Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 12 de junho de 2012

Cine Especial; Historia do Cinema Brasileiro: Parte 7


Nos dias 16 e 17 de Junho, estarei participando do curso HISTORIA DO CINEMA BRASILEIRO, criado pelo CENA UM  e ministrado pelo jornalista Franthiesco Ballerini. E enquanto os dois dias não vêm, por aqui, falarei um pouco desse universo verde amarelo do nosso cinema.

PIXOTE

Sinopse: Pixote (Fernando Ramos da Silva) foi abandonado por seus pais e rouba para viver nas ruas. Ele já esteve internado em reformatórios e isto só ajudou na sua "educação", pois conviveu com todo o tipo de criminoso e jovens delinqüentes que seguem o mesmo caminho. Ele sobrevive se tornando um pequeno traficante de drogas, cafetão e assassino, mesmo tendo apenas onze anos.

Retrato triste e cru da vida de menores abandonados em grandes cidades brasileiras, que para alguns críticos se parece com Os Esquecidos, de Luis Buñuel. Marília Pêra tem aqui um dos seus melhores desempenhos de sua carreira, tanto, que foi eleita melhor atriz do ano pela Associação dos Críticos de Nova York. Bem recebido nos EUA, abriu caminho para Erico Babenco no mercado americano.   


O beijo da Mulher Aranha

Sinopse: Em uma prisão na América do Sul, dois prisioneiros dividem a mesma cela. Um é homossexual e está preso por comportamento imoral e o outro é um prisioneiro político. O primeiro, para fugir da triste realidade que o cerca, inventa filmes cheios de mistério e romance, mas o outro tenta se manter o mais politizado possível em relação ao momento que vive. Mas esta convivência faz com que os dois homens se compreendam e se respeitem.

Baseado na versão teatral do livro do argentino Manuel Puig, é um filme sombrio e claustrofóbico, mas profundamente humano. Concorreu ao Oscar de melhor filme, diretor (para Erico Babenco) e ator, no qual Wiliam Hunt recebeu o prêmio. Também premiado no festival de Cannes.              

Eu se que vou te amar

Sinopse: Um casal jovem que se ama até o delírio resolver viver em duas horas um jogo da verdade sobre tudo o que já lhes aconteceu, numa psicanálise filmada com risos e lágrimas.

Apenas um longo dialogo entre os personagens, mas pode despertar emoções variadas. Fernanda Torres dividiu com Barbara Sukowa o prêmio de melhor atriz no festival de Cannes. 





Me Sigam no Facebook e Twitter:

2 comentários:

Gilberto Carlos disse...

Adoro esses filmes, principalmente Pixote - A lei do mais fraco e O beijo da mulher aranha. Babenco é excepcional.

Marcelo C,M disse...

É uma pena vc não participar desse curso meu amigo, pois ele vai estar demais.