Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 30 de outubro de 2009

Cine Clássicos Contemporâneos: Especial Mês das Bruxas: O CHAMADO

REFILMAGEM DE UM FILME JAPONES QUE GEROU INUMERAS IMITAÇÕES MAS NÃO COM O MESMO RESULTADO

sinopse:

Rachel Keller (Naomi Watts) é uma jornalista que decide investigar a misteriosa morte de sua sobrinha. Ela percebe a relação da morte dela e de várias outras mortes com um estranho vídeo, que faz com que todas as pessoas que o assistam morram exatamente sete dias depois. Intrigada com a história, ela agora precisa descobrir um meio que impeça que a profecia se realize, já que ela e seu filho assistiram ao vídeo.


Com falta de idéias criativas,  hollywood decidiu refilmar da sua maneira filmes estrangeiros de sucesso no mundo afora e isso tudo começou com esse filme, uma refilmagem da pelicula de 1998 de   Hideo Nakata no japão. Resultado? Apesar de ser um tanto que inferior se comparado ao original o filme possui inumeros sustos na medida certa e toca em assuntos sobrenaturais que de vez em outra o cinema revitaliza. Gore Verbinski conseguiu criar momentos de pura tensão como a sequencia do cavalo que imediatamente se tornou clássica e as cenas da posivel fita amaldiçoada são apresentadas de um modo sublime e arrepiante. Gerou um enorme sucesso, uma sequencia inferior e inumeras imitações que muitas acabaram não sobrevivendo ao longo do tempo.     

Curiosidades:
Não há créditos de abertura em O Chamado.
Alguns frames do vídeo foram inseridos no próprio filme, de forma subliminar.
Sutis imagens de círculos, nas suas mais diversas formas, estão presentes no decorrer do filme.
Estão presentes em O Chamado várias referências visuais a filmes dirigidos por Alfred Hitchcock, como Janela Indiscreta, Psicose e Trama Diabólica.

Nenhum comentário: