Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sábado, 7 de setembro de 2019

Cine Dica: 'Limite', de Mário Peixoto,em destaque na Sala Redenção

Limite

Uma mostra sobre o maior conflito militar do século XX. Uma sessão com animações internacionais. Um debate para discutir direitos humanos a partir do premiado Três Anúncios Para Um Crime. Um longa brasileiro experimental produzido em 1930. É assim, abordando diferentes temáticas e gêneros audiovisuais que a programação de 9 a 13 de setembro se apresenta na Sala Redenção. 
Considerado uma obra-prima da cinematografia nacional, o longa Limite, dirigido por Mário Peixoto em 1930,  foi único filme brasileiro escolhido por David Bowie na seleção de seus dez favoritos da América Latina. Com uma linguagem experimental, o filme fala sobre a passagem do tempo e a condição humana a partir de uma viagem de duas mulheres e um homem em um pequeno barco à deriva. Uma das mulheres escapou da prisão; a outra estava desesperada; e o homem tinha perdido sua amante. Cansados, eles param de remar, se conformam com a possibilidade da morte e relembram situações vividas no passado. A produção, considerada em 2015 o 1º lugar da lista feita pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema (Abraccine) dos 100 melhores filmes brasileiros de todos os tempos, tem exibição na terça-feira, 10 de setembro, às 19h. Haverá, após a sessão, debate sobre a película com o secretário do Clube de Cinema de Porto Alegre, Carlos Casanova.
A programação dá continuidade à Mostra Segunda Guerra, inciada na última semana, com a história de uma jovem judia em busca de respostas sobre os mistérios da infância de sua mãe, fugitiva da Alemanha Nazista. Dirigido por Margarethe von Trotta, As Mulheres de Rosenstrasse ocupa as telas no dia 9 de setembro, segunda-feira, às 16h. Além do filme de Margarethe, longas sobre a Batalha de Stalingrado, a luta pela posse da ilha de Iwo Jima e o drama dos soldados japonese também serão exibidos como parte da mostra. 
Já no meio da semana,  Três Anúncios Para Um Crime conta o drama e o luto de uma mãe que perdeu a filha em uma situação bárbara e explora os sentimentos variados de uma sociedade frente à violência. Estrelado por Frances McDormand, atriz vencedora do Oscar de melhor atriz em 2018, o filme é o escolhido para a sessão CineDHebate Direitos Humanos. A exibição acontece no dia 11, às 19h e é uma parceria entre a Liga dos Direitos Humanos da Faculdade de Educação da UFRGS e o Cinema Universitário. 
“A animação contemporânea mundial prima pela extrapolação da imaginação e por tocar em assunto pertinentes sociedade atual de maneira lúdica travestido pôr uma sedução plástica, os filmes usam da subversão de imagens impactantes para atingir em profundidade imediata o espectador”. Essa é a proposta da mostra de curtas de animação que encerra a semana na Sala Redenção. A MUMIA – Mostra Udigrudi Mundial de Animação de Belo Horizonte, após já ter passado pelo Rio de Janeiro e por São Paulo, exibe oito curtas-metragem brasileiros na quinta-feira, 12 de setembro, às 19h. Ampliando os espaços de imaginação e das possibilidades de novo dizeres e de novo sentires, a Mostra se propõe a ser um estímulo à cultura cinematográfica brasileira e um espaço para formação de novos espectadores e realizadores.

Veja programação completa no site oficial clicando aqui. 

Joga no Google e me acha aqui:  

Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: