Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Cine Especial: Clube De Cinema De Porto Alegre: ‘Em Quem Você Pensa Que Sou’

Sinopse: Claire, de 50 anos, resolve criar um perfil falso em uma rede social para acompanhar seu namorado, que é bem mais jovem. Lá, ela se esconde com a identidade de Clara, uma bela jovem de 24 anos. Neste universo virtual ela cria uma relação com Alex e os dois acabam se apaixonando. 

Em tempos atuais em que os relacionamentos tradicionais andam cada vez mais escassos, é curioso que as pessoas procurem outros meios de se relacionar, mesmo em situações que não lhes dão exatamente o tão desejado amor verdadeiro. No filme "Ela" (2013), por exemplo, testemunhamos uma história de amor absurda, mas que dialoga exatamente sobre esses tempos atuais em que as redes sociais de relacionamentos predominam e nos dominam. Já em "Quem Você Pensa Que Sou" a identificação com a trama se torna imediata e fazendo a gente se colocar no lugar da protagonista.
Dirigido pelo estreante Safy Nebbou, o filme conta a história de Claire (Juliette Binoche), que decide contar os principais eventos recentes de sua vida para uma psicóloga (Nicole Garcia). Durante as consultas, descobrimos que Claire criou um perfil falso pelo Facebook para vigiar um namorado, mas que acabou se apaixonando pelo seu amigo Alex mesmo não se vendo pessoalmente. Não demora muito para esse relacionamento virtual se tornar intenso e até mesmo irreversível.  

Conheça e anuncie na Rádio Cultura Cigana. https://radioculturacigana.minhawebradio.net/

Safy Nebbou cria um belíssimo visual sobre os tempos atuais em que vivemos, cuja a fotografia azulada sintetiza o lado frio dos relacionamentos a distância e que, por vezes, acabam de um modo que não se deveria. Curiosamente, o cineasta faz um paralelo do assunto com os reflexos vistos nos vidros e espelhos que surgem na tela e nos dando a entender que a protagonista gostaria de se ver como uma outra pessoa. É aí que surge a questão dos avatares virtuais, onde as pessoas inventam que são outras e para assim se sentirem mais desejadas.
Juliette Binoche, novamente, nos brinda com uma atuação digna de nota, onde a sua personagem representa uma pessoa que teme pela solidão e que nos faz nos identificarmos facilmente com ela. Por mais absurda que seja a ideia de uma relação amorosa virtual, o que acontece na tela nada mais é do que acontece com a maioria das pessoas do mundo real nos dias de hoje. Curiosamente, mesmo com a trama beirando ao verossímil, ficamos desconcertados com a situação e isso é muito bem representado pelas reações da psicóloga  da trama, que é brilhantemente interpretada por Nicole Gacia.
Além da questão dos relacionamentos virtuais visto na obra, Safy Nebbou faz questão também de explorar o vício atual da população em acreditar em qualquer fake news da vida. No caso do filme, testemunhamos um ato final com diversos pontos de finalização da história e do qual ficamos nos perguntando até o último minuto sobre o que é real ou mentira visto na tela. Se por um lado isso pode parecer um tanto que forçado, do outro, é interessante como isso gera diversos sentimentos conflitantes em nós e fazendo a gente questionar ainda mais sobre os dilemas das relações humanas e das verdades infundadas do nosso mundo real que surgem hoje em dia.
"Quem Você Pensa Que Sou" é uma grata surpresa para quem procura buscar questionamentos sobre os relacionamentos e verdades e mentiras dos nossos tempos contemporâneos. 


Conheça e anuncie na Rádio Cultura Cigana.


NOTA: Filme exibido para associados e não associados  do Clube De Cinema De Porto Alegre no último domingo (20/10/19) na Casa de Cultura Mario Quintana.    

Faça parte do Clube de Cinema de Porto Alegre.  
Mais informações através das redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/ccpa1948
twitter: @ccpa1948  
Instagram: @ccpa1948 


Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

2 comentários:

Lutche Mansur disse...

Parabéns. Excelente texto. Fiquei com vontade de assistir o filme. Tema muito atual.

Marcelo Castro Moraes disse...

Mais atual do que nunca