

sinopse: Em um futuro próximo, Thomas Anderson (Keanu Reeves), um jovem programador de computador que mora em um cubículo escuro, é atormentado por estranhos pesadelos nos quais encontra-se conectado por cabos e contra sua vontade, em um imenso sistema de computadores do futuro. Em todas essas ocasiões, acorda gritando no exato momento em que os eletrodos estão para penetrar em seu cérebro. À medida que o sonho se repete, Anderson começa a ter dúvidas sobre a realidade. Por meio do encontro com os misteriosos Morpheus (Laurence Fishburne) e Trinity (Carrie-Anne Moss), Thomas descobre que é, assim como outras pessoas, vítima do Matrix, um sistema inteligente e artificial que manipula a mente das pessoas, criando a ilusão de um mundo real enquanto usa os cérebros e corpos dos indivíduos para produzir energia. Morpheus, entretanto, está convencido de que Thomas é Neo, o aguardado messias capaz de enfrentar o Matrix e conduzir as pessoas de volta à realidade e à liberdade.

Quando A Origem estreou nos cinemas neste mês e fez sucesso de publico e critica, imediatamente começou uma comparação inevitável com Matrix e não é para menos. Matrix foi de uma maneira ou outra, revolucionário não somente pelo seu visual até então inédito, efeitos visuais fantásticos, como também lançou ao público uma historia original que toca em diversos assuntos, como realidade falsa, sonhos, manipulação, literatura e informática. A idéia de que não vivemos num mundo real e sim num mundo de sonhos criados pelas maquinas mexeu com muitas pessoas na época e gerou uma legião de fãs que entrou de cabeça no assunto, e com isso não faltou pesquisas pela internet e livros que dissecassem cada milímetro sobre o filme. Claro que devido ao culto, o universo de Matrix se estendeu em gibis, livros curtas metragens (Animatrix) e claro duas seqüências que geraram bastante lucro mas nada que superasse o impacto de termos de originalidade que o filme original teve em 1999.


curiosidades: Os atores Tom Cruise e Will Smith estiveram cotados para interpretar o personagem Neo em Matrix

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

Cine Dicas: Lançamento em DVD: ZONA VERDE

sinopse: Bagdá, 2003. Roy Miller (Matt Damon) lidera uma equipe, a serviço da inteligência do exército, em busca de armas de destruição em massa no Iraque. Depois de algumas tentativas frustradas, o militar se vê diante de um cenário caótico entre seus compatriotas, o que o deixa dividido entre aplacar o anseio do governo de encontrar algo que justificasse a invasão ou descobrir a verdade dos fatos. (RC)

Quando Paul Greengrass comandou as duas ultimas partes da trilogia Borne, mostrou que tem um talento admirável em criar cenas de ação espetaculares mas sem comprometer a historia do espião desmemoriado que acabou criando um novo fôlego ao gênero espionagem. Ao mesmo tempo provou ser um diretor ousado e cutucar certas feridas, como foi no caso de Vôo United 93 e agora neste Zona Verde.
Já houve inúmeros filmes sobre a guerra do Iraque como no caso do premiado Guerra ao Terror, mas esse talvez seja um dos primeiros que mostra que tudo não passou de um verdadeiro golpe do até então presidente Bush de invadir aquele pais e criar um governo ao seu modo e de quebra extrair o maximo de petróleo, o resto todo mundo já conhece essa historia que somente se encerrara para a maioria dos soldados americanos apartir do dia 31 de agosto.
Misturando fatos e ficção, Paul Greengrass cria bom filme de guerra, principalmente para quem busca somente entretenimento e não somente uma reflexão da realidade que corroem aquele país

curiosidades:O filme foi inspirado no livro "A Vida Imperial na Cidade Esmeralda", do repórter Rajiv Chandrasekaran;

Cine Especial: No Mundo dos Sonhos: CIDADE DOS SONHOS

UMA VIAJEM SURREAL NA CIDADE DOS SONHOS PERDIDOS
Sinopse: Um acidente automobilístico na estrada Mulholland Drive, em Los Angeles, dá início a uma complexa trama que envolve diversos personagens. Rita (Laura Harring) escapa da colisão, mas perde a memória e sai do local rastejando para se esconder em um edifício residencial que é administrado por Coco (Ann Miller). É nesse mesmo prédio que vai morar Betty (Naomi Watts), uma aspirante a atriz recém-chegada à cidade que conhece Rita e tenta ajudar a nova amiga a descobrir sua identidade. Em outra parte da cidade o cineasta Adam Kesher (Justin Theroux), após ser espancado pelo amante da esposa, é roubado pelos sinistros irmãos Castigliane.

Para David Lynch os filmes não precisam fazer sentido, pois a própria vida não faz. Com essa desculpa, e dentre muitas, é o que serve de impulso para ele criar filmes um tanto que inusitados e diferentes de tudo que se ve por ai e o publico a de gostar ou odiar. Quando Cidade dos Sonhos (Mulholland Drive) estreou no inicio dessa primeira década do século 21, acabou não só gerando debates como inúmeras teorias levantadas em diversas mídias como a internet por exemplo, se muitos ficam admirados com número de buscas para entender os mistérios da série Lost, pode-se dizer que foi Lynch que começou com essa mania, isso graças ao fato de, não somente esse filme como também outros de sua filmografia, deixar mais perguntas do respostas nas mentes das pessoas. Só para se ter uma idéia, houve muitas salas de cinema que faziam campanha para que nenhuma pessoa, que saísse da sala após o filme, contasse ao publico que veria a sessão seguinte, revelasse segredos da trama.
Contudo, Cidade Sonhos visto por uma segunda ou terceira vez notasse que a grande charada da trama é pelo fato que estamos presenciamos um sonho, mas porque esta acontecendo esse sonho somente será revelado no ato final, mas jamais é explicado explicitamente como a maioria do publico quer, e sim prestar o maximo de atenção a determinadas cenas e objetos (piano??) no decorrer do filme.
Na época o filme acabou consagrando a atriz Naomi Watts (King Kong) num papel que exigiu trabalho em dobro, e para aqueles que já viram o filme sabem do que estou falando.

Curiosidades: Originalmente, Cidade dos Sonhos foi realizado para a TV. Prova disso é a cena de uma seqüência de tiros sem nenhum sinal de sangue e a não utilização de palavrões. Mas, como a rede ABC rejeitou o projeto por achá-lo pesado demais, David Lynch decidiu levá-lo ao cinema. A idéia do filme surgiu quando ele visualizou a placa Mulholand Drive, a mítica estrada de Los Angeles, que atravessa as colinas de Santa Mônica, passando por Hollywood até a praia de Malibu, na Costa Oeste. Durante o último Festival de Cannes, Lynch disse que se inspirou na visão da placa sendo iluminada pelos faróis dos carros que passam pela estrada à noite, permeada pela inocência perdida de seus fantasmas que queriam conquistar Hollywood. "Que as pessoas entrem, então, nesta viagem por Mulholand Drive e sintam algo que não se explica", disse o cineasta à rede ABC de televisão.
Cidade dos Sonhos rendeu-lhe indicação ao Oscar de Melhor Direção em 2002 e a conquista da Palma de Ouro na mesma categoria no Festival de Cannes 2001, cujo júri foi presidido pelo próprio Lynch. O filme também foi indicado a quatro Globos de Ouro (Filme-Drama, Direção, Roteiro e Trilha Sonora) e venceu na categoria Melhor Fotografia o Independent Spirit Award, além de ter sido eleito o Melhor Filme de 2001 pelas Associações de Críticos de Cinema de Nova York, Boston e Chicago.

terça-feira, 10 de agosto de 2010

Cine Especial: No Mundo dos Sonhos: Waking Life

NOTA: Com a chegada do filme A Origem nos cinemas, com certeza o tema "sonho" será o debate de várias rodas de amigos ao longo das semanas. Com isso começo nestá  semana falando de filmes que exploram os sonhos.

Waking Life
sinopse:Após não conseguir acordar de um sonho, um jovem passa a encontrar pessoas da vida real em seu mundo imaginário, com quem têm longas conversas sobre os vários estados da consciência humana e discussões filosóficas e religiosas.
Imagine você, estar caminhando na rua sem fazer nada, dai derrepente aparece Morfel de Matrix e começa a conversar com você falando um pouco de Matrix e teorias de realidade. É mais ou menos assim em Waking Life, filme de Richard Linklater (Antes do Amanhecer) em que o protagonista sonhador começa uma viajem um tanto que estranha, onde não se sabe ao certo se está sonhando ou não, se está vivo ou morto, e enquanto não vem as respostas ele começa ouvir as conversas de outras pessoas que surgem em sua frente e começam a falar sobre sonhos, subconsciente das pessoas, realidades fictícias, onde começa e onde termina a vida e assim em diante. Em pouco mais de 100 minutos o diretor explora inúmeras teorias e perguntas que cercam as pessoas ao longo da vida e a sensação que sente ao assistir a esse filme é de um verdadeiro sonho filmado, isso graças a incrível animação criada por Bob Sabiston

curiosidades: O diretor Richard Linklater na verdade realizou dois filmes em um só. Isto porque ele inicialmente rodou todas as cenas do filme com os atores do elenco, repassando-as depois para Bob Sabiston, que com sua equipe de 30 animadores recobriu cada cena através da computação gráfica, transformando o filme em um longa de animação.


Cada minuto da edição final de
Waking Life requereu dos animadores cerca de 250 horas de trabalho.

Cine Dicas: Em Cartaz: A ORIGEM

FIQUE EM DUVIDA SE VOCÊ ESTÁ ACORDADO OU NÃO 
Sinopse: Na história Dom Cobb (Leonardo DiCaprio) é um ladrão especializado na perigosa arte da extração o roubo de valiosos segredos do subconsciente de suas vítimas enquanto essas estão dormindo. Devido a essa habilidade rara Cobb passa a ser uma desejável peça do jogo da espionagem corporativa mas isso também o fez um fugitivo e o extirpou de tudo o que ele já amou nessa vida. É então oferecida a Cobb uma chance de redenção uma último trabalho que pode lhe devolver a vida. No entanto Cobb e sua equipe têm que realizar o impossível: implantar uma idéia ao invés de tirar uma. Se eles forem bem sucedidos terão realizado o crime definitivo. Mas nada pode preparar o time para o inimigo que eles enfrentarão um inimigo cuja chegada apenas Cobb poderia prever.
Não é de hoje que o cinema explora o mundo dos sonhos, Luis Bunuel, por exemplo, explorou de uma forma única com o seu curta Cão Andaluz de 1929, David Lynn ousou a mente do espectador para fazê-lo entender que tudo aquilo que ele apresentou em Cidade dos sonhos no primeiro ato era um sonho, mas sempre a meios de explorar mais e mais esse grande mistério que nos segue em nossas vidas enquanto estamos dormindo e Christopher Nolan convida o espectador a viajar em um filme de inúmeras camadas de interpretação, onde o cenário principal é o nosso mundo do sonhar.
A trama em si pode soar até compreensível, mas Nolan que de bobo não tem, desafia a atenção do espectador já no inicio do filme quando presenciamos um sonho dentro do sonho e isso veremos muito mais, principalmente pelo fato que a trama explora não somente os sonhos dentro dos sonhos, como também a duração do sonho com relação ao mundo real, porque não lembramos quando começamos a sonhar, porque sempre muda o sonho ao longo de seu trajeto e quais os perigos durante o sonho. Esse e muitas outras teorias e perguntas o diretor cria e joga na frente do espectador, para então fazê-lo não piscar em nenhum momento, mas o filme pode ser muito bem apreciado também para pessoas que buscam somente diversão. A efeitos especiais e cenas de ação fantásticas, mas elas nunca são gratuitas, elas sempre aparecem para a trama fluir de modo desejável e que ajude no enredo, o mesmo que vale a impressionante montagem que com certeza será indicado ao Oscar e o mesmo vale para a bela e poderosa trilha sonora de Hans Zimmer.
Mas mesmo que a trama original seja a principal peça chave do sucesso desse filme, os astros não ficam atrás. Leonardo DiCaprio, que, junto com a Ilha do Medo e esse filme torna esse ano um dos melhores de sua carreira, que curiosamente ambos os personagens tem na realidade muito em comum, mas somente para aqueles que assistiram ao filme de Martin Scorsese sabem do que eu estou falando. Ellen Page segue firme e forte com seu sucesso de carreira desde Juno e não se intimida na frente de grandes atores, o que acaba tornando sua personagem uma grande peça chave. Cillian Murphy mesmo tendo pouco tempo na tela se comparado aos outros, consegue de seu personagem um grande momento no ato final em meio vários acontecimentos acontecendo ao mesmo tempo. Marion Cotillard prova que ter ganho o Oscar por Piaf não foi ao acaso e desperta no espectador fascínio e medo devido a sua personagem, Joseph Gordon-Levitt, Ken Watanabe, Michael Caine e Tom Berenger completam o time de astros de primeira grandeza.
Mas o que faz o filme algo tão bom ao ponto do espectador ir no cinemas para assistir mais de uma vez??? Tudo se deve ao fato, que além de ser uma ótima historia, Nolan deixa muitas pistas e teorias ao longo da projeção para então o espectador tirar suas próprias conclusões e se aparentemente quando a trama esta prestes a se encerrar e tudo da entender que o final é bem feliz e previsível, eis que o diretor e roteirista prega uma peça no tabuleiro que faz com que o espectador fique em duvida com relação a tudo o que assistiu, e somente esses poucos segundos com essa peça chave que o diretor planta na trama são suficientes para que o filme se torne único e diferente de tantos lançamentos dispensáveis que houveram nesse ano, e somente por isso é o que torna um filme obrigatório

sábado, 7 de agosto de 2010

Cine Dicas (Na TV): (07/08/10)

Cocoon
(Band, 14h20)
Coccon, de Ron Howard. Com Don Ameche, Wilford Brimley e Hume Cronyn. EUA, 1985, cor, 118 mim. Classificação Etária: Livre. Aventura - Um admirável grupo da terceira idade conhece alguns seres bizarros, visitantes de uma galáxia distante. Eles vieram para a Terra em uma missão de resgate para reaver um segredo que se encontra nas profundezas do oceano há milhares de anos. Todos acabam participando de uma aventura mágica sobre o amor e a amizade com a qual nunca haviam sonhado.


O Grande Dragão Branco
(Globo, 14h35)
Bloodsport, de Newt Arnold. Com Jean-Claude Van Damme, Donald Gibb e Leah Ayres. EUA, 2002, cor, 98 min. A emissora não informou a classificação etária. Ação - Baseado em fatos reais, o filme conta a história do ninja americano Frank Duk, o primeiro ocidental a vencer o Kumite, uma competição internacional de artes marciais que submete seus participantes a duras provas.



O Professor Aloprado
(Record, 15h)
The Nutty Professor, de Tom Shadyac. Com Eddie Murphy, Jada Pinkett e James Coburn. EUA, 1996, cor, 109 mim. Classificação Etária: Livre. Comédia - Sherman Klump é um professor universitário com grandes conhecimentos de genética, mas sempre ridicularizado por ser extremamente gordo. Porém, quando recebe uma atenção especial de uma bela e jovem professora de matemática, ele decide ingerir um experimento, ainda em fase de testes, que altera a cadeia de DNA e faz com que se transforme no jovem esguio Buddy Love. A partir de então, Sherman passa a levar uma vida dupla, pois o experimento tem um efeito que dura pouco tempo.



A Missão
(Band, 22h10)
The Mission, de Roland Joffe. Com Robert De Niro, Jeremy Iron e Ray Mcanally. Inglaterra, 1986, cor, 125 mim. Classificação Etária: 14 anos. Drama - No final do século XVIII, os jesuítas se espalham pela América do Sul em suas missões buscando catequizar os índios da região. Ao mesmo tempo em que organizam sociedades indígenas pacíficas, enfrentam mercenários que buscam por escravos e riquezas. Mendoza é um caçador de escravos que, após matar o próprio irmão em um acesso de raiva, procura o perdão e se junta aos religiosos, trabalhando na missão liderada pelo padre Gabriel. Mas os colonizadores não apoiam estas sociedades que os missionários estão criando e ameaçam destruí-las.

Cine Especial: Christopher Nolan: O CAVALEIRO DAS TREVAS

DE LONGE, O MELHOR FILME DE SUPER HEROI DE TODOS OS TEMPOS
Sinopse: Em sua nova aventura para o cinema, Batman segue como o vigilante de Gotham City e tem Jim Gordon (Gary Oldman) e o promotor público Harvey Dent (Aaron Eckhart) como aliados, além do apoio de seu fiel mordomo Alfred (Michael Caine) e do amigo Lucius Fox (Morgan Freeman). Mas um inimigo surge para ameaçar a paz da cidade: o Coringa (Heath Ledger), que inicia uma série de ataques e ameaça Rachel Dawes (Maggie Gylenhaal). Batman então percebe que não enfrenta simplesmente mais um vilão, e sim um adversário maquiavélico e inteligente que não poupará esforços para sair triunfante da batalha.

Christopher Nolan havia feito no filme anterior um filme correto e no momento certo para tentar revitalizar o personagem no cinema, ao fazer um filme pé no chão em que a ficção se misturasse com a realidade. Agora ninguém esperava que a seqüência fosse tão boa ao ponto de chegar a um novo patamar nas adaptações das historias em quadrinhos. Se no filme anterior era trazer mais realismo ao universo do morcego, aqui mostra o que realmente aconteceria se uma pessoa decidisse combater o crime, sempre haveria conseqüências e o nome de uma delas é Coringa.
Ao introduzir o personagem no filme, a trama vai em níveis nunca alcançado antes em outras adaptações de HQ, quando acha que o personagem já fez de tudo pode esperar pelo efeito surpresa e isso, claro, se deve a sombrosa interpretação de Heath Ledger. Se em 2006 ele ousou ao interpretar o caubói gay em O Segredo em Brokeback Mountain de Ang Lee, aqui ele simplesmente desaparece no personagem tornando um ser humano assustador e imprevisível que deseja nada mais alem do mais puro caos.
Com isso o filme explora até que ponto vai a maldade e a loucura humana, até que ponto o ser humano pode ou não ceder ao seu lado sombrio perante ao horror que há no mundo, e isso é muito bem retratado pelos personagens Batman/Bruce (Christian Bale), Gordon (Gary Oldman) e Harvey Dent (Aaron Eckhart, espetacular) uma trindade que se uniu para o bem de uma cidade mas mau sabem que haveria tantos sacrifícios em prol de algo maior.
Cenas ação realistas e espetaculares e momentos de pura tensão psicológica fazem desse filme um dos melhores dos últimos anos que infelizmente não foi reconhecido muito bem na academia (com exceção Heath Ledger que acabou sendo indicado e ganhando todos os prêmios incluindo o Oscar).

Curiosidades: 'Batman: O Cavaleiro das Trevas' é a maior bilheteria da história da Warner Bros. Pictures no Brasil superando a marca que pertencia a 'Matrix Reloded'.
O filme é o segundo na história de Hollywood a ultrapassar a marca dos US$ 500 milhões arrecadados nos EUA.
O ator que deu vida ao novo Coringa, Heath Ledger, faleceu no dia 22 de Janeiro de 2008, por overdose de pílulas para dormir. Ledger já havia terminado suas cenas.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

Cine Especial: Christopher Nolan: O Grande Truque

ESTÃO TODOS PRESTANDO ATENÇÃO??
sinopse: Século XIX, Londres. Robert Angier (Hugh Jackman) e Alfred Borden (Christian Bale) se conhecem há muitos anos, desde que eram mágicos iniciantes. Desde então eles vivem competindo entre si, o que faz com que a amizade com o passar dos anos se transforme em uma grande rivalidade. Quando Alfred apresenta uma mágica revolucionária, Robert fica obcecado em descobrir como ele consegue realizá-la.
Todos os filmes de Christopher Nolan falam por si, mas uma coisa que todos eles tem em comum é ele fazer o espectador prestar ao maximo de atenção em suas tramas e neste filme não é diferente. Apresentando o mundo dos mágicos e suas mágias, mostra também o lado obsessivo desses personagens em fazer o espectador que irá assistir o numero ficar estupefato, nem que para isso gere algum sacrifício, o que é uma grande sacada do roteiro, mostrar até que ponto pode chegar um homem para tornar aquilo que ele tanto pratica em algo perfeito e com isso o espectador tem que ficar antenado até os segundos finais da trama, porque nem tudo é o que realmente parece.
Christian Bale e Hugh Jackman duelam de igual para igual nas interpretações e não fazem feio, mesmo em meio a outros astros de talento como Michael Caine e Scarlett Johansson (bela como sempre).

Cine Dicas (Na TV): A Lenda De Beowulf

ANIMAÇÃO BASEADA NUM FAMOSO POEMA ANTIGO MERECE SER REDESCOBERTO
sinopse: Ilha de Sjaelland, perto do local onde hoje fica a cidade de Roskilde, na Dinamarca. O demônio Grendel (Crispin Glover) ataca o castelo do rei Hrothgar (Anthony Hopkins) sempre que é realizada alguma comemoração, já que não suporta o barulho gerado. Em seus ataques Grendel sempre mata várias pessoas, apesar de poupar Hrothgar. Com a população em pânico, Hrothgar ordena que o salão onde as comemorações são realizadas seja fechado. Até que chega ao local Beowulf (Ray Winstone), um guerreiro que promete eliminar o monstro.

Robert Zemeckis (De Volta para o Futuro) pegou o gosto pela animação onde se utiliza a captura de performance (o primeiro foi Expresso Polar), ou seja, onde os atores atuam no fundo vazio e depois pincelado, tanto o fundo como os próprios atores, graças a alta tecnologia atual, criando assim, uma animação que beira ao realismo, mesmo que por alguns momentos os olhos de certos personagens pareçam sem vida, entretanto, esse problema é contornado graças a uma ótima historia de aventura aliado a incríveis imagens épicas. O filme é baseado num antigo poema que faz lembrar outros contos de aventura como O Senhor dos Anéis e principalmente Excalibur. Beowulf (Ray Winstone), apesar de aparentar ser um super herói perfeito, possui certas falhas humanas e que o tornam imperfeito e que acabam pondo em jogo não só o seu futuro como também de várias pessoas ao seu redor, uma ótima ousadia para melhoramento da trama, isso graças a boa performance do roteirista inglês Nel Gaiman (Sandman) no roteiro. Destaco ótimas performances de Anthony Hopkins e de uma impressionante aparição de Angelina Jolie num papel chave na historia.

curiosidades: Todos os atores de A Lenda de Beowulf atuaram em frente a uma tela vazia, com sensores de captura de movimento presos a eles. Os dados destes sensores eram repassados a computadores e serviam de molde para a criação do personagem no próprio filme;

Hoje: SBT: Tela De Sucessos: 23h10min

Cine Dicas: Estréias no final de semana (06/08/10)

E ai gente.
Essa semana para mim foi bem produtiva. Além do meu serviço habitual pude atualizar bastante esse blog e colocar aqui um pouco da magia do cinema para vocês. Depois de um mês de férias era a hora de arregaçar as mangas. Enfim, num ano que, parecia que ficaríamos somente com continuações, refilmagens, reinícios e adaptações eis que surge um filme original e que está dando o que falar, A ORIGEM. O novo filme do diretor Nolan, como em todos os seus filmes que faz, ousa desafiar o espectador em assistir algo no mínimo original, Foi assim desde o inicio de sua carreira apartir Amnésia e com esse não seria diferente. Durante a semana que vem irei falar mais sobre esse filme e de filmes que explorarão o tema do mundo dos sonhos. Contudo, caso a pessoa não queira embarcar no mundo dos sonhos de Nolan a outras opções para todos os gostos, confiram:

A ORIGEM
Sinopse: Na história Dom Cobb (Leonardo DiCaprio) é um ladrão especializado na perigosa arte da extração o roubo de valiosos segredos do subconsciente de suas vítimas enquanto essas estão dormindo. Devido a essa habilidade rara Cobb passa a ser uma desejável peça do jogo da espionagem corporativa mas isso também o fez um fugitivo e o extirpou de tudo o que ele já amou nessa vida. É então oferecida a Cobb uma chance de redenção uma último trabalho que pode lhe devolver a vida. No entanto Cobb e sua equipe têm que realizar o impossível: implantar uma ideia ao invés de tirar uma. Se eles forem bem sucedidos terão realizado o crime definitivo. Mas nada pode preparar o time para o inimigo que eles enfrentarão um inimigo cuja chegada apenas Cobb poderia prever.



MEU MALVADO FAVORITO
sinopse: Em um alegre bairro do subúrbio rodeado por cercas brancas com roseiras em flor existe um casa negra com um gramado seco. Sem o conhecimento dos vizinhos escondido no porão desta casa existe um grande esconderijo secreto. Cercado por um pequeno exército de Minions encontramos Gru planejando o maior roubo da história mundial. Ele vai roubar a lua.Gru adora todas as maldades. Armado com seu arsenal de raios encolhedores raios congelantes e veículos prontos para a batalha tanto na terra quanto no ar ele derrota todos que encontra pela frente. Até o dia que ele se depara com a imensa determinação de de três garotinhas órfãs que olham para ele e vêem algo que ninguém jamais viu: Um pai em potencial.O maior vilão do mundo acaba de encontrar seu maior desafio: Três garotinhas chamadas Margo Edith e Agnes.



Mademoiselle Chambon
sinopse: Jean é um homem honrado: um bom construtor bom filho bom pai e bom marido. In his ordinary placid life divided between family and work he crosses paths with Mademoiselle Chambon his sons teacher. Em sua vida plácida comum dividida entre a família eo trabalho ele cruza com Mademoiselle Chambon professora de seu filho



Uma Noite em 67
sinopse: Documentário mostra o que aconteceu atrás das cortinas da famosa final do Festival da Record de 67. Conta com os depoimentos dos músicos e pessoas que participaram do evento

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Cine Dica: Em DVD: ILHA DO MEDO

UM FINAL ARRASADOR
sinopse:1954. Teddy Daniels (Leonardo DiCaprio) investiga o desaparecimento de um paciente no Shutter Island Ashecliffe Hospital, em Boston. No local, ele descobre que os médicos realizam experiências radicais com os pacientes, envolvendo métodos ilegais e anti-éticos. Teddy tenta buscar mais informações, mas enfrenta a resistência dos médicos em lhe fornecer os arquivos que possam permitir que o caso seja aberto. Quando um furacão deixa a ilha sem comunicação, diversos prisioneiros conseguem escapar e tornam a situação ainda mais perigosa.

Martin Scorsese cria aqui uma verdadeira mistura de filme noir com O Gabinete do Dr Galigari, para ilustrar um suspense psicológico que apresenta uma trama aonde mostra até que ponto a nossa mente pode nos enganar para nos não podermos ver certas verdades. Já no inicio, o diretor mostra que o cenário da trama não é um bom lugar graças a uma ótima trilha sonora que impõe medo e insegurança do que esta por vir. Leonardo Dicaprio novamente esbanja talento num personagem que já a primeira vista mostra inúmeras camadas de problemas que logo serão descascadas ao longo do filme. Mark Ruffalo , Ben Kingsley , Emily Mortimer e Michelle Williams completam um super elenco nesse suspense de primeira e com o final mais corajoso do ano (por enquanto).


curiosidades: Inicialmente o diretor seria Wolfgang Petersen, que tinha feito diversas modificações no livro de Dennis Lehane para que o filme se tornasse um blockbuster de ação;
Quando a Paramount Pictures passou a trabalhar em Ilha do Medo, a intenção era que David Fincher fosse o diretor e Brad Pitt o protagonista. Entretanto ambos deixaram o projeto devido a outros compromissos;

Cine Dicas: Em DVD: LOBISOMEM

BEM VISTO POR ALGUNS, MAU VISTO POR MUITOS, FILME DE TERROR MERECE SEU RECONHECIMENTO
Sinopse: Assim como no clássico original de 1941, estrelado por Lon Chaney Jr., esta refilmagem também é ambientada na Inglaterra Vitoriana. Na história, Del Toro faz o papel de Lawrence Talbot, um homem que retorna da América para sua terra ancestral e no caminho é mordido por um lobisomem. Talbot começa sua assustadora transformação sob a lua cheia.

Muita bobagem foi escrita a respeito desse ótimo filme de terror a moda antiga. Ao meu ver, muitos defenderam o clássico de 1941, já que esse Lobisomem é uma refilmagem daquele, mas desde que as novas roupagens são feitas na medida certa, nunca é demais experimentá-la. Joe Johnston (responsável pelo futuro filme do Capitão America) soube dosar momentos de suspense e terror da moda antiga mas sem esquecer o terror explicito que atrai mais o publico atual, mesmo que a maioria do publico de hoje tenha de uns tempos pra cá se acostumado mau com lobisomens e vampiros a lá Crepúsculo. E palmas para a fascinante e assustadora parte do manicômio, mesmo curta é aterradora. Benicio Del Toro nasceu para o personagem e mesmo que alguns momentos sua interpretação soe um tanto que contida ele da um show quando é o homem fera, mesmo carregado de maquiagem. E como sempre é sempre bom ver Anthony Hopkins atuando e se esquecendo um pouco da sua aposentadoria. Emily Blunt, Hugo Weaving, Elizabeth Croft, Sam Hazeldine, e David Sterne completam o elenco.

Cine Especial: Christopher Nolan: Batman Begins

DRETOR NÃO SE INTIMIDOU E CRIOU UM INICIO
DEFINITIVO PARA O HOMEM MORCEGO 
sinopse: Marcado pelo assassinato de seus pais quando ainda era criança, o milionário Bruce Wayne (Christian Bale) decide viajar pelo mundo em busca de encontrar meios que lhe permitam combater a injustiça e provocar medo em seus adversários. Após retornar a Gotham City, sua cidade-natal, ele idealiza seu alter-ego: Batman, um justiceiro mascarado que usa força, inteligência e um arsenal tecnológico para combater o crime.
Após o fiasco que a Warner fez com Batman e Robin, parecia que jamais haveria uma chance de Batman retornar aos cinemas para limpar a sua imagem depois daquele vexame. Eis que então a Warner decidida a trazer novamente o herói de volta, contratou Christopher Nolan que soube criar um filme cuja a trama não só soube respeitar o personagem do inicio ao fim como também criou o universo do morcego algo mais crível para o mundo real.A  trama não tem pressa em apresentar o personagem já encapuzado, e sim mostrar todo o desenvolvimento e os motivos que levaram um homem a combater o crime de uma cidade corrupta, algo que nem nas outras adaptações soube mostrar isso. Christian Bale faz do seu personagem algo mais humano e também não esconder as dores que carrega ao longo dos anos e desde já se tornou o melhor Bruce Wayne/Batman. Michael Caine, Liam Neeson, Morgan Freeman, Gary Oldman, Ken Watanabe, Katie Holmes, Cillian Murphy, Tom Wilkinson e Rutger Hauer completam o elenco de estrelas nesse belo filme que trouxe respeito e dignidade de volta para o ícone dos quadrinhos

Curiosidades: Antes do início das filmagens o diretor Christopher Nolan reuniu todo o elenco para uma sessão privada de Blade Runner, o Caçador de Andróides (1982). Após o encerramento do filme, Nolan disse a todos que era daquele jeito que queria que fosse Batman Begins;
Apesar de Cillian Murphy não ter sido escolhido para interpretar Batman, o diretor Christopher Nolan gostou tanto de seu teste de cena que o convidou para interpretar o personagem Espantalho;

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Cine Especial: Christopher Nolan: INSÔNIA

sinopse:Will Dormer (Al Pacino) é um policial enviado para uma pequena cidade do Alasca onde, em meio às investigações em torno do assassinato de uma adolescente, acaba atirando acidentalmente em Hap Eckhart (Martin Donovan), seu próprio parceiro, enquanto tentava apreender um suspeito. Consumido pela culpa, Dormer ganha inesperadamente um álibi, fornecido pela própria polícia, que acaba aumentando ainda mais sua sensação de culpa por causa da morte de Eckhart. Ainda tendo que resolver o caso do assassinato da adolescente, Dormer passa a ser chantageado por Walter Finch (Robin Williams), o suspeito que tentava prender, que o acusa de ter armado a situação para que não fosse condenado pela morte de seu parceiro. Enquanto isso, Ellie Burr (Hilary Swank), uma detetive local, resolve iniciar uma investigação por conta própria para descobrir o que realmente aconteceu entre Dormer e Eckhart.

Christopher Nolan sempre busca acima de tudo uma forma de desafiar a mente do espectador que for assistir seus filmes, mesmo em tramas simples, ele busca acima de tudo algo que faça a pessoa fazer um jogo mental do começo ao fim. Aqui ele cria um filme noir mas em pleno Alasca, onde fica as vezes dias sem noite e com isso o mocinho (Al Patino) luta em busca não somente de uma redenção mas também de um equilíbrio mental em lugar que é difícil de se dormir. Com uma trama que lembra uma cebola com inúmeras camadas para se descascar, o filme ainda reserva uma grata surpresa ao apresentar Robin Williams como bandido, algo raríssimo de se ver, principalmente para as pessoas que sempre o viam em comedias e somente isso torna esse filme recomendado.

Curiosidades: Refilmagem do filme Dinamarquês Insônia de 1997


Cine Dica (Na TV): EL CID

Sinopse: A trajetória de Rodrigo Diaz de Bivar, mais conhecido como El Cid (Charlton Heston), herói espanhol do século XI que uniu os católicos e os mouros do seu país para lutar contra um inimigo comum: o emir Ben Yussuf (Herbert Lom). Esta longa jornada começou quando Rodrigo, um súdito do rei Ferdinand de Castella, Leão e Astúrias (Ralph Truman), liberta cinco emires que eram prisioneiros dele e por causa deste ato é acusado de traição. Don Ordóñez (Raf Vallone) o acusa inicialmente, mas na corte é o Conde Gormaz de Oviedo (Andrew Cruickshank) quem acusa duramente Rodrigo e humilha Don Diego (Michael Hordern), o pai de Rodrigo. Estes acontecimentos acabam provocando um duelo de Rodrigo com o Conde Gormaz, o campeão do rei. Rodrigo o mata, mas acontece que Gormaz também era pai de Jimena (Sophia Loren), a mulher que Rodrigo amava e com quem ele pensava em se casar. Mas, em virtude do acontecido, ela passa então a odiar (ou pensa, que odeia) Rodrigo, seu antigo amor. Aproveitando este momento conturbado Ramiro, rei de Aragão, exige a posse da cidade de Calahorra e sugere que ela seja disputada entre os paladinos de cada reino em uma luta até a morte. Então Rodrigo se apresenta para duelar pelo seu rei, pois ele tinha matado Gormaz, o antigo paladino, e se Rodrigo vencesse o combate contra Don Martin (Christopher Rhodes), que já tinha matado vinte e sete homens em combates corporais, seria perdoado pelo rei.
Na época que os filmes épicos romanos dominavam os cinemas, esse épico Espanhol de 1961 se tornou uma grata surpresa. Dirigido pelo diretor Anthony Mann (A Queda do Império Romano) o filme tinha em comum com os outros épicos por ser estrelado por Charlton Heston, na época o maior astro destes tipos de filmes mas as comparações param por aqui. A trama é um retrato fiel desse personagem espanhol histórico, mesmo com algumas pinceladas do estúdio americano para fazer do filme algo mais acessível para o publico em geral. Cenas de batalhas fantásticas, reconstituição de época impecável e um final dos mais surpreendentes fazem desse filme uma sessão imperdível e, claro, não esquecer de que é sempre bom rever a bela Sofia Loren no auge de sua beleza e juventude.


Curiosidades: "El Cid" significa "Senhor". A alcunha teria sido dada por um Emir (rei) árabe, em homenagem à nobreza de espírito e humildade do herói.

Hoje: Insônia Class: ULBRA TV:  00h30min

terça-feira, 3 de agosto de 2010

Cine Especial: Christopher Nolan: AMINÉSIA

COM A CHEGADA DE "A ORIGEM" NOS CINEMAS, VAMOS RELEMBRAR UM POUCO DESSE MIRABOLANTE FILME POLICIAL DIRIGIDO POR ESSE GRANDE DIRETOR
Sinopse: Rapaz que teve mulher brutalmente assassinada parte em busca de seu criminoso. Só que ele tem um problema: após o ocorrido, ele não consegue se lembrar por muito tempo de situações recentes, o que o deixa a mercê de anotações e na confiança das pessoas.
A filmes que devido sua trama complexa é preciso uma atenção redobrada, mas o que acontece quando a própria montagem do filme torna a trama ainda mais e mais complexa?? Quando eu li pela primeira vez a sinopse de Amnésia eu não achei assim tão surpreendente, mas o que torna esse filme genial é fazer o espectador fazer um quebra cabeça mental e fazê-lo montá-lo ao longo da projeção, pois o filme começa com o final da trama, e termina com inicio dela. Fora isso a historia é dividida em blocos, exemplo: Em uma determinada parte o protagonista se encontra (sem saber) dentro do banheiro e somente iremos saber como ele chegou lá no final do bloco seguinte, ou seja, aja atenção, mas não significa que o filme seja cansativo, muito pelo contrario, é um verdadeiro exercício mental que muitos espectadores adoraram e consideraram esse filme já um grande clássico e, claro, fez escola, filmes como Irreversível e 21 Gramas beberam da fonte da idéia original de Christopher Nolan.
Guy Pearce (Conde De Monte Cristo), Carrie-Anne Moss (Matrix), e Joe Pantoliano (Ligadas pelo Desejo) lideram o elenco perfeito em um filme perfeito que infelizmente não foi reconhecido na cerimônia do Oscar de 2002.

Cine Dicas (Na TV): O AVIADOR


sinopse: Howard Hughes (Leonardo DiCaprio) ficou milionário já aos 18 anos, devido à herança que seu pai, um inventor texano, deixou para ele.
Pouco depois ele se mudou para Los Angeles, onde passou a investir na indústria do cinema. Hughes ajudou a carreira de vários astros, como Jean Harlow (Gwen Stefani), e ainda trabalhou em filmes de grande sucesso, como "Hell's Angels", que dirigiu. Paralelamente Hughes se dedicou a uma de suas maiores paixões, a aviação, e se envolveu com as atrizes Katharine Hepburn (Cate Blanchett) e Ava Gardner (Kate Beckinsale).

São poucos os diretores que mantém o pique de qualidade positiva ao longo dos anos e Matin Scorsese faz parte dessa minoria. Famoso pelos seus filme de alta qualidade, o diretor também coleciona parceirias de sucesso como ao lado de Robert De Niro (Taxi Drive), e no inicio dessa década, o diretor resolveu engatar uma nova parceria e Leonardo Dicaprio foi a bola da vez. Foi apartir de Gangues de Nova York que ambos renderam grandes sucessos de publico e critica, como Os Infiltrados, e nesse O Aviador Leonardo Dicaprio apresenta uma das suas melhores performances ao retratar Howard Hughes, homem responsavel por não somente ter ajudado inúmeras celebridades no cinema, como também ter dado uma guinada revolucionaria no mundo da aviação devido sua paixão por essas maquinas voadoras, ao mesmo tempo se sai muito bem ao retratar o problema de "toque" que Howard sofria. Com um grande elenco, o filme ainda apresenta uma performance assombrosa de Cate Blanchett (Elizabet) ao retratar outro ícone do cinema que foi Katharine Hepburn
curiosidades: Inicialmente seria Michael Mann o diretor de O Aviador, mas como havia dirigido recentemente duas outras cinebiografias, O Informante (1999) e Ali (2001), decidiu ser apenas produtor do filme e ofereceu o projeto a Martin Scorsese.
Jim Carrey esteve cotado para interpretar Howard Hughes.

Cine Espetacular: SBT: 23h10min

Cine Dica: Lançamento em DVD: CHICO XAVIER

Sinopse: Chico Xavier é uma adaptação para o cinema que descreve a trajetória do médium Chico Xavier, que viveu 92 anos desta vida terrena desenvolvendo importante atividade mediúnica e filantrópica. Vida conturbada, com lutas e amor. Seus mais de 400 livros psicografados, consolaram os vivos, pregaram a paz e estimularam caridade. Fenômeno? Fraude? Os Espíritos existem? Para os admiradores mais fervorosos, foi um santo. Para os descrentes, no mínimo, um personagem intrigante.
O filme brasileiro de maior bilheteria do ano, e também não é pra menos. Afinal, o filme é adaptação de As Vidas de Chico Xavier que por sua vez contava um pouco das três fazes da vida desse importante personagem real da nossa historia brasileira. Responsável por grandes bilheterias dos últimos anos (Se eu fosse você 1 e 2) Daniel Filho procura acima de tudo ser mais fiel ao livro do que a própria vida real de Chico, o que resulta num filme que não se preocupa em mostrar ou não o que realmente aconteceu na vida dele. Dividido em três fazes distintas, Chico é interpretado muito bem por Matheus Costa (infância), Ângelo Antônio (juventude) mas é Nelson Xavier (fase mais madura) que da um verdadeiro show de interpretação fazendo parecer que realmente é o verdadeiro Chico Xavier, com seus trejeitos e falas iguais. Atraindo milhares de espectadores para o cinema, o filme foi uma prova mais que atual, que o Brasil, apesar de ser um pais mundialmente conhecido como católico, possui uma mente bastante aberta sobre o mundo do espiritismo, e é sempre bom e agradável assistir uma historia que traga esperança sobre a vida pós-morte. Atenção para a ótima performance de Tony Ramos no tribunal que já chamava atenção nos trailers antes da estréia.

Curiosidades: Baseado em um livro escrito pelo jornalista Marcel Souto Maior, publicado no ano de 2003, é considerado como uma das melhores biografias do médium mineiro Francisco Cândido Xavier.
Inicialmente intitulado 'As Vidas de Chico Xavier'.

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Cine Dicas: (Na TV) NINA


sinopse::Nina (Guta Stresser) é uma jovem de sensibilidade agudíssima e mente fragilizada, que procura meios de sobrevivência numa metrópole desumana. A proprietária do apartamento onde mora, Dona Eulália (Myriam Muniz), uma velha mesquinha e exploradora, parece ter prazer em esmagar a vontade da sua inquilina exaurida. Em meio aos desenhos que faz em toda a parte e vivendo a agitada cena eletrônica de São Paulo, Nina mergulha nos fantasmas de seu inconsciente até acabar envolvida em um crime.
Filme de estréia do diretor Heitor Dhalia que logo em seguida faria outra obra prima, Cheiro do Ralo. Aqui ele readapta a clássica historia de Crime e Castigo para a cidade Paulistana e não faz feio. O filme é um verdadeiro delírio visual gótico em meio a personagens perdidos em suas vidas, liderados pela personagem Nina (Guta Stresser, ótima) que sofre todos os tipos de maus tratos psicológicos nas mãos de Dona Eulália (Myriam Muniz espetacular). A pessoa mais atenta irá lembrar rapidamente de outros filmes como Repulsa dos Sexos e O Inquilino (ambos de Roman Polanski) mas o filme fala por si, além de acrescentar momentos fortes em que são retratados de forma original, em animação manga. Destaque para as participações especiais de Selton Mello, Lázaro Ramos, Matheus Nachtergaele, Renata Sorrah e Vagner Moura.

Curiosidades: Todo o material usado na construção dos cenários foi adquirido em demolições. Com isso obteve-se a sensação de gastura, de passagem do tempo, de um clima decadente próprio da velha usurária Eulália
O escritor e autor de quadrinhos Lourenço Mutarelli é o responsável pelos desenhos feitos por Nina no filme

Sessão Brasil: Rede Rlobo: 2horas