Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 11 de outubro de 2017

Cine Especial: Fritz Lang: O Arquiteto das Sombras: FINAL


Se ocorrer tudo certo o curso será nesse final de semana. Participem comigo e conheçam um pouco por aqui sobre a obra desse grande cineasta.
  

A Fúria (1936)



Sinopse:Joe acaba sendo confundido com um criminoso e acaba preso injustamente, acusado de sequestrar a própria noiva. Na prisão sofre com a intolerância e selvageria dos outros presos.


Num misto de romance, thriller psicológico de vingança e courtroom drama, em Fúria vemos uma vítima a transformar-se, ao procurar vingança pelas consequências que as falsas acusações trouxeram à sua vida. Uma obra com um grande poder ainda hoje, onde assistimos à força negativa que um grupo pode exercer na situação individual de cada um. O final pode ter sido manipulado pelos estúdios de Hollywood, e pode quebrar o ritmo das intenções fabulosas de Fritz Lang, mas felizmente, não estraga todo o brilhantismo e genialidade desta sensacional fita.

Vive-se Uma Vez (1937)



Sinopse: O ex-delinquente juvenil Eddie Taylor (Fonda) sai da prisão graças aos esforços da noiva, Joan (Sidney), secretