Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 11 de setembro de 2018

Cine Dica: Capitólio Em Cena e Tela Indígena (11 a 23 de setembro)

CAPITÓLIO EM CENA E TELA INDÍGENA SÃO DESTAQUES DA PROGRAMAÇÃO DA CINEMATECA CAPITÓLIO PETROBRAS
ISABELLE HUPPERT, ATRIZ ETERNAMENTE

De 11 a 23 de setembro, a Cinemateca Capitólio Petrobras e o Porto Alegre Em Cena apresentam a mostra Capitólio em Cena, com uma seleção de filmes que dialogam com a programação do Festival Internacional de Artes Cênicas de Porto Alegre. Entre os destaques, há a sessão comentada de Olmo e a Gaivota, de Petra Costa e Lea Glob, com a presença dos atores Olivia Corsini eSerge Nicolai, e exibição especial de O Rei da Vela, de José Celso Martinez Correa e Noilton Nunes. O valor do ingresso é R$ 10,00, com meia entrada para estudantes e idosos.

A partir de quinta-feira, 13 de setembro, a Cinemateca Capitólio Petrobras recebe a terceira edição da mostra Tela Indígena, com sessões vespertinas e noturnas comentadas por realizadores de cinema indígena. A programação tem entrada franca.  

III TELA INDÍGENA

A terceira edição da mostra Tela Indígena apresenta sessões especiais e atividades de troca de saberes com pensadores e artistas de vários lugares do Brasil, exposições de arte contemporânea, artesanato e música indígena. A Mostra Tela Indígena apresenta diferentes olhares, experiências visuais, maneiras de fazer cinema e de construir narrativas, refletindo sobre temas contemporâneos junto aos realizadores indígenas convidados. Durante a semana, o audiovisual é ferramenta de diálogo. É como portal que desloca os espectadores a outras perspectivas históricas, artísticas, políticas. Uma abertura a outros mundos possíveis. Todas as sessões e atividades têm entrada franca. Confira a programação completa no site da mostra: https://www.mostratelaindigena.com.br/


CAPITÓLIO EM CENA

Em busca de uma cidade culturalmente efervescente, o Porto Alegre em Cena também realiza parcerias pensando nos amantes das telonas. Em conjunto com a Cinemateca Capitólio Petrobras, apresentamos uma mostra de cinema, paralela à programação de teatro – música e dança – a qual dialoga com a curadoria do festival. O valor do ingresso para as sessões da mostra Capitólio Em Cena é R$ 10,00, com meia entrada para estudantes e idosos. A programação tem o apoio da Embaixada da França, da Cinemateca da Embaixada da França no Brasil, e do Institut Français


FILMES

O REI DA VELA
Brasil, 1982, HD, 160.
de José Celso Martinez Correa e Noilton Nunes

Filmagem da montagem histórica da peça de Oswald de Andrade, onde milionários decadentes, filhos depravados, capitalistas corruptos e implacáveis são os personagens interpretados pelo Grupo Oficina, em uma célebre apresentação teatral realizada no ano de 1967, gravada fundamentalmente em 71 e lançada mais de dez anos depois

OLMO E A GAIVOTA
Brasil, Dinamarca, 2015
de Petra Costa e Lea Glob
Com Serge Nicolai, Olivia Corsini, Shaghayegh Beheshti/85. DCP

Uma atriz de teatro se prepara para um novo papel e descobre que está grávida. Determinada a continuar trabalhando, seu desejo de liberdade entra em conflito com as limitações do seu corpo, especialmente quando sua gravidez se vê ameaçada.

INSOLAÇÃO
Brasil, 2009
de Daniela Thomas e Felipe Hirsch
Com Paulo José, Leandra Leal, Maria Luisa Mendonça, Simone Spoladore, Leonardo Medeiros/ 100. DCP

O filme retrata histórias de amor não correspondido. Em uma cidade vazia, jovens e idosos confundem a febre da insolação com o nascimento delicado da paixão e vagueiam procurando o amor.

SEVERINA
Brasil-Uruguai, 2018
100 minutos, DCP
de Felipe Hirsch

A vida de um livreiro, melancólico e aspirante a escritor, é abalada pelas aparições e desaparições de sua nova musa que rouba na sua livraria. Logo, ele descobre que ela rouba nas livrarias de outros livreiros também. Então, ele começa a viver um delírio amoroso, na fronteira entre a ficção e a realidade. No entanto, quanto mais se aproxima dela, mais indescritível ela se torna: Por que ela rouba e quais são seus valores? Quem é o homem mais velho com quem ela mora? O que é verdadeiro ou apócrifo nessa história? E, além disso, ele enfim conseguirá ocupar um lugar na vida dela, ao mesmo tempo em que se afasta de sua própria vida?

