Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 29 de agosto de 2018

Cine Dica: Projeto Raros e Takara em cartaz (30 de agosto a 5 de setembro)

PORNOCHANCHADA EM DEBATE E LONGA FRANCO-JAPONÊS EM CARTAZ NA CINEMATECA CAPITÓLIO PETROBRAS


AS AVENTURAS AMOROSAS DE UM PADEIRO

A programação da semana da Cinemateca Capitólio Petrobras apresenta duas sessões especiais que destacam as pornochanchadas brasileiras dos anos 1970. Na quinta-feira, 30 de agosto, às 20h, a diretora Fernanda Pessoa participa de um debate após a exibição do longa-metragem Histórias Que Nosso Cinema (Não) Contava. A mediação é da cinéfila e pesquisadora Juliana Costa. O valor do ingresso é R$ 16,00, com meia entrada para estudantes e idosos.

PROJETO RAROS APRESENTA AS AVENTURAS AMOROSAS DE UM PADEIRO

Na sexta-feira, 31 de agosto, às 20h, uma edição especial do Projeto Raros apresenta a cópia em 35mm de As Aventuras Amorosas de um Padeiro, de Waldir Onofre, uma das obras investigados pelo filme de Fernanda Pessoa, Histórias Que Nosso Cinema (Não) Contava. Após a sessão, a diretora participa de um debate com a cineasta e produtora Mariani Ferreira. Com apoio da Cinemateca do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro, a sessão tem entrada franca.

AS AVENTURAS AMOROSAS DE UM PADEIRO
(Brasil, 1975, 100 min, 35mm)
de Waldir Onofre
Elenco: Paulo César Peréio, Maria do Rosario, Haroldo de Oliveira, Ivan Setta, Procópio Mariano, Rafael de Carvalho

Sinopse: As aventuras amorosas não são do padeiro, interpretado por Peréio, mas sim de Rita, uma carioca suburbana que casou virgem e agora quer descobrir o que é bom. Ela resiste às investidas do português e se envolve com Saul, um artista negro e todo trabalhado no misticismo típico da era de aquarius.

Waldir Onofre foi um ator e cineasta brasileiro nascido no ano de 1934. Estreou profissionalmente no teatro com uma montagem de O Contato, em 1960. Logo estrearia no cinema, em episódio dirigido por Miguel Borges no longa-metragem Cinco Vezes Favela. Trabalhou em diversos filmes de Nelson Pereira dos Santos, que o incentivou a realizar seu próprio longa. Em 1975, lançou As Aventuras Amorosas de um Padeiro e tornou-se um dos diretores negros pioneiros no cinema brasileiro. Nos anos seguintes, realizou curtas que também retratavam o cotidiano do subúrbio carioca. Na década de 1980, idealizou um projeto de uma agência de figuração dedicada exclusivamente a atores negros. Onofre morreu aos 80 anos, em 2015.     


ESTREIA DE TAKARA - A NOITE EM QUE NADEI

Takara - A noite em que nadei
(Takara - La nuit où j'ai nagé)
um filme de Damien Manivel & Kohei Igarashi
78 min., 2017, França/Japão, DCP
Distribuidora: Zeta Filmes

sinopse Toda noite, um homem sai de casa para trabalhar no mercado de peixe da cidade. Na casa silenciosa, Takara, seu filho de seis anos, não consegue dormir e desenha um peixe e coloca em sua mochila. De manhã, ainda sonolento, o caminho de Takara para a escola se transforma em uma aventura inesperada em direção à cidade, nas montanhas nevadas do Japão


GRADE DE HORÁRIOS
30 de agosto a 5 de setembro de 2018

30 de agosto (quinta)
15h – A Vênus Loira
17h - Takara - A Noite em que Nadei
18h30 - Mulher Satânica
20h – Histórias Que Nosso Cinema (Não) Contava + debate com Fernanda Pessoa

31 de agosto (sexta)
15h – Desonrada
17h - Takara - A Noite em que Nadei
18h30 - Histórias Que o Nosso Cinema (Não) Contava
20h – Projeto Raros Especial (As Aventuras Amorosas de um Padeiro, de Waldir Onofre)

1 de setembro (sábado)
15h – A Imperatriz Vermelha
17h – Takara - A Noite em que Nadei
18h30 - Histórias Que o Nosso Cinema (Não) Contava
20h – Geração Proteus

2 de setembro (domingo)
15h – Mulher Satânica
17h – Takara - A Noite em que Nadei
18h30 - Histórias Que o Nosso Cinema (Não) Contava
20h – Corrida Silenciosa

4 de setembro (terça)
15h – Marrocos
17h – Takara - A Noite em que Nadei
18h30 - Histórias Que o Nosso Cinema (Não) Contava
20h – THX 1138

5 de setembro (quarta)
15h - O Expresso de Shanghai
17h – Takara - A Noite em que Nadei
18h30 - Histórias Que o Nosso Cinema (Não) Contava
20h - Os Invasores de Corpos

Nenhum comentário: