Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 20 de outubro de 2009

Cine Clássicos: Especial Mês das Bruxas: A Hora do Pesadelo

Depois desse filme, ter pesadelos se tornou mais perigoso 

sinopse:

Um grupo de adolescentes tem pesadelos horríveis, onde são atacados por um homem deformado com garras de aço. Ele apenas aparece durante o sono e, para escapar, é preciso acordar. Os crimes vão ocorrendo seguidamente, até que se descobre que o ser misterioso é na verdade Freddy Krueger (Robert Englund), um homem que molestou crianças na rua Elm e que foi queimado vivo pela vizinhança. Agora Krueger pode retornar para se vingar daqueles que o mataram, através do sono.


Excelente exemplo de moderno cinema de horror, não assista antes de dormir. Exito de bilheteria, o filme acabou gerando mais cinco filmes (nenhum com a mesma qualidade) e deu origem a uma série epsodios na tv que poucas pessoas se lembram. 

curiosidades

Freddy Krueger foi criado por Wes Craven para ser mais um serial killer silencioso, no estilo de Jason Voorhess e Michael Myers. Nos filmes seguintes da série o personagem passou a ganhar mais humor negro;
A participação de Johnny Depp em A Hora do Pesadelo foi ocasional. O ator foi às audições para o elenco apenas para acompanhar um amigo, tendo recebido no local um convite do diretor Wes Craven para que também fizesse um teste;
A Hora do Pesadelo marca a estréia de Johnny Depp no cinema;

Nenhum comentário: