Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 2 de outubro de 2019

Cine Dica: Em Cartaz: 'Foro Íntimo' - Justiça Claustrofóbica

Sinopse: Mesmo não tendo cometido nenhum crime, um importante juiz criminal se vê preso. Isso porque, devido ao seu trabalho de risco, ele está sendo severamente ameaçado de morte. 

"Foro Íntimo" é uma daquelas tramas que podem ser atraídas em dois sentidos. Em uma primeira observação, a obra pode ser encaixada dentro do gênero tribunal, ao assistirmos a história sobre um juiz (Gustavo Werneck) que tenta julgar um grupo de políticos corruptos. Porém, o filme pode ser visto também como uma obra que vai pelo lado de fora do convencional, onde mostra o isolamento desse protagonista que tenta manter a sua sanidade mental em meio a um sistema já contaminado ao longo do seu tempo.   

Conheça e anuncie na Rádio Cultura Cigana. https://radioculturacigana.minhawebradio.net/

Neste último caso, é o que mais salta os olhos para aqueles que forem assistir "Foro Íntimo", primeiro longa-metragem de Ricardo Mehedff. Cheio de significados nas entrelinhas, a história coloca o cinéfilo na mesma situação do protagonista. As paredes do local dos eventos se tornam algo peculiar na visão dele e aos nossos olhos. Por toda a sua volta, assim como os demais personagens que surgem na tela, tudo se torna suspeito e na possível conspiração diabólica contra o próprio.  
Essa construção psicológica e visual tudo se deve ao cineasta e seu talento em conseguir nos prender na poltrona. O enquadramento, com os seus planos fechados, cria uma situação claustrofóbica e da qual nos contagia. A bela fotografia em preto e branco sintetiza um pesadelo crescente e nos lembrando até mesmo do melhor do cinema expressionista.   
Gustavo Werneck, do filme "Batismo de Sangue" (2006), também apresenta um ótimo desempenho em cena, ao conseguir transmitir para nós uma pessoa em desespero e pronta para sair dos trilhos. É uma pena, portanto, que os demais personagens em cena não nos passe o mesmo efeito, mas não significa que isso prejudique o resultado final da obra como um todo.  O filme somente teria ganho maiores camadas de interpretação e tornado a sessão ainda mais desafiadora do que o normal.
"Foro Íntimo" é um filme provocativo, de significados abstratos e que instiga o cinéfilo do começo ao fim da projeção como um todo. 

Conheça e anuncie na Rádio Cultura Cigana.


Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: