Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 17 de maio de 2018

Cine Dica: Cinemateca Capitólio Petrobras recebe o Fantaspoa 2018

O festival homenageia os diretores Mick Garris e William Lustig, as atrizes Elina Löwensohn e Oldina do Monte e investe no desenvolvimento da indústria cinematográfica latino-americana
 Mata Negra



Ao longo dos seus 14 anos de história é perceptível como, a cada edição, o evento amplia sua presença na cidade, por meio da realização de atividades dentro e fora do cinema, envolvendo cada vez mais os realizadores e o público. Em seus 18 dias, a cidade de Porto Alegre se torna uma referência: a verdadeira capital de cinema fantástico do mundo. A décima quarta edição, apresentada pelo Ministério da Cultura e patrocinada pelo BRDE e pelo Banrisul, terá em sua programação 106 filmes, entre longas e curtas-metragens, provenientes de 32 países. Serão mais de 100 sessões de exibição, sendo 33 com presença de diretores, produtores, atores ou roteiristas dos filmes apresentados, que conversarão com o público, de forma a aproximar os espectadores aos realizadores de cinema. Os ingressos para as sessões da Cinemateca Capitólio Petrobras possuem um valor promocional único de R$ 10,00 (dez reais), exceto o Madrugadão Fantaspoa, que custará o valor promocional único de R$ 40,00 (quarenta reais).



A PROGRAMAÇÃO COMPLETA ESTÁ DISPONÍVEL EM: http://www.fantaspoa.com/2018/programacao



Reafirmando o seu foco curatorial e mantendo o compromisso de disponibilizar ao público filmes que dificilmente encontrariam distribuição nacional, 52 longas-metragens serão exibidos pela primeira vez no Brasil durante o Fantaspoa. Desses, cinco terão sua primeira exibição pública no mundo, enquanto que 31 estarão em première latino-americana e 16 em première nacional. As obras já exibidas nacionalmente nunca foram disponibilizadas ao público em nenhum cinema de Porto Alegre.



A abertura do Fantaspoa será com a première mundial de "A Mata Negra", quinto longa de Rodrigo Aragão. A primeira exibição mundial de "Pedra da Serpente", primeiro longa-metragem de Fernando Sanches, marcará o encerramento desta edição. A celebração de abertura será no Groova, num baile de máscaras inspirado em "De Olhos Bem Fechados";  e o encerramento do festival ocorrerá no Cisne Branco, na "Toda La Noche en El Barco": uma deliciosa festa navegando pelo Guaíba, na tradicional embarcação portoalegrense.



 Outra novidade do festival é o Madrugadão Fantaspoa, que ocupará a Cinemateca Capitólio Petrobras na madrugada do dia 26 a 27 de maio. Serão exibidos três longas e dois curtas-metragens inéditos na capital e, nos intervalos, o público poderá se servir de chope da Cervejaria Bardos e de comidas do Justo, num ambiente embalado por DJsets de Jade Primavera.



 Homenageados desta edição:



O Fantaspoa homenageará quatro personalidades por sua contribuição à sétima arte: a brasileira Oldina do Monte, provavelmente a "rainha do grito" com mais idade em atividade e estrela dos filmes do diretor barbosense Felipe M. Guerra; a belga Elina Löwensohn, atriz recorrente nos filmes de Hal Hartley e que trabalhou com nomes como Spielberg, Abdellatif Kechiche, Michael Almereyda, entre outros; e os norte-americanos Mick Garris, cultuado diretor/roteirista/produtor que criou a emblemática série "Mestres do Horror", uma reunião dos nomes mais respeitados do cinema de horror; e William Lustig, diretor de filmes cultuados como "O Maníaco" e "Maniac Cop" e dono da distribuidora Blue Underground.



Obras brasileiras de bastante projeção internacional, "O Animal Cordial" e "Mal Nosso" serão exibidas no Fantaspoa, em sessões com debates com os realizadores Gabriela Amaral Almeida e Samuel Galli. O primeiro, um thriller impactante e ensaio cruel sobre o comportamento humano, deu a Murilo Benício o prêmio de melhor ator no Festival do Rio e foi exibido em grandes festivais internacionais. "Mal Nosso", que terá sua primeira exibição brasileira no Fantaspoa, estreou mundialmente no prestigiado festival de Moscou e foi aclamado por público e crítica, sendo apontado como um dos melhores filmes de horror de 2017 e colecionando elogios de publicações como The Hollywood News e Screen Daily.



Sempre buscando valorizar obras da América Latina, a curadoria, realizada por João Fleck e Nicolas Tonsho, selecionou obras de impacto que passeiam por diversos gêneros. O Chile é representado por "O Habitante", de Guillermo Amoedo, que estreou no festival de Sitges e lida com temas escabrosos, como incesto, abusos, eutanásia e corrupção; e por "Trauma", de Lucio A. Rojas, elogiada obra repleta de violência gráfica e que é apontada como a mais chocante desde o censurado "A Serbian Film". País com relevante produção fílmica de gênero, a Argentina marca presença com "Aterrados", de Demián Rugna, um dos filmes de terror argentino mais incensados pela crítica nos últimos anos; "Madraza", de Hernan Aguilar, exibido e premiado no festival de Sitges e que conta a história de uma dona de casa que se torna assassina de aluguel; e "Luciferina", de Gonzalo Calzada, recém-exibido no festival BIFFF, em Bruxelas, sobre uma noviça com o poder de ver a aura das pessoas. Do Uruguai, que não tem muita tradição na produção de filmes de gênero, será apresentado o hilário "Festa Nibiru", de Manuel Facal, exibido no festival de Sitges. "Framed", de Marc Martínez Jordán; "Matar a Deus", da dupla Albert Pintó e Caye Casas; e "Errementari", de Paul Urkijo Alijo; são algumas das produções vindas da Espanha. "Framed" é a e aguardada estreia do premiadíssimo Marc na direção de um longa-metragem; "Matar a Deus" foi considerado, pelo público, o melhor filme no festival de Sitges; e "Errementari" é uma fantasia obscura produzida pelo célebre Álex de la Iglesia.



A décima quarta edição será marcada pelo maior número de títulos japoneses em exibição no certame do festival. "Argila Vampira", de Sôichi Umezawa, traz o terror na forma de uma argila possuída e assassina; "Funôhan", de Kôji Shiraishi, é um thriller sobre um assassino que manipula as mentes das pessoas; o sombrio "Sanî/32", dirigido por Kazuya Shiraishi, trata de uma criança assassina; "Plano-Sequência dos Mortos", de Shin'ichirô Ueda, é uma irreverente comédia que brinca com o gênero fantástico; e a fantasia com robôs gigantes "BraveStorm", assinada por Jun'ya Okabe, mostra uma família que viaja no tempo e constrói robôs gigantes para enfrentar alienígenas.



Da Alemanha, Adolfo Kolmerer e William James assinam o tarantinesco "Floco de Neve", que mostra uma Berlim anárquica do futuro; Tilman Singer dirige "Luz", atmosférico filme rodado em 16mm e exibido na Berlinale; Lukas Feigelfeld conta uma sombria história envolvendo bruxas e lendas pagãs, em "Hagazussa"; e Ken Duken apresenta o thriller "Berlin Falling", sobre um homem - interpretado por Tom Wlaschiha (Game of Thrones), que estará presente no Fantaspoa - que planeja realizar um atentado terrorista na capital alemã.





GRADE DE PROGRAMAÇÃO

17 de maio a 03 de junho de 2018



17/mai

21:30 - Mata Negra



18/mai

13:30 - Bravestorm

15:00 - Inuyashiki

17:00 - O Cita

19:00 - Aterrorizados

21:30 - Mal Nosso



19/mai

13:30 - 27: O Clube dos Malditos

15:00 - Trincheira 11

17:00 - Festa Nibiru

19:00 - Luciferina

21:30 - O Animal Cordial



20/mai

13:30 - The Dark

15:00 - Crescente

17:00 - Rabbit

19:00 - Madraza

21:30 - O Habitante



22/mai

13:30 - Aterrorizados

15:00 - Rabbit

17:00 - Ederlezi Rising

19:00 - Rock Steady Row  

21:30 - Sessão Musicada Frankenstein



23/mai

13:30 - Framed

15:00 - Hagazussa

17:00 - O Homem da Caixa Mágica

19:00 - Família

21:30 - Matar a Deus



24/mai

13:30 - The Witch Files

15:00 – Hostil

17:00 - Plano-Sequência dos Mortos

19:00 - Berlin Falling

21:30 - Vidar, o Vampiro



25/mai

13:30 - Berlin Falling

15:00 - The Dark

17:00 - O Demônio de Laplace

19:00 - Framed

21:30 - A Próxima Morte



26/mai

13:30 - Prodigy

15:00 - Black Hollow Cage

17:00 - Após a Letargia

19:00 - O Maníaco

21:30 - Floco de Neve

23:55 -   Madrugadão Fantaspoa



27/mai

13:30 - Próxima Morte

15:00 - Plano-Sequência dos Mortos

17:00 - All You Can Eat Buddha

19:00 - Knuckleball

21:30 - The Witch Files



29/mai

13:30 - Após a Letargia

15:00 - Matar a Deus

17:00 - Floco de Neve

19:00 - Sanî/32

21:30 - Errementari



30/mai

13:30 - Knuckleball

15:00 - A Quatro Mãos

17:00 - Inuyashiki

19:00 - Trauma

21:30 - Nadja



31/mai

13:30 - Puppet Master: The Littlest Reich

15:00 - Kyrsyä - Tuftland

17:00 - Luz

19:00 - Mohawk

21:30 - Os Tigres não têm Medo



01/jun

13:30 - Os Tigres não têm Medo

15:00 - O Cita

17:00 - Argila Vampira

19:00 - Os Garotos Selvagens

21:30 - The Ranger



02/jun

13:30 - Rock Steady Row

15:00 - Os Garotos Selvagens

17:00 - Funôhan

19:00 - The Endless

21:30 - Blood Fest



03/jun

13:30 - Blood Fest

15:00 - The Endless

17:00 - Ederlezi Rising

19:00 - Criaturas II                    

21:30 - A Pedra da Serpente

 

Acompanhe:






XIV Fantaspoa

De 17 de maio a 03 de junho



Exibições:

Cinemateca Capitólio – Rua Demétrio Ribeiro, 1085. Centro Histórico.

Sala Redenção - Av. Paulo Gama, 110 - Campus Centro UFRS. Centro Histórico



Ingressos:

As sessões da Sala Redenção - Cinema Universitário do XIV Fantaspoa  são gratuitas e a entrada é liberada 30 minutos antes do início das sessões.

Os ingressos para as sessões da Cinemateca Capitólio Petrobras possuem um valor promocional único de R$ 10,00 (dez reais), exceto o Madrugadão Fantaspoa, que custará o valor promocional único de R$ 40,00 (quarenta reais).

Nenhum comentário: