Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 12 de novembro de 2019

Cine Dica: Mostra Brasil Contemporâneo na Cinemateca Capitólio Petrobras

Diz a Ela Que Me Viu Chorar


Cinemateca Capitólio Petrobras promove mostra sobre filmes brasileiros contemporâneos e inéditos em Porto Alegre. Atividade conta com sete produções do cinema brasileiro contemporâneo e integra a programação especial 2019 com patrocínio master da Petrobras e produção cultural da Fundacine RS e Prefeitura Municipal de Porto Alegre. Mostra apresenta uma retrospectiva do diretor Paulo Sacramento que participa de sessão comentada no dia 17 de novembro. 
De 12 a 20 de novembro a Cinemateca Capitólio Petrobras promove a mostra Brasil Contemporâneo, uma das 26 atividades do projeto Cinemateca Capitólio Petrobras Programação Especial 2019, aprovado na Lei de Incentivo à Cultura/Governo Federal, com produção cultural da Fundacine RS e Prefeitura Municipal de Porto Alegre, por meio da Coordenação de Cinema e Audiovisual da Secretaria da Cultura. O projeto tem patrocínio master da Petrobras.
Brasil Contemporâneo conta com sete produções, sendo parte delas uma retrospectiva do montador, diretor e produtor paulista Paulo Sacramento, que estreou em 2002 na direção de longas com o documentário O Prisioneiro da Grade de Ferro, eleito pela Associação Brasileira de Críticos de Cinema – ABRACCINE – um dos maiores documentários brasileiros de todos os tempos. O filme contará com exibição de cópia remasterizada seguida de debate com a presença de Sacramento no domingo, 17 de novembro. Na quarta-feira, 13 de novembro, a programação terá a sessão comentada de Diz a ela que me viu chorar, de Maíra Buhler, vencedor da mostra principal do festival Olhar de Cinema, com a presença de Marcos Vinicius Maia, integrante do elenco.
Outro destaque é o filme Vermelha, de Getúlio Ribeiro, vencedor da Mostra Aurora do Festival de Tiradentes. O longa conta a história de dois homens que viajam até região rural em busca de uma antiga raiz atingida por um raio. Enquanto eles extraem a raiz, Beto auxilia Gaúcho na reforma do telhado de sua casa, que passa a ser ameaçada diariamente pelo fornecedor de materiais de construção por dívidas em atraso.
No dia 15 de novembro será apresentado o longa inédito no circuito comercial, Os Pássaros de Massachusetts, do gaúcho Bruno de Oliveira, tem sessão comentada com a presença do diretor. O filme foi um dos selecionados na Mostra Competitiva de Longas Gaúchos no Festival de Gramado 2019.
Os ingressos para as sessões custam R$ 10,00, com meia entrada para estudantes, idosos e portadores do Cartão Petrobras com acompanhante, além de gratuidade para os funcionários da Petrobras. A bilheteria abre 30 minutos antes de cada sessão. A Cinemateca Capitólio Petrobras fica na Rua Demétrio Ribeiro 1085 - Esq. com Borges de Medeiros. Mais informações (51) 3289 7453 | http://www.capitolio.org.br | facebook.com/cinemateca.capitolio

FILMES
DIZ A ELA QUE ME VIU CHORAR
Brasil, 2019, 85 minutos, DCP
Direção: Maíra Bühler
O filme narra o cotidiano de moradores de um hotel social no centro de São Paulo, numa região marcada pelo uso abusivo de crack. Entre escadas circulares, quartos decorados, elevadores lotados e ao som das músicas do rádio, os personagens de ‘Diz a ela que me viu chorar‘ são atravessados por amores tumultuados e pelo espectro da solidão.

VERMELHA
Brasil, 2019, 79 minutos, DCP
Direção: Getúlio Ribeiro
Dois homens viajam até região rural em busca de uma antiga raiz atingida por um raio. Enquanto eles extraem a raiz, Beto auxilia Gaúcho na reforma do telhado de sua casa, que passa a ser ameaçada diariamente pelo fornecedor de materiais de construção por dívidas em atraso.

SEUS OLHOS E SEUS OSSOS
Brasil, 2019, 118 minutos, DCP
Direção: Caetano Gotardo
João, cineasta de classe média, passa por uma série de encontros com pessoas como Irene, sua amiga de longa data; Álvaro, seu namorado; Matias, um rapaz que vê no metrô e com quem se envolve sexualmente, entre outros conhecidos e desconhecidos. Esses encontros o afetam e revelam aos poucos um jogo de tempos que mistura vida e processo de criação, presente e memória.

OS PÁSSAROS DE MASSACHUSETTS
Brasil, 2019, 85 minutos, DCP
Direção: Bruno de Oliveira
Durante um inverno na cidade de Porto Alegre, Sofia, Fernanda e Bruno se conhecem.

O PRISIONEIRO DA GRADE DE FERRO
Brasil, 2003, 123 minutos, DCP
Direção: Paulo Sacramento
Utilizando as técnicas aprendidas em um curso de filmagem ministrado dentro do presídio, os detentos encarcerados no maior centro de detenção da América Latina documentam seu cotidiano, registrando as condições precárias nas quais sobrevivem.

RIOCORRENTE
Brasil, 2013, 79 minutos, DCP
Direção: Paulo Sacramento
Marcelo é jornalista. Carlos é um ex-ladrão de automóveis. Renata é uma mulher dividida entre dois relacionamentos tão diversos quanto seus desejos. Exu é o porvir.

O OLHO E A FACA
Brasil, 2018, 99 minutos, DCP
Direção: Paulo Sacramento
Roberto trabalha há anos em uma plataforma de petróleo, onde criou fortes vínculos de amizade. Uma inesperada promoção, no entanto, abala a estabilidade de suas relações profissionais em um momento em que também vive uma grave crise familiar.


GRADE DE HORÁRIOS

12 de novembro
14h – Meu Nome é Daniel
16h – A Cidade dos Piratas
18h – Meu Nome é Daniel
19h30 – Riocorrente (Mostra Brasil Contemporâneo)

13 de novembro (quarta)
18h – Riocorrente
19h30 – Diz a Ela que me Viu Chorar + debate

14 de novembro (quinta)
18h – O Olho e a Faca
20h – Vermelha

15 de novembro (sexta)
18h – Vermelha
19h30 – Os Pássaros de Massachusetts + debate

16 de novembro (sábado)
18h – Seus Olhos e Seus Ossos
20h – O Olho e a Faca

17 de novembro (domingo)
18h – O Prisioneiro da Grade de Ferro + debate

20 de novembro (quarta)
18h – Os Pássaros de Massachusetts
20h – Riocorrente

Nenhum comentário: