Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

domingo, 24 de novembro de 2019

Cine Dica: 'Legalidade' é um dos destaques na Sala Redenção desta semana

Legalidade

Finalizando o mês de novembro, a Sala Redenção recebe na próxima semana a mostra que trará, através dos olhares de grandes cineastas chilenos, problemáticas sociais, políticas e de gênero. O projeto “Semana do Cinema Chileno em Porto Alegre 2019” contempla filmes com direção de Andrés Wood,  Sebastián Lelio e Pepa San Martín, em longas-metragens que abordam histórias de diferentes mulheres e as suas lutas particulares e, ao mesmo tempo, coletivas. O machismo, em Violeta foi para o céu (2011), a transfobia, em Uma Mulher Fantástica (2017), e a homofobia, em Rara (2017), sensibilizam o público disposto a discutir e refletir sobre os temas. 
Para aqueles que gostam de reviver clássicos da cinegrafia, a Sessão Especial dessa semana viaja para a década de 30. Numa imersão à Nova York industrializada, Tempos Modernos (1936) critica fortemente e com humor a lógica capitalista e imperialista, bem como as condições insalubres dos trabalhadores urbanos, desde a Revolução Industrial. Já para a audiência interessada em arte e em assuntos culturais do mundo hodierno, entre os dias 27 e 30 de novembro, o Cinema Universitário sedia parte da programação do Colóquio Internacional Apagamentos da Memória na Arte, com a exibição de um longa brasileiro e três curtas franceses. 
Voltando as telas para as últimas produções nacionais, a Sala Redenção, em ação conjunta com o Grupo de Pesquisa Identidade e Território da UFRGS, apresenta a mostra Espaços (Sub)traídos. A edição conta com a exibição da obra de Zeca Brito, Legalidade (2019), a trama que relata o quadro político brasileiro pré regime civil-militar traz cores e sons ao movimento da Legalidade, liderado pelo então governador do Estado, Leonel Brizola. Após a sessão, haverá debate com integrantes do projeto e convidados.

 Para verificar a programação completa da próxima semana confira no site oficial clicando aqui. 

Nenhum comentário: