Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 27 de agosto de 2009

Cine Animação: Carros

Um verdadeiro Road Movie animado da Pixar
Sinopse:
Relâmpago McQueen (dublado por Owen Wilson na versão original) é um carro de corrida estreante e ambicioso. A caminho de Los Angeles para a corrida que pode lhe dar a tão sonhada Taça Pistão, ele se perde e vai parar na pacata cidade de Radiator Springs, à beira da famosa Rota 66. McQueen acaba fazendo amizade com os residentes locais – a bela Porsche Sally (dublada por Bonnie Hunt na versão original e por Priscila Fantin na brasileira), Doc Hudson (dublado por Paul Newman na versão original e por Daniel Filho na brasileira) e o velho e simpático reboque Mate -, que o ajudam a ver que há coisas mais importantes que troféus, fama e patrocínios.

Após alguns anos sem dirigir, John Lasseter (que lançou Toy Story no cinema) fez esse filme inspirado nas viagens com a sua família na rota 66.
Como toda ótima historia que a Pixar cria, o filme não falta lições de superações e amizade, além de claro ser uma bela homenagem ao esporte de alta velocidade. Personagens carismáticos, destaco o simpático reboque Mate e o velho e sério Doc Hudson (dublado magistralmente pelo ator Paul Newman).

Curiosidades: Os créditos de Carros contêm pequenas seqüências dos personagens indo no cinema para assistir a versões de seu próprio universo dos filmes da Pixar, tais como Toy Car Story, Monsters Trucks, Inc., etc.
A personagem de Sally pode ter sido parcialmente inspirada na peça de
Shakespeare O Mercador de Veneza, onde há uma advogada chamada Portia, cuja pronúncia se assemelha a Porsche.

Nenhum comentário: