Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 28 de novembro de 2017

Cine Dica: HOMENAGEM A WALTER LIMA JR. NA CINEMATECA CAPITÓLIO PETROBRAS



Através da Sombra 

A partir de 24 de novembro, a Cinemateca Capitólio Petrobras realiza uma mostra com filmes do diretor brasileiro Walter Lima Jr. A programação conta com exibições de A Lira do Delírio, Inocência e A Ostra e o Vento. Na terça-feira, 28 de novembro, Walter Lima Jr. conversa com o público após a exibição da cópia restaurada em 35mm de seu primeiro longa-metragem, Menino de Engenho. A programação tem entrada franca.
A mostra Walter Lima Jr. faz parte do projeto Cinemateca Capitólio – Digitalização e Programação Especial 2017, patrocinado pela Petrobras e financiado através do Pró-Cultura RS da Secretaria de Cultura, Turismo, Esporte e Lazer do Estado do Rio Grande do Sul.

O filme Colo, da diretora portuguesa Teresa Villaverde, seguem em exibição até o dia 29 de novembro. Na Praia à Noite Sozinha, de Hong Sang-soo, ganha mais uma semana em cartaz a partir do dia 24 de novembro. O valor do ingresso é R$ 16,00, com meia entrada para estudantes e idosos.

Na quinta-feira, 23 de novembro, às 20h, acontece uma reprise da mostra Diálogo de Cinema interrompida durante uma intensa tempestade. Com entrada franca, a sessão apresenta os curtas Não Me Prometa Nada, de Eva Randolph, A Moça Que Dançou Com o Diabo, de João Paulo Miranda, Constelações, de Maurílio Martins, Regresso de Saturno, de Bianca Muniz e Marcus Curvelo, Demônia, Melodrama em 3 Atos, de Fernanda Chicolet e Cainan Baladez. 

WALTER LIMA JR.
 Diretor e roteirista nascido em Niterói em 1938, começou escrevendo críticas para jornais diários. Em 1963, conheceu Glauber Rocha, que o convidou para fazer assistência de direção em Deus e o diabo na terra do sol. Seu primeiro longa-metragem foi Menino de engenho (1965), uma adaptação do romance de José Lins do Rego. Fez em seguida Brasil ano 2000 (1968), Urso de Prata do Festival de Berlim e Concha de Ouro no Festival de Cartagena. Em 1977, concluiu o longa-metragem A lira do delírio, prêmio de melhor filme no Festival de Brasília. Em 1983, fez Inocência, prêmio de direção em Brasília e prêmio Coral no Festival de Havana. Nos anos 1990 dirigiu, sob encomenda de um produtor americano, O monge e a filha do carrasco (1995) e pouco depois fez A ostra e o vento (1997), baseado no livro de Moacir C. Lopes, selecionado para a competição do Festival de Veneza. Para a televisão, fez documentários e minisséries, como Capitães da areia e Dossiê Chatô. É professor de cursos de direção de atores e assistência de direção para cinema no Rio de Janeiro.
FILMES

MENINO DE ENGENHO
Brasil, 1965, 110 minutos
Elenco: Maria da Conceição, Antonio Pitanga, Geraldo Del Rey
Exibição em 35mm
 1920, na Paraíba. Após a morte da mãe, o menino Carlinhos (Sávio Rolim) é enviado para o engenho Santa Rosa para ser criado pelo avô e pelos tios. Lá ele testemunha a chegada de um novo tempo, com o advento das modernas usinas de açúcar e as transformações econômicas e sociais pelas quais passa a produção canavieira, mudanças que irão afetar a vida de todos. Quando ele cresce e vai para o colégio, já não é mais o garoto ingênuo e inocente que chegou no engenho.

A LIRA DO DELÍRIO
Brasil, 1978, 105 minutos
Elenco: Tonico Pereira, Anecy Rocha, Paulo Cesar Pereio
Exibição digital
Dois momentos na vida de um grupo de personagens cariocas. No bloco carnavalesco “A Lira do Delírio” eles vivem o êxtase. Fora do carnaval, cruzam-se num cabaré da Lapa. Ness Elliot (Anecy Rocha) tem o filho sequestrado e cai na manipulação de Claudio (Claudio Marzo), misto de malandro e homem de negócios. O repórter de polícia Pereio (Paulo Cesar Pereio) faz de tudo para ajudá-la enquanto também investiga o assassinato de um homossexual.

INOCÊNCIA
Brasil, 1983, 118 minutos
Elenco: Chico Diaz, Fernando Torres, Fernanda Torres
Exibição digital
No Brasil imperial, um médico itinerante (Édson Celulari) em suas andanças conhece uma moça acometida de malária (Fernanda Torres) por quem se apaixona, sendo correspondido. Entretanto, o pai da jovem a prometeu para um rico fazendeiro da região e não admite ter sua vontade contestada.

A OSTRA E O VENTO
Brasil, 1997, 100 minutos
Elenco: Lima Duarte, Fernando Torres, Leandra Leal
Exibição digital
A jovem Marcela (Leandra Leal) vive com seu pai, o faroleiro Jose (Lima Duarte), e o velho Daniel (Fernando Torres) numa ilha. O único contato da menina com o mundo exterior se dá através de uma embarcação com 4 marinheiros que regularmente vai levar-lhes provisões. Através das palavras de Daniel, que a ensina a ler e sua fonte de ternura e conhecimento, e da severidade do pai, que quer protegê-la do resto do mundo, Marcela segue sua vida até que, ao tornar-se adolescente, passa a sentir sua sexualidade e seus anseios de viver de forma intensa.

GRADE DE HORÁRIOS
23 a 26 de novembro de 2017

23 de novembro (quinta)
17h40 – Colo
20h – Mostra Diálogo de Cinema (reprise)

24 de novembro (sexta)
14h - Na Praia à Noite Sozinha
15h45 – A Lira do Delírio
17h40 – Colo
20h – Projeto Raros (Tudo Por Dinheiro, Paul Bartel)

25 de novembro (sábado)
14h - Na Praia à Noite Sozinha
15h45 – A Lira do Delírio
17h40 - Colo
20h10 – Inocência

26 de novembro (domingo)
14h - Na Praia à Noite Sozinha
15h45 – A Lira do Delírio
17h40 – Colo
20h – A Ostra e o Vento

28 de novembro (terça)
14h - Na Praia à Noite Sozinha
15h45 – A Lira do Delírio
17h40 – Colo
20h – Menino de Engenho

29 de novembro (quarta)
14h - Na Praia à Noite Sozinha
15h45 – A Lira do Delírio
17h40 – Colo
20h – Sessão de Lançamento de Matheus Schmidt - Um Caso de Amor pelo Brasil

NOTA: MUDANÇA DE FILME NA SESSÃO ESPECIAL COM WALTER LIMA JR.
A Cinemateca Capitólio Petrobras recebeu um veto de última hora para exibição da cópia 35mm restaurada de Menino de Engenho que aconteceria nesta terça-feira, 28 de novembro, às 20h. O filme será substituído pela obra mais recente de Walter Lima Jr., Através da Sombra, adaptação do célebre romance de Henry James, A Volta do Parafuso. O diretor estará presente para uma conversa com o público após a exibição.

ATRAVÉS DA SOMBRA
Brasil, 2015, 100 minutos
Direção: Walter Lima Jr.
Exibição digital
Laura é contratada como professora de duas crianças órfãs que vivem na fazenda de café de um tio. Aos poucos, ela sente que as crianças estão sob influências malignas de espíritos hostis que ali viveram, e se empenha em descobrir o que está por trás de todo esse mistério, sem perceber que ela mesma poderá estar envolvida numa trama diabólica.

Nenhum comentário: