Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 29 de junho de 2010

CINE ESPECIAL: O MUNDO DE CREPÚSCULO, O MUNDO DOS VAMPIROS (29 06 10)

Como muitos estão sabendo, chegara amanhã Eclipse, terceira parte da saga  Crepúsculo que virou mania sem precedentes entre os jovens que curtem uma historia de amor, mundo dos vampiros e que acabou gerando outros filmes, series de tv e entre outros.
Com isso,  apartir de hoje falarei de outros filmes de vampiros que vale a pena uma conferida e ver que de sangue sugas não se vive apenas de vampiros bonitinhos. Contudo começo essa sessão falando do dois primeiros filmes de CREPÚSCULO, principalmente para aqueles que não assistiram ainda, (o que eu acho muito dificiel). NOTA: As minhas criticas abaixo são da época que assisti os filmes no cinema.

CREPÚSCULO
sinopse: Isabela Swan vai morar com seu pai em uma nova cidade, depois que sua mãe decide casar-se novamente. No colégio, ela fica fascinada por Edward Cullen, um garoto que esconde um segredo obscuro, conhecido apenas por sua família. Eles se apaixonam, mas Edward sabe que quanto mais avançam no relacionamento, mas ele está colocando Bella e aqueles à sua volta em perigo. Quando ela descobre que Edward é, na verdade, um vampiro, ela age contra todas as expectativas e não tem medo da sede de sangue de seu grande amor, mesmo sabendo que ele pode matá-la a qualquer momento.
Já vou adiantando, quem não leu o livro ainda não leia, vá ler depois de assistir ao filme, pois já adianto que o livro é muito melhor que a propia película, não que a versão cinematográfica seja ruim, pelo contrario, o caso que tenho uma experiência frustrante com relação ao Código da Vinci. Eu havia lido o livro antes mesmo de assistir ao filme e esperava fidelidade de ponta a ponta da película o que não aconteceu, mas diferente daquele filme que era muito ruim, Crepúsculo é um otimo filme se não comparado a sua obra de origem, portanto para aqueles que não leram o livro ainda, vão sem medo, assistir numa boa, agora quem já leu o livro vai se preparando, para se contorcer um pouco na poltrona pelas diferenças e alguma falta de cena, como diz o ditado, livro é livro, filme é filme, mas diferente do Código da Vinci o filme terá vida propia ao longo do tempo com ou sem livro, portanto o vale o ingresso.


LUA NOVA:
FILME AUMENTA NOS ACERTOS E DIMINUI NOS ERROS SE COMPARADO AO FILME ANTERIOR
sinopse: Ao completar 18 anos, Bella Swan é surpreendida com uma festa de aniversário preparada por Edward Cullen e todos os outros membros de seu clã, porém, um fato inesperado surge em meio a muitas comemorações. Por descuido, Bella corta uma pequena parte de seu corpo e seu sangue começa a ficar completamente à mostra para todos os vampiros.
A partir daí, e também com o intuito de protegê-la, Edward decide mudar de cidade com sua família. Imediatamente Edward diz a Bella que não a ama mais e que a partir daquele momento ela deveria seguir o seu caminho sozinha.
Os meses passaram e Bella, muito abatida, aproximou-se ainda mais de Jacob Black. Os dois começaram a viver uma grande amizade, mas até aquele momento o segredo de Jacob ainda não havia sido revelado a Bella. A garota descobriu toda a verdade após ocorrer alguns incidentes envolvendo o jovem lobisomem. Bella também se vê no meio da batalha entre vampiros, lobisomens e Victoria
Assisti esse filme neste final de semana e esperava realmente um enorme grupo de jovens (na maioria garotas) para assistir a essa trama que dava continuidade ao filme anterior Crepúsculo mas jamais imaginava que tinha tantos e que gritariam dentro da sala de cinema, fazendo do filme um verdadeiro evento.
Mas porque tudo isso? O que as garotas vêem nesta historia? Simples, o que elas realmente esperam. Tanto esse como o anterior não tinha nada de inovador, é mesma historia de amor proibido de diversos outros filmes, livros e etc mas com uma pequena diferença, os protagonistas são especiais, saídos de contos sombrios cujo os quais fascinam não importa qual a geração.
Sabendo disso a escritora Stephenie Meyer juntou dois mais dois e criou um dos livros mais vendidos no momento em que o jovem soube se identificar com esses personagens que por mais que fantásticos que sejam poderiam ser muito bem o seu melhor amigo(a) ou seu namorado(a).
Claro que por causa dessa onda, o cinema não ia deixar de fazer uma adaptação que com isso foi lançado no cinema o primeiro capitulo, que apesar dos seus problemas na direção, atraiu milhares de jovens que leram o livro anteriormente. E eis que chegamos a Lua Nova, dirigido por Chris Weitz (A Bússola de Ouro) que da continuidade a historia aonde parou, dando continuidade ao amor impossível e começando um triangulo amoroso que anteriormente era apenas suspeito.
O elenco continua o mesmo mas melhorado, Chris Weitz conseguiu extrair o melhor que se tinha em cada um dos atores, até mesmo Edward Cullen que ainda acho um jovem ator inexpressivo mas que pelo jeito as jovens pouco se importam com isso, porque só era ele aparecer em cena que elas gritavam. Quem se da melhor é Jacob Black que aqui mostra um bom desempenho em momentos tanto românticos como também de tensão e que chega a um ponto de roubar a cena nas suas cenas em que se transforma em um lobo, mas continuo vendo Kristen Stewart como a verdadeira alma de toda a trama, sendo ela gente como agente ela acaba nos levando a esse mundo louco com seres bizarros e românticos e mesmo assim não abandona suas atitudes imprudentes de toda jovem normal que se vê hoje em dia, vista pela primeira vez no filme O Quarto do Pânico, Kristen ainda vai longe.
Por fim na parte da direção, Chris Weits soube separar, drama, romance e ação nos momentos certos da película e convenhamos, as cenas de ação são muito bem melhores que o filme anterior (principalmente no ato final com a participação da talentosa Dakota Fanning), e não da para esquecer o prólogo do sonho de Bella, simplesmente único, e que da um belo resumo de sua situação com relação a sua paixão pelo vampiro. Mesmo assim o filme sempre cai no óbvio quando é relação as cenas românticas onde as frases de juras de amor se repetem a todo momento, mas tanto a escritora como a própria diretora sabiam que as meninas apaixonadas adorariam isso, nos os críticos mais exigentes é que ficamos esperando juras de amor melhores
Deixando um gancho e tanto para o próximo filme, Lua Nova é sem duvida nenhuma uma melhorada nesta saga que pegou os jovens de vez. Pode não ser nenhuma maravilha do mundo mas não ofende também muito a inteligência de ninguém, quem sabe nos próximos capítulos os filmes vão melhorando ainda mais, pois afinal de contas aprendemos com os nossos erros


quarta-feira, 23 de junho de 2010

Cine Dica: Lançamento em DVD: Coração Louco

Jeff Bridges finalmente ganha(merecidamente) reconhecimento pela academia
sinopse: Bad Blake (Jeff Bridges) é um cantor de música country acabado por uma vida dura, com casamentos demais, muitos anos na estrada e drinks demais. Ainda assim, Bad não pode evitar procurar sua salvação com a ajuda de Jean (Maggie Gyllenhaal), uma jornalista que descobre o homem por trás do músico.
Demorou, mas finalmente os membros da academia renderam um Oscar para Jeff Bridges, ator que em seu currículo tem clássicos como A Ultima Sessão de Cinema e Tron, acabou se tornando ao longo do tempo uma pequena lenda do cinema mas que lhe faltava somente a carequinha dourada, antes tarde do que nunca. No ano passado tivemos Mickey Rourke indicado ao Oscar ao interpretar um lutador em decadência em busca de redenção em O Lutador, aqui a historia é a mesma, mas explorando o mundo da musica country  onde Jeff faz um famoso musico mas numa total decadência devido a cigarro e bebida,  mas que acaba se encontrando quando encontra a personagem de Maggie Gyllenhaal (otima como sempre). Apesar de não ser nenhuma obra prima, o diretor Scott Cooper conduz o espectador a trama até seu hiato final sem se cansar, graças a otima performance de Jeff, Maggie e participações especiais de Robert Duvall e Colin Farrell, este por  ultimo convence e muito como um canto country.

Cine Dicas: Em Cartaz: Kick Ass - Quebrando Tudo

sem poderes, não há responsabilidade.
sinopse: Estudante decide se reinventar costurar uma fantasia e se tornar um super-herói no mundo real. Kick-Ass codinome usado pelo inocente garoto parece fadado ao fracasso por não ter o tipo físico dos heróis e nem as habilidades especiais até perseguir mais »bandidos com suas armas de verdade. No entanto ele não é o único super-herói por a: a destemida e altamentetreinada dupla de pai e filha Big Daddy e Hit Girl vem lentamente mas com eficácia arrasando o império de crimes do mafioso local Frank DAmico (Mark Strong). Quando Kick-Ass é atraído para um ilimitado mundo de balas e matanças com o filho de Frank Chris agora renascido como seu arquiinimigo Red Mist (Christopher Mintz-Plasse) o palco está pronto para um confronto final entre as forças do bem e do mal em que o herói terá que honrar seu nome. Ou morrer tentando.
 
Em um ano que as superproduções tem somente desapontado muita gente, uma produção de baixo orçamento como  Kick Ass surge como uma grata surpresa para muita gente, afinal, não é todo dia que se assiste a um filme inadequado para menores de 18 anos onde não a regras, apenas ultra diversão violenta aliada a um ótimo roteiro criativo ao extremo.
O filme mostra o que aconteceria-se no nosso mundo real, se surgisse uma pessoa que tivesse coragem de se fantasiar de super herói e tentar ajudar as pessoas inocentes. Claro que não será nada perfeito, já que o nosso protagonista (Aaron Johnson um achado) leva uma maior surra, mas não sem salvar a vitima que estava sendo espancada e de seu ato heróico e ser exposto na internet e acabando então se tornando uma celebridade. Mas todo ato a conseqüências e não há como fugir disso, mesmo que você não queira se envolver mais. O interessante é que o filme faz uma critica a falta de interesse das pessoas em geral em tentar ajudar uma as outras. Vendo alguém salvar outra pessoa acaba soando uma verdadeira abominação hoje em dia, Isso que passa o filme, as pessoas se importam mais em ser algo medíocre (Paris Hilton??) do que algo que valha mais a pena, como ajudar alguém. Não escondendo que o filme se passa um mundo sínico e perigoso, não é então de se admirar muito que um pai chamado Big Daddy (Nicolas Cage canastrão no bom sentido) em busca de vingança age de todos os meios para se vingar do grande vilão da trama Frank D Amico (Mark Strong caricato ao extremo), nem que para isso transforme sua pequena filha Hit Girl (Chloe Moretz extraordinária) numa verdadeira maquina de matar num estilo que mistura Robin com a noiva de Kill Bill.
O filme carrega altas doses de humor negro cínico, violência extrema e palavreado chulo, aliado a inúmeras referencias ao mundo pop, como HQ, Cinema, Games e séries de TV e os momentos que Hit Girl quando entra em cena são desde já históricas, minha parte favorita é quando ela entra em cena vestida de aluna com jeito inocente, para logo em seguida mostrar suas armas aliado com a clássica trilha sonora da trilogia dos Dólares de Sergio Leone.
Matthew Vaughn que antes trabalhava como produtor dos filmes de Guy Ritchie ( de Snatch - Porcos e Diamantes) estréia na direção com o pé direito e não erra feio em nenhum momento, mesmo quando o final soe bem clichê mas que funciona no filme melhor que na HQ.
Em tempos em que cada vez mais os filmes americanos estão politicamente corretos até demais que chega até enjoar, Kick Ass - Quebrando Tudo é uma prova que não se precisa ser politicamente correto para se fazer uma critica a imbecibilidade das pessoas e a falta de ajuda ao próximo, mas aliado com um bom roteiro e altas doses de ação e violência cartunesca na medida certa ai sim teremos uma boa diversão com um pequeno toque reflexão.

Cine Dicas: Em Cartaz: TOY STORY 3

A DESPEDIDA É SEMPRE DIFICIEL MAS A BRINCADEIRA CONTINUA
sinopse: Woody (Tom Hanks) Buzz (Tim Allen) e o resto da turma de brinquedos são despejados de sua casa quando o garoto Andy vai para a faculdade. Os brinquedos vão morar em uma creche onde conhecerão novos amigos e viverão novas aventuras.
Assistir Toy Story 1 e 2 sempre foi para mim rever meu passado, quando as coisas eram mais inocentes, quando eu vivia despreocupado com a vida e só passava o tempo brincando com os meus comandos em ação ou com os soldadinhos de plástico. Vendo Andy brincar despreocupado com a vida nos primeiros filmes é rever uma época mais nítida e cheia de luz, mas todo o começo tem um fim, e tanto para mim como para o personagem Andy, as brincadeiras cheias de imaginação chegam ao fim e precisamos seguir adiante, mas ao mesmo tempo jamais deixar de esquecer aquele lado inocente que tanto nos encheu de alegria. E é essa a mensagem final do filme Toy Story 3, uma continuação que não só fecha a trilogia como chave de ouro como também nos passa uma nostalgia em abundância capaz de agente querer, mesmo por alguns instantes, voltar no tempo e brincar com os velhos amigos do chão da sala.
O filme toca principalmente nas questões de despedida e amadurecimento e aceitar novos rumos, no caso de Wood, Buzz e os brinquedos restantes, eles terão que enfrentar vários problemas até se darem conta que a brincadeira precisa continuar, mesmo que para isso tenha que dizer Adeus a Andy, mas até lá os personagens sofrem maus bocados quando caem numa creche, nas mãos de crianças que não são de idades recomendadas a elas, isso graças a um vilão que visualmente parece meio difícil acreditar que venha tanta maldade nele, mas não se engane com as aparências.
A trama mistura momentos de pura tensão e momentos de humor, mas feitos na medida certa para chorar e rir ao mesmo tempo. De momentos emocionantes quando os protagonistas dão as mãos e olham uns aos outros e encarar o possível fim é de fazer escorrer lagrimas e se apertar na poltrona do cinema, para dai então nos imediatamente nos fazer criar um largo sorriso no rosto, mesmo com as lagrimas nos olhos. Os momentos engraçados ficam mais para a aparição de Ken fazendo (adivinhem!!) par com a boneca barb mas não escondendo que é um verdadeiro metrossexual, isso sem contar os momentos que Buzz volta ser um boneco que acredita ser realmente um super herói mas surpreendentemente de forma original e muito engraçada.
O ato final, aqui já digo, é um dos momentos mais emocionantes que o cinema proporcionou neste ano por enquanto e nos ensina a jamais desvalorizar uma época que passou. Podemos amadurecer e seguir novos rumos na vida mas jamais devemos esquecer de quem fomos um dia quando crianças e isso Andy nos passa e nos ensina com seus brinquedos que a vida continua, mas a brincadeira precisa continuar, Pixar não erra jamais.

sexta-feira, 18 de junho de 2010

Cine Clássicos: Especial: Heróis nas Telas: O CORVO

"Os prédios queimam, as pessoas morrem.
Mas o amor verdadeiro
é para sempre."
sinopse: Acreditava- se que quando uma pessoa morria, um corvo levava sua alma para a terra dos mortos. Mas quando uma coisa muito ruim acontecia, uma tristeza enorme era carregada junto à alma fazendo com que ela não pudesse descansar, e apenas às vezes, o corvo poderia trazer essa alma de volta...
Brandon Lee interpreta Eric Draven, um guitarrista apaixonado por sua noiva Shelly Webster (Sofia Shinas). É noite do diabo (véspera de halloween) e as gangues estão pelas ruas incendiando e matando, quando a gangue controlado por Top Dollar (Michael Wincott) entra no apartamento do casal e os matam violentamente.
Exatamente um ano após o assassinato, Draven retorna ao mundo dos vivos ressuscitado pelas forças do corvo.  Guiado pelo corvo, ele chega até seu apartamento abandonado e lembra de toda a tortura e violência daquela noite. Percebe que sua missão agora, é vingar sua morte e de sua noiva Shelly, para então, poder descansar em paz. Um por um, ele vai encontrando os assassinos e os faz relembrar daquela noite há um ano atrás.
 James o Barr criou esse conto de HQ se baseando na sua propia vida, já que sua namorada que tanto amava morreu atropelada. Para exorcizar essa dor que passou, o escritor então criou Eric Draven, personagem sombrio cuja sua amada e ele propio são assassinados brutalmente por bandidos, mas Eric volta dos mundos dos mortos atraves de um misterioso corvo. Historia como essa realmente renderia um incrível filme mas ninguém imaginava o que estaria por vir. Alex Proyas (Eu, Robô) comandou esse filme, incrimentando um estilo vídeo clipe, com Rock pesado, ao mesmo tempo com uma trilha melancólica e um visual sombrio chegando quase ao preto e branco.  Brandon Lee  interpretou o trágico personagem na época e tudo dava como certo que o personagem seria o papel da sua vida, mas infelizmente o destino foi cruel. Durante as filmagens Brando foi morto acidentalmente por uma bala de verdade, encerrando assim uma grande carreira cinematografica. Com a morte do ator as filmagens foram encerradas, mas a namorada de Brando na época insistiu para que o filme fosse terminado, com isso Alex Proyas utilizou dubles e efeitos visuais para substituir o ator e  concluir a obra, o resultado é um otimo filme de ação, drama e suspense. Houve outras continuações sofríveis, uma série de TV e no momento estão pensando numa refilmagem mas o primeiro jamais será  esquecido.  

Curiosidades: O diretor Alex Proyas queria que o cantor Iggy Pop fizesse parte do elenco de O Corvo e tinha até criado um personagem apenas para ele. Entretanto, problemas de agenda o impediram, mas ele apareceu na sequência de 1996;
Os personagens Top Dollar, Myca e Grange não são chamados por seus nomes durante o filme inteiro;
O poema que Eric Draven recita quando entra na loja de Gideon é "The Raven", de Edgar Allan Poe;
Na versão australiana de O Corvo todas as referência à palavra "fuck" foram retiradas do filme;
O orçamento foi de US$ 6 milhões e o filme arrecadou US$ 94 milhões nas bilheterias de todo o planeta;

Cine Clássicos: Especial: Heróis nas Telas: BLADE

HEROI DE SEGUNDO ESCALÃO DA MARVEL DEU UMA SEGUNDA CHANCE PARA AS ADAPTAÇÕES DAS HQ PARA O CINEMA
Sinopse: Seu nome é Blade (Wesley Snipes, de U.S. Marshals - Os Federais). Um guerreiro que possui a força sobre-humana e os instintos demoníacos de um vampiro. Porem é capaz de andar à luz do dia como um ser humano normal. Seu passado esconde a verdade sobre sua origem. Ele é o mais temido e perigoso caçador de vampiros de todos os tempos. Seu maior inimigo é Deacon Frost (Stephen Dorff, de Sangue e Vinho) um vampiro ambicioso que pretende liderar os seres das trevas com um único objetivo; dominar e exterminar a raça humana. Blade X Frost - uma guerra pessoal que irá explodir em uma sangrenta batalha onde, todos possuem vida eterna... Mas só um deles poderá permanecer vivo.
Nem x-men, nem Homem Aranha, mas sim foi Blade. Quando em 1997 Batman e Robin fracassou nas bilheteiras por ter sido criado de maneira tão miserável, parecia que as adaptações de HQ para o cinema iriam  para o limbo de vez, mas coube a um diretor desconhecido  "Stephen Norrington" provar que essa teoria estava errada, pois se fosse feito de maneira séria e coerente, poderia sim as adaptações serem boas e de grande sucesso. Eis então que Blade um semi desconhecido das HQ da Marvel se lançou ao estrelato com um filme que mistura ação e terror de uma maneira nunca antes vista e fez de Wesley Snipes o astro dos filmes de ação da vez. Com isso, a Marvel usou todos os meios para que seus outros personagens da casa de ideias fossem para o cinema mas isso é outra historia  

Cine Dicas: Estréias no final de semana (18/06/10)

E cá chegamos num final de semana muito especial, pois além de ter uma boa adaptação de HQ nas paradas temos a volta dos personagens de Toy Story nas telonas depois de mais de dez anos desde o segundo filme, e apesar de ser uma sequência, podem esperar para um filme de alta qualidade que promete encantar todas as idades. Só deixo aqui meu protesto quanto ao numero de salas que deixaram para  Kick Ass-quebrando tudo, somente três salas em todo RS e somente na capital, puxa, eu fiquei indignado com isso. Ta certo que o filme é inadequado para menores de 18 anos mas precisavam restringir tanto, colocando em pouquissimas salas???Fica meu protesto quanto a isso. Vamos as estreias

Kick Ass-quebrando tudo
sinopse: Estudante decide se reinventar costurar uma fantasia e se tornar um super-herói no mundo real. Kick-Ass codinome usado pelo inocente garoto parece fadado ao fracasso por não ter o tipo físico dos heróis e nem as habilidades especiais até perseguir mais »bandidos com suas armas de verdade. No entanto ele não é o único super-herói por a: a destemida e altamentetreinada dupla de pai e filha Big Daddy e Hit Girl vem lentamente mas com eficácia arrasando o império de crimes do mafioso local Frank DAmico (Mark Strong). Quando Kick-Ass é atraído para um ilimitado mundo de balas e matanças com o filho de Frank Chris agora renascido como seu arquiinimigo Red Mist (Christopher Mintz-Plasse) o palco está pronto para um confronto final entre as forças do bem e do mal em que o herói terá que honrar seu nome. Ou morrer tentando.


TOY STORY 3
sinopse: Woody (Tom Hanks) Buzz (Tim Allen) e o resto da turma de brinquedos são despejados de sua casa quando o garoto Andy vai para a faculdade. Os brinquedos vão morar em uma creche onde conhecerão novos amigos e viverão novas aventuras.


O MUNDO IMAGINÁRIO DO DR. PARNASSUS
inopse: Dr. Parnassus (Christopher Plummer) é um imortal contador de histórias que viaja pelo mundo com seus companheiros, em uma espécie de teatro itinerante, e sofre pelo fato do mundo não precisar mais de seus contos. Abençoado com o extraordinário dom de guiar a imaginação dos outros, o Doutor Parnassus é amaldiçoado com um sinistro segredo. Jogador inveterado há milhares de anos, ele fez uma aposta com o diabo, o Sr. Nick (Tom Waits), em troca da imortalidade. Séculos depois, ao conhecer o seu verdadeiro amor, o Dr. Parnassus faz outra aposta com o diabo, na qual ele trocaria a imortalidade pela juventude, desde que, ao atingir 16 anos, sua filha Valentina (Lily Cole) se tornasse propriedade do Sr. Nick. A jovem está prestes a completar 16 anos e o Dr. Parnassus fica desesperado para protegê-la do seu destino iminente. O Sr. Nick chega para cobrar a dívida, mas, como não pode deixar passar uma boa aposta, resolve renegociar o prêmio. Agora, o destino de Valentina será decidido por aquele que seduzir as cinco primeiras almas. Seguido por uma série de personagens loucas, cômicas e fascinantes, o Dr. Parnassus promete a mão da sua filha àquele que o ajudar a ganhar a aposta. Nesta luta cativante, explosiva e maravilhosamente imaginativa contra o tempo para salvar a sua filha o Dr. Parnassus deve enfrentar uma série de infinitos obstáculos surrealistas e desfazer, uma vez por todas, os erros que cometeu no passado.


Em Busca de Uma Nova chance
A morte do filho adolescente Bennett (Aaron Johnson) num acidente de carro é quase demais para a família Brewer suportar. Não apenas porque ele tinha uma vida promissora mas também porque o impacto de sua morte desencadeia uma série de tumultos em mais »suas vidas. Sua mãe (Susan Sarandon) fica obcecada e não pode deixá-lo ir seu pai (Pierce Brosnan) não consegue encarar a situação e a posição de segundo lugar de seu irmão é ampliada. E quando Rose (Carey Mullingan) a namorada de Bennet aparece a família tem de lidar com circunstâncias que complicam ainda mais sua perda


OLHOS AZUIS
sinopse: Marshall (David Rasche) é chefe do Departamento de Imigração de um aeroporto em Nova York, prestes a se aposentar. No seu último dia de trabalho, ele detém um grupo de latino-americanos e, tomado pelo preconceito, coloca-os em situações constrangedoras, sem pensar em possíveis consequências.
Alguns anos depois, os papéis se invertem e Marshall é agora um estrangeiro no Brasil. Obcecado pela vontade de encontrar uma criança no sertão nordestino, ele segue em sua jornada, acompanhado pela garota de programa Bia (Cristina Lago).
Olhos Azuis é dirigido por José Joffily, de Quem Matou Pixote? e Achados e Perdidos. O longa ganhou os prêmios de Melhor Filme, Roteiro, Montagem, Atriz, Ator Coadjuvante e Som no II Festival de Paulínia (2009).

quinta-feira, 17 de junho de 2010

Cine Clássicos: HISTORIA SEM FIM

CONTO DE FADA MAIS VOLTADO PARA ADULTOS MAS QUE ACABOU CONQUISTANDO TODAS AS IDADES
Sinopse: Quando o jovem Bastian pegou emprestado um misterioso livro ele jamais sonhou que ao virar uma página seria levado a um mundo de fantasia onde pudesse ver um caracol de corrida, um morcego planador, um dragão da sorte, elfos, uma Imperatriz Menina, o valente guerreiro Atreyu e uma pedra ambulante chamada Come-Pedra

Wolfgang Petersen(Mar em Furia) foi responsável para adaptação do cinema desse conto que na época já fazia sucesso na literatura, mas ninguém imaginava a que ponto o filme chegou. Com uma historia dentro da historia, somos apresentados a um típico conto de fadas com um herói valente cuja a sua missão é impedir a destruição do seu mundo, mas em sua tragetoria mau imagina que obstáculos ardilosos que  irá passar e talvez tenha sido esses terríveis obstáculos que tenham chocado muita gente (quem não chorou pela morte de um dos personagens no inicio do filme??) e que ficou na mente de muitos jovens na época.
Mas talvez a maior proeza tenha sido o final surpresa que espantou muitos espectadores na época e que faz desse filme uma obra indispensável na prateleira, para quem realmente curte uma boa historia.    

Curiosidades: Tami Stronach tinha 11 anos quando interpretou a Imperatriz Criança.
O ator Noah Hathaway quase perdeu um olho ao rodar sua cena de luta contra Gmork, já que uma das garras atingiu sua face. A cena era tão perigosa que o diretor Wolfgang Petersen resolveu rodá-la uma única vez.
A História Sem Fim traz apenas cerca da metade do livro de Michael Ende.
Michael Ende, autor do livro o qual A História Sem Fim foi baseado, pediu que seu nome não fosse incluído nos créditos iniciais, por não ter gostado da versão final do filme. Ende apenas é citado nos créditos finais.
No livro o nome do lugar mágico é Fantastica, ao invés de Fantasia.
O Auryn original do filme pertence atualmente a Steven Spielberg, que o mantém protegido por um vidro em seu escritório.
A música de abertura foi composta por Giorgio Moroder com letras de Keith Forsey cantadas por Limahl, líder do Kajagoogoo.

A História Sem Fim também inspirou duas séries de televisão. A primeira, um desenho, de 1996, focava-se nas aventuras de Bastian na terra de Fantasia (diferentes das do livro), enquanto outra, com atores, foi feita, chamada Contos da História Sem Fim, e teve 13 episódios.
A História também virou peça e balé na Alemanha, com músicas compostas por Siegfried Matthus.
O orçamento de A História Sem Fim foi de US$ 27 milhões.
Foi o mais caro filme produzido pela Alemanha até então.

Cine Clássicos: Especial: Heróis nas Telas: MIB

OBSCURA HQ GEROU A SALVAÇÃO EM TERMOS DE ORIGINALIDADE EM 97
Sinopse: James Edwards (Will Smith) é um novato em uma agência intergalática de monitoramento de Aliens na Terra. Ele trabalha com o veterano K (Tommy Lee Jones) e, juntos, devem impedir que um terrorista espacial assassine dois importantes líderes de galáxias rivais para que, com isso, a Terra seja destruída.
Quando muita gente achava que já havia se decepcionado o suficiente com as bombas de Mundo Perdido e Batman e Robin em 1997, eis que surge Homens de Preto (MIB), uma divertida ficção cientifica em que se levantava a teoria de que existia uma organização secreta que não permitia que os seres humanos descobrissem que realmente existiam extra terrestres entre nós. 
Dirigido por  Barry Sonnenfeld (Familia Adans) o filme reúne uma dupla inucitada, juntando seriedade de Tommy Lee Jones (O Fugitivo) com o lado do humor e diversão de Will Smith (Bad Boys), o resultado é uma das melhores duplas dos anos 90 e mesmo com as diferenças, os dois tinham uma boa química em cena. Bons efeitos visuais e de maquiagem (premiado pela academia), gerou milhões de bilheteria e rendeu uma continuação mediana, mas nada que impeça que os Homens de Preto surgem novamente em breve nos cinemas. 

Curiosidades:: A música-tema que aparece ao término de Homens de Preto apareceu pela primeira vez em um filme em Quero Ser Grande (1988), na cena em que Elizabeth Perkins chega ao apartamento de Tom Hanks.
Nos créditos finais de Homens de Preto, aparece uma frase avisando que os animais e aliens que aparecem no filme não foram mal-tratados durante as filmagens.

 

Cine Dicas (na tv): TODO MUNDO EM PANICO

Sinopse: Das mentes dos criadores do seriado da TV americana "In living color" surge o primeiro thriller-comédia, em que adolescentes apavorados fugindo de maníacos assassinos são o pretexto para uma série de piadas envolvendo todos os recentes filme de terror, da série "Pânico" até "O sexto sentido", passando ainda por outros grandes sucessos do cinema, como "Matrix" e "Os suspeitos".
Quando Pânico estreou no cinema na metade dos anos 90, gerou uma febre sem precedentes de assassinos seriais que teve tanto, mas tanto filme desse gênero que chegou ao ponto do banal. Com isso a coisa foi se tornando tão imbecil que era inevitável que surgisse sátiras prestando homenagem (ou tirando sarro) ao gênero, e com isso nasceu Todo Mundo Em Pânico. Não só satirizando a trilogia de Wes Craven mas também de outros filmes que faziam sucesso na época (Sexto Sentido, Bruxa de Blair, Os Suspeitos), o filme nada mais é do que uma brincadeira do começo ao fim mas com humor bem chulo onde envolve de tudo um pouco, de drogas ao sexo sem do nem piedade. Gerou mais quatro sequência e uma onda de outros filmes sátiras, mas que atualmente foi perdendo o fôlego e beirando ao ridículo. 
 
Hoje na Band, as 23h15min no Top Cine
 
       

quarta-feira, 16 de junho de 2010

Cine Curiosidades: Data de estréia de Karate Kid

Atendendo a um pedido de um leitor, Karate Kid tem estréia no Brasil dia 27 de agosto, mas com o sucesso inesperado nos EUA não me admira se a estréia fosse antecipada.
Enquanto o filme não vem, curtam ai o trailer.

  

Cine Curiosidades: PSICOSE: 50 ANOS DEPOIS (E 10 ANOS PARA MIM)

A MINHA PRIMEIRA VEZ COM UM CLÁSSICO
sinopse:Secretária (Janet Leigh) rouba 40 mil dólares para se casar. Durante a fuga, erra o caminho e chega em um velho motel, onde amavelmente atendida pelo dono (Anthony Perkins), mas escuta a voz da mãe do rapaz, dizendo, que não deseja a presença de uma estranha. Mas o que ouve na verdade algo tão bizarro, que ela não poderia imaginar que não viveria para ver o dia seguinte.
A primeira vez que eu vi Psicose foi a dez anos atraz eu acho, no Corujão. Sempre ouvia falar que o filme era um grande clássico e uma das melhores obras do diretor  Alfred Hitchcock. Naquela época, como era ainda tempo de VHS, gravei o filme obviamente, para então ver no outro dia, mas como estava muito ansioso esperei para ver madrugada adentro e não me arrependo, foi uma boa experiência. A sequência onde a trilha sonora ataca, (principalmente na cena do chuveiro) sempre me davam um pulo na cama, porque assustava mesmo e olha que era numa tv pequena com um som ruim, mas assustava, imagine na tela grande lançado naquele ano em 1960.
Outra coisa que me marcou é que foi o primeiro filme em preto e branco que eu assistia depois de muito, mas muito tempo. Naquele tempo eu ainda eu era mau acostumado com o cinema sempre em cores, mas foi apartir de de Psicose que comecei  a respeitar mais essas obras no tempo que eram somente preto e branco ou quando eram feitas em preto e branco, no caso de Psicose se encontra neste segundo plano, já que em 1960 já havia filmes a cores. Vendo Psicose da para entender porque filmes, desenhos e outras midias imitam e prestam homenagem a esse filme, tanto que  me lembro da novela da Globo "O MICO PRETO" em que uma determinada personagem é assassinada a facadas no chuveiro da mesma forma que aconteceu com a personagem de Janet Leigh mas claro sem o mesmo efeito. Enfim, isso foi a dez anos mas nunca me esqueço da boa sessão da madrugada no Corujão e da grande surpresa que presenciei no final do filme, não é a toa que  Anthony Perkins ficou marcado para sempre com o seu Norman Bates, só não compreendo até hoje como minha mãe adivinhou como era o fantastico final.
Houve sequências, até uma ruim refilmagem mas nada que tire brilho desse fantástico filme que Alfred Hitchcock deu uma verdadeira aula de como se faz um bom filme de suspense.    


curiosidades: Várias atrizes estiveram cotadas para o papel de Marion Crane: Eva Marie Saint, Piper Laurie, Martha Hyer, Hope Lange e Lana Turner.
Uma modelo nua foi utilizada por Hitchcock em algumas das cenas do chuveiro, na intenção de criar realismo.
O som ouvido do facão encravando no corpo de Marion na verdade o som de um facão encravando em um melão.
O sangue na cena do chuveiro na verdade calda de chocolate.
Psicose custou apenas US$ 800 mil e faturou mais de US$ 40 milhões nas bilheterias.
Para economizar nos custos de produção, Hitchcock resolveu por utilizar em  Psicose boa parte do elenco de sua série exibida na TV americana.
Alfred Hitchcock comprou anonimamente os direitos do livro de Robert Bloch, por apenas US$ 9 mil. Logo após distribuiu várias cópias do livro, mantendo sempre segredo sobre o final da história.
Psicose foi filmado em preto e branco por opção do próprio Alfred Hitchcock, que considerava que a cores o filme ficaria "ensanguentado" demais.

terça-feira, 15 de junho de 2010

Cine Clássicos: Especial: Road Movie: Thelma e Loise

NUNCA ABUSE DO PODER DE FOGO DE UMA MULHER 
sinopse: Cansadas da vida monótona que levam, duas amigas, uma garçonete quarentona (Susan Sarandon) e uma jovem dona-de-casa (Geena Davis) resolvem deixar tudo para trás num fim de semana. Mas no caminho se envolvem em encrencas e acabam sendo perseguidas pela polícia.
Ridley scott é um diretor que já fez de tudo um pouco e por isso mesmo nunca fica preso a um único género. Aqui ele mete o pé na estrada para contar a historia de duas amigas que cansadas do mundo que vivem decidem partir para longe para tentar uma nova vida, mas no percurso descobrem que não basta somente querer, mas sim enfrentar um mundo cheio de regras feitas pelo homem. Susan Sarandon e Geena Davis brilham nos seus papeis como se fossem os últimos papeis de suas vidas (o final das duas dialogando é tocante). Atenção para uma pequena mas importante participação de Brad Pitt em inicio de carreira, onde simplesmente conquista de imediato Geena Davis, tanto na ficção como na vida real.     

curiosidades: Foram utilizados cinco exemplares do automóvel Thunderbird 1966, utilizado durante o filme por Thelma e Louise. Um oficial, um reserva, um carro modificado especialmente para a câmera, e dois para fazer as cenas de efeitos.
O filme foi inteiramente rodado em locação, tendo como cenário estradas de Los Angeles e Utah.

Cine Clássicos: Especial: Heróis nas Telas: O MÁSKARA

Baseado numa obscura HQ, filme nasceu para o sucesso imediato
sinopse: Em Edge City vive Stanley Ipkiss (Jim Carrey), um cara decente que trabalha em um banco mas é socialmente desajeitado e sem muito sucesso com as mulheres. Após um dos piores dias da sua vida, ele acha no mar a estranha máscara de Loki, um deus escandinavo. Quando Stanley coloca a máscara, se transforma em O Máskara, um ser com o rosto verde que possui a coragem para fazer as coisas mais arriscadas e divertidas que Stanley receia fazer, inclusive flertar com Tina Carlyle (Cameron Diaz), a bela e sensual cantora que se apresenta no Coco Bongo, a discoteca do momento. O Máskara tem velocidade sobre-humana e um humor não-convencional e, enquanto isto, o gângster Dorian Tyrrell (Peter Greene), que namora Tina, se esforça para destruir o Máskara e se apoderar da máscara para usar seus poderes para o mal.

Apesar do visual ser idêntico, o Maskara dos quadrinhos ia por um lado mais sombrio, entretanto, seu visual e poderes obviamente serviriam como uma bela desculpa para ser levado a uma trama mais leve e divertida e com isso nasceu o filme que consagraria Jim Carrey. O ator usa e abusa dos seus trejeitos de tal forma que fica complicado até as vezes saber quando é efeito visual ou propio ator fazendo loucuras com seus movimentos do corpo. Espetaculo de efeitos especiais que lembram muitas vezes um desenho animado, piadas que beiram a perfeição, isso sem contar momentos únicos com o pequeno cachorro mailo. Apartir dai Jim Carrey dominaria as comédias dos anos 90.

Curiosidades: Estréia da atriz Cameron Diaz no cinema.
Na versão em DVD de O Máskarahá um prólogo, ocorrido no século XI, que mostra a chegada dos vikings à América e como eles deixaram a máscara de Loki no local.
O orçamento de O Máskarafoi de US$ 18 milhões, sendo que o filme arrecadou nas bilheterias de todo o planeta a quantia de US$ 320 milhões.

Cine Dicas: Lançamento em DVD (15/06/10): INVICTUS

Em tempo de copa do mundo, nada melhor do que ver um filme sobre uma copa do mundo que uniu um povo

Sinopse: Invictus acompanha o período em que Nelson Mandela (Morgan Freeman) sai da prisão em 1990, torna-se presidente em 1994 e os anos subsequentes. Na tentativa de diminuir a segregação racial na África do Sul, o rugby é utilizado para tentar amenizar o fosso entre negros e brancos, fomentado por quase 40 anos. O jogador Francois Pienaar (Matt Damon) é o capitão do time e será o principal parceiro de Mandela na empreitada.

Clint Estoood novamente faz a lição de casa e desta fez num fato curioso. Quando se soube que ele faria um filme de Nelson Mandela, todos achavam que seria obviamente uma cine biografia do lider Africano, contudo o filme foca a sua vida após a prisão e na tentativa de Nelson em unir o seu povo, não importando a cor e credo, atraves do jogo rugby, uma espécie de futebol americano mas sem as proteções no corpo. Tanto Morgan Freeman como Matt Damon brilham nos seus respectivos papeis e Clint mostra que basta pegar somente uma parte da vida de uma grande pessoa que se consegue se criar uma grande historia, que no caso de Mandela daria para se fazer vário filmes, mas com Invictus já vale por muitos. Atenção para a sequência final onde se mostra todos os lances e maneiras de como se jogar esse jogo, onde Clint Estood usa e abusa da camera lenta.

domingo, 13 de junho de 2010

Cine Dicas: Uma palavrinha do mestre

sábado, 12 de junho de 2010

Cine Dicas: Cinema cem anos luz de cara nova

E ai gente, a vida muda, as coisas mudam, o cinema em si sempre vai mudando para atrair novas pessoas para as salas, um bom exemplo disso é a explosão do 3D no cinema, e mudanças em sites não é diferente.
Com isso, apartir de hoje, estou mudando o visual do meu blog, mais charmoso e com uma vantagem, agora os vídeos HD não sofrem mais com o corte do lado como antes sofria, como podem ver, as coisas precisam mudar para melhorar.
Me acompanhem como sempre por aqui, abraços a todos.

Cine Dicas: Lançamento em DVD (11/06/10)

Preciosa
Sempre há um fio de esperança


Sinopse: Ambientado no Harlem, em 1987, a história de Claireece "Preciosa" Jones, uma garota Afro-Americana de dezesseis anos de idade, que tem uma vida repleta de dificuldades. Abusada pela mãe, violentada por seu pai, ela cresce pobre, analfabeta, gorda, sem amor e geralmente passa despercebida por todos. Após muita luta, dor e impotência, Preciosa começa uma jornada que a levará ao um mundo de luz, amor e auto-determinação.
Cinema muitas vezes é uma espécie de fuga, para as pessoas relaxarem e esquecer os problemas do mundo real e na maioria das vezes encontrarmos algo positivo, mas muitas vezes o próprio cinema nos transporta para uma realidade dura e cruel, que muitas vezes nos tentamos ignorar, mas pode estar no outro lado da esquina. O filme dirigido por Lee Daniels retrata bem isso, ao contar a historia de uma jovem que passa por um verdadeiro inferno antes que alcance sua redenção, contudo, precisara aprender que, apesar de tudo, há esperança, mesmo que no primeiro contato soe estranho a ajuda. Gabourey Sidibe se sai bem como protagonista, algo incrível, se levarmos em conta que jamais havia pensado antes em querer atuar, mas ela consegue passar toda a dor e o peso do mundo que carrega perante ao mundo nebuloso que vive, mas é Mo'Nique que da um verdadeiro show de interpretação fazendo a mãe perversa. Se a intenção era termos nojo e raiva dela todo momento que ela surgisse na tela, o trabalho então foi comprido pois sentimos verdadeiro ódio pelo que ela faz contra a filha e não teve jeito, Mo'Nique levou o Oscar de atriz Coadjuvante devido seu trabalho magistral feito do inicio ao fim (alias o fim chocante com um desabafo da sua personagem).
Ao longo dos anos, Preciosa irá figurar facilmente como um dos melhores filmes dessa primeira década do século 21, ousado, chocante, mas por mais estranho que seja, traz uma mensagem de esperança. Cinema não é um ponto de fuga para encontrar algo positivo? Aqui neste filme há.



sexta-feira, 11 de junho de 2010

Cine Dicas: Estréias no final de semana (11/06/10)

E ai gente. Semana meio agitada e acabei não postando muito por aqui mas estou sempre na área. Ontem começou a Copa do Mundo e todos os olhos do mundo se voltam para o futebol e com isso os cinemas darão uma certa freada nas estreias, portanto super produções não creio que irá estrear muito por aqui. Uma coisa que eu observo é que os filmes do verão norte americano que chegam para cá, tem sido pouco significativos, alias alguns já estão dizendo que esses é um dos piores dos últimos anos...bom, em meio a maçãs podres sempre haverá algo de qualidade quem sabe.
Voltando as estreias desse final de semana, teremos muita nostalgia dos anos 80, isso porque chega Esquadrão Classe A, quem não se lembra dessa série atire a primeira pedra. Até agora só ouvi criticas positivas, vamos ver, se o filme fizer sucesso, dai então não me surpreenderia se voltasse para as telonas Super Maquina, Duro Na Queda e dentre outras séries boas dos anos 80. Confiram:

ESQUADRÃO CLASSE A
Sinopse: Uma unidade operacional de elite foi condenada pela corte militar por um crime que não cometeu. Mas estes homens escaparam rapidamente da prisão de segurança máxima e passaram a viver clandestinamente no submundo de Los Angeles. Hoje ainda procurados mais »pelo governo sobrevivem como mercenários. Se você tem um problema e ninguém mais pode ajudar e se conseguir encontrá-los talvez você possa contratar o Esquadrão Classe A



Plano B
Sinopse:Após inúmeros namoros Zoe (Jennifer Lopez) decidiu que esperar pelo homem certo estava demorando demais. Determinada a se tornar mãe ela decide fazer uma inseminação artificial e vai sozinha à consulta. No dia marcado ela conhece Zoe Stan (Alex O mais »Loughlin) homem que pode ser ideal. A tentativa de manter uma relação de amizade e ao mesmo tempo esconder os sinais da gravidez torna-se uma comédia de erros para Zoe que envia sinais confusos para Stan. Quando ela revela nervosamente a razão do seu comportamento imprevisível Stan diz que está disposto a aceitar a situação. Ele jamais teve um relacionamento no qual uma noite alucinada de sexo implicaria em três pessoas na cama. O verdadeiro teste de gravidez chega no momento em que ambos se dão conta de que se conhecem pouco fora das situações de caos hormonal e de preparações para o parto.



Cartas para Julieta
Sinopse: Sophie (Amanda Seyfried) uma garota americana que vai passar as férias na Itália descobre uma não-respondida carta para Juliet uma das milhares de longas cartas deixadas por um personagem de ficcção conhecido como amante de Verona que normalmente são mais »respondidas pelas secretárias de Juliet. A garota então sai em busca dos amantes destas cartas.



Pecados do meu pai
Sinopse: A história de Pablo Escobar, chefe do mais famoso cartel de drogas da Colômbia, contada por seu filho, que relata a extraordinária infância que viveu com o pai que amava. Mostra a história das duas principais vítimas de Escobar e como seu filho tenta romper o ciclo de vingança e assassinatos por meio de uma busca de reconciliação com os filhos das vítimas de seu pai.

quarta-feira, 9 de junho de 2010

Cine Clássicos: Especial: Heróis nas Telas: Batman: O Retorno

Sequencia do original supera as expectativas
sinopse: Com o objetivo de manipular Gotham City, um milionário (Christopher Walken) tenta transformar o Pinguim (Danny DeVito), um ser deformado que tinha sido abandonado ainda bebê nos esgotos, em prefeito da cidade. Como se isto não bastasse, surge a Mulher-Gato (Michelle Pfeiffer) que, apesar de ser linda e sedutora, também tem dupla personalidade, em razão de problemas no passado. Ambos se tornam verdadeiros pesadelos para Batman no presente

Mais ação, mais sombrio e mais com cara de Tim Burton. Após o sucesso do filme anterior, o diretor teve total liberdade criativa e com isso criou um filme mais com sua cara do que o propio universo do Batman em si. Assim como anterior, os vilões fazem a festa e Danny DeVito e principalmente Michelle Pfeiffer roubam a cena a cada aparição (Pheiffer numa atuação digna de Oscar) como os vilões pinguim e Mulher Gato. Edição de arte primorosa e trilha sonora de Danny Hellman espetacular fazem desse filme uma sequencia indispensavel, pena que a cine série se perdeu nos fiascos Batman Eternamente e Batman e Robin.


Curiosidades: A atriz Sean Young tentou de todas as formas convencer o diretor Tim Burton e os produtores do filme de que seria a atriz ideal para interpretar a Mulher-Gato em Batman - O Retorno. Young chegou ao ponto de, por conta própria, aparecer no estúdio de filmagens com a roupa da personagem, em mais uma tentativa de convencê-los a ganhar o papel.- Durante as filmagens, Danny DeVito foi proibido por contrato de contar a qualquer pessoa, inclusive sua própria família, detalhes sobre a maquiagem utilizada na caracterização de seu personagem.

terça-feira, 8 de junho de 2010

Cine Clássicos: VIVOS

Retrato fiel de uma das maiores provas de sobrevivência da historia
sinopse: Um time uruguaio de rugbi decide realizar uma viagem para sobrevoar os Andes. Em meio à viagem um acidente faz com que o avião caia em plena neve, deixando apenas de 20 a 25 sobreviventes. São enviados ao local vários aviões de reconhecimento, mas devido ao péssimo tempo o serviço é atrasado e posteriormente faz com que se desista por procurar sobreviventes. Após semanas sem comida, os sobreviventes da queda do avião passam a viver um dilema: ou se alimentam de carne humana dos que já faleceram ou também irão morrer.

Frank Marshall teve a difícil missão de retratar o que realmente o que aconteceu nos 70 dias em que os sobreviventes do time uruguaio tiveram que passar por vários obstáculos (como a fome por exemplo) para sobreviver nos Andes. O filme mescla momentos de drama com alguns toques de humor, mas ao mesmo tempo momentos pesados, principalmente onde os personagens tem a difícil escolha em seguir o canibalismo para sobreviver. Atenção para a assustadora e fantástica cena do acidente do avião no inicio do filme.

Curiosidades:
O verdadeiro Nando Parrado foi consultor técnico de Vivos
.

Cine Clássicos: Especial: Heróis nas Telas: Dick Tracy

Na esteira do sucesso de Batman, filme de Warren Beatty foi uma agravel surpresa
sinopse: Tess Trueheart (Glenne Headly) quer apenas ter uma vida tranqüila com seu namorado, Dick Tracy (Warren Beatty), um detetive da polícia. Mas há alguém na cidade bem vil que pode atrapalhar os sonhos dela. Este alguém é Big Boy Caprice (Al Pacino), um gângster que decidiu fazer uma guerra pelo domínio da cidade e comandar todos os bandidos. Além disto há uma bela cantora de boate, Breathless Mahoney (Madonna), que é praticamente irresistível e deseja Tracy só para ela.

Muitos fãs de quadrinhos reclamam de certos filmes baseados em HQ, nos quais faltava a fidelidade, mas vendo o filme de Dick Tracy fico me perguntando no que os fãs reclamariam então, já que a  fidelidade é a palavra chave nesta película. O filme é uma verdadeira historia em quadrinho viva, onde os cenários, figurinos, fotografia e personagens parecem saídos dos quadrinhos de antigamente, embalado por uma historia que nos faz relembrar os bons e velhos tempos de uma historia mais inocente, onde os heróis e vilões eram bem definidos. Warren Beatty, além de dirigir o filme, caiu como uma luva interpretando o velho personagem, mesmo usando uma roupa berrante amarela, Warren ficou perfeito. Destaco também a divertida e perfeita perfomasse de Al Pacino como o vilão Big Boy e dos momentos musicais liderados pela cantora Madonna onde interpreta a mulher fatal da trama.


curiosidades: Vencedor de 3 Oscar
Foi o primeiro filme feito com som digital.
As cores utilizadas no filme são exatamente as mesmas usadas nas tiras de quadrinhos do personagem Dick Tracy: vermelho, azul, preto, branco, amarelo, verde, laranja e lilás.

Cine Dicas (na TV): O Homem Sem Sombra (possivelmente)

Sinopse: Depois de anos de testes, o Dr. Sabastian Caine, um cientista brilhante, egoísta e arrogante que trabalha para o Departamento de Defesa, consegue realizar com sucesso experiências que tornam cobaias invisíveis, trazendo-as mais tarde à sua forma física original. Disposto a romper a última barreira, Caine dá início a terceira fase de seu projeto: a experimentação em seres humanos. Caine oferece-se como cobaia para ser o primeiro humano a vivenciar a invisibilidade. Depois do sucesso do projeto, a tensão aumenta quando sua equipe não consegue torná-lo visível novamente. Com o passar dos dias, a situação fica mais e mais fora de controle, condenando Caine a um futuro sem corpo, a viver como O HOMEM SEM SOMBRA.

Na época o filme gerou um burburinho sobre os efeitos especiais, revolucionários diga-se de passagem. É impressionante a transformação de Kevin Bacon para um homem invecivel, exigiu muito esforço dos produtores em mostrar cada parte, desde musculos a esqueleto, vendo desaparecer. No geral é quase como a mesma historia contada no Homem Invicivel dos anos 30, apesar de não ser tão memoravel quanto aquele clássico, contudo, é um filme imperdivel para aqueles que irão madrugar amanha, desde que a maioria dos espectadores escolham ele para ser exibido amanhã no intercine.


curiosidades: Durante as filmagens, a atriz Elizabeth Shue sofreu um acidente no tendão de Aquiles que impossibilitou-a de filmar novas cenas para O Homem Sem Sombra. Como ela já havia gravado muitas cenas como a personagem Linda McKay e sairia muito caro contratar outra atriz em seu lugar e regravar tais cenas, os produtores e o diretor Paul Verhoeven resolveram paralisar as filmagens até que a atriz se recuperasse totalmente;

Amanhã: Intercine: Rede Globo: 2h00

segunda-feira, 7 de junho de 2010

Cine Dicas: Lançamento em DVD (07/06/10)

EDUCAÇÃO
Sinopse: A transição da jovem Jenny (Carey Mulligan) da adolescência à idade adulta, na Grã-Bretanha no início dos anos 60, na passagem do período ultrarrígido que se seguiu à Segunda Guerra Mundial para a década liberal que viria a seguir. Ela é uma aluna brilhante, dividida entre estudar para conseguir uma vaga em Oxford ou seguir pela alternativa mais excitante oferecida por um homem mais velho e carismático.

Baseado nas memorias da jornalista britânica Lynn Barber, o filme é sobre a delicada (mas com levesa) transição da vida de uma jovem para a vida adulta e enfrentar as suas escolhas que irá tomar daqui para frente, onde da obrigação de estudar para realizar seus sonhos, passara a saborear certos prazeres da vida ao conhecer alguem que acredita que a ama, mas as coisas não são bem assim. Uma das grandes revelações do ano, Carey Mulligan ganhou indicações para inumeros prêmios (inclusive ao Oscar) ao fazer uma jovem determinada a seguir seus objetivos mas que não esconde os desejos em realizar outros sonhos ao lado de alguem que se apaixona. Olivia Williams, Alfred Molina, Cara Seymour, William Melling, Connor Catchpole, Matthew Beard e Peter Sarsgaard completam o elenco desse pequeno filme que vale a pena ser descoberto nas locadoras.

Curiosidades:  Recebeu três indicações do Oscar 2010: Melhor Filme, Melhor Atriz (Carey Mulligan), Melhor Roteiro Adaptado.
Melhor Filme (Público) da Competição Internacional do Festival de Sundance de 2009

Cine Dicas (na TV): O Céu de Suely

Sinopse: Suely nasceu e foi criada na pequena cidade de Iguatu, Ceará, na Região Nordeste do Brasil. Grávida, tenta a vida em São Paulo com o namorado. Meses depois, porém, volta à cidade natal, sem desistir de seu sonho de morar na cidade grande. Para concretizá-lo definitivamente, bola um plano para conseguir condições materiais.

Karim Aïnouz.(diretor de Madame Satá) explora ao maximo o que leva uma jovem que ao perceber que perdeu os seus sonhos decidi tomar um atitude radical de mudar a sua vida, tanto que não medira esforços para conseguir seus objetivos. Filme que explora a beleza mas ao mesmo tempo da vida dificiel daquele que mora em Iguatu. Hermila Guedes faz o papel de sua vida e cada momento da projeção da um show de interpretação onde transmite todas as suas dores e tristezas, mas ao mesmo tempo determinação.

Hoje: Sessão Brasil: Rede Globo: 2h10min

Cine Dicas( na TV): Piratas do Caribe - O Baú da Morte

sinopse: Elizabeth Swann (Keira Knightley), a filha do governador Weatherby (Jonathan Pryce), está prestes a se casar com o ferreiro Will Turner (Orlando Bloom). Porém o evento é atrapalhado pela ameaça de Davy Jones (Bill Nighy), o capitão do assombrado navio Flying Dutchman, que tem uma dívida de sangue com o capitão Jack Sparrow (Johnny Depp), amigo do casal. Temendo ser amaldiçoado a uma vida após a morte como escravo de Jones, Sparrow precisa encontrar o misterioso baú da morte para escapar da ameaça.

Para aqueles que não teram pressa de ir dormir hoje a noite, nada melhor do que curtir uma super aventura nos sete mares. O Baú da Morte feitos pelos estudios Disney arrastou multidões para conferir a nova aventura de Jack Sparrow e não é para menos, Johnny Depp rouba a cena a cada momento que surge, tanto que ficamos até irritados quando a trama perde tempo com os outros personagens como Wil Turner (Orlando Bloom). Show de efeitos especiais (vencedor do Oscar)  e um final inesperado que deixou inumeras pontas soltas para o terceiro filme.

Hoje: Tela Quwnte: Rede Globo: 22h10min