 
ISABELLE HUPPERT, ATRIZ ETERNAMENTE
(Isabelle Huppert, une vie pour jouer)
França, 2001
de Serge Toubiana.
Com Isabelle Huppert. Documentário em cores/52’. DVD

Que se trate de repetições em cena ou em seu camarim, Isabelle Huppert dedica sua vida à interpretação. Esse documentário acompanha seu trabalho cotidiano com Claude Chabrol em uma peça de teatro em Avignon, trabalho que possui sinônimo de solidão. O filme mistura imagens de arquivo, entrevistas recentes da atriz, assim como imagens da entrega do César ou do Palme no Festival de Cannes.


BARBARA
França, 2017
de Mathieu Amalric.
Com Jeanne Balibar, Mathieu Amalric, Vincent Peirani. Drama em cores/97’. HD

Uma atriz, Brigitte, irá interpretar num filme a icônica cantora Barbara. Brigitte trabalha a personagem de Barbara: a sua voz, as músicas e as canções, a imitação dos gestos, as falas. As coisas prosseguem. A personagem vai crescendo dentro dela. Começa mesmo a invadi-la. Yves, o realizador, também vai trabalhando - através de encontros, imagens de arquivo e a música. Parece inspirado por ela... Mas por quem? Pela atriz ou por Barbara?

GRADE DE HORÁRIOS
11 a 23 de setembro de 2018

11 de setembro (terça-feira)
14h - Takara
16h - Histórias que Nosso Cinema (Não) Contava
18h - Barbara
20h - Insolação

12 de setembro (quarta-feira)
14h - Takara
16h - Histórias que Nosso Cinema (Não) Contava
18h - Isabelle Huppert, Atriz Eternamente
20h - Olmo e a gaivota, de Petra Costa com comentários dos atores Olivia Corsini e Serge Nicolaï
 
13 de setembro (quinta-feira)
17h - Abertura da Mostra Tela Indígena
19h30 - Sessão de Abertura Ava Yvy Verá - Terra do Povo do Raio

14 de setembro (sexta-feira)
15h - Festa dos encantados + La Canoa de Ulises + O velho e o rio + A Chegada da Bicicleta + Vamos lá, criançada
17h30 - Atividade Arandu Porã e Jykre: sabedoria Mbyá-Guarani e Kaingang
19h30 - Ex-pajé

15 de setembro (sábado)
14h - Atividade para Cineastas Indígenas - Roda de conversa entre produtoras de cinema e diretores indígenas
15h - Sessão Cineastas Guarani Tekoha Ha’e Tetã + Ka’aguy Rupa + Manoá - A lenda das queixadas
17h30 - Atividade "Formas de ser artista"
19h30 - Sessão “o Dilúvio e a Lagarta” Konãgxeka: o Dilúvio Maxakali + Kakxop Pit Hãmkoxuk Xop Te Yumugãhã (Iniciação Dos Filhos Espíritos Da Terra)

16 de setembro (domingo)
15h - Sessão Terra, cultura e existência: Fantasia de índio + Xeker jeti: Casa dos ancestrais
17h30 - Atividade "Retornar ao território ancestral: perspectivas e experiências de retomadas indígenas" Convidados: Douglas Jacinto da Rosa e André Benites
19h30 - Sessão Pipoca El maíz en tiempos de guerra (88min, Wixárika, Ayuukuj, Tseltales, MEX), de Alberto Cortés

18 de setembro (terça-feira)
14h - Sessão Acessibilidade: Bicicletas de Nhanderú 
16h - Sessão “Índios em Movimento”- Kwanxala - Thunder + Índios no Poder +
Filhos de guerreiros
19h30 Sessão Primavera Indígena - Ara Pyau: A primavera Guarani
 
19 de setembro (quarta-feira)
14h – Divulgação em breve
16h – Divulgação em breve
18h - Barbara
20h - Severina

20 de setembro (quinta-feira)
14h – Divulgação em breve
16h – Divulgação em breve
18h - Insolação
20h - Isabelle Huppert, Atriz Eternamente

21 de setembro (sexta-feira)
14h – Divulgação em breve
16h – Divulgação em breve
18h - Severina
20h - Barbara

22 de setembro (sábado)
14h – Divulgação em breve
16h – Divulgação em breve
18h - Olmo e a Gaivota
20h - Isabelle Huppert, Atriz Eternamente

23 de setembro (domingo)
14h – Divulgação em breve
16h – Divulgação em breve
18h - O Rei da Vela

Nenhum comentário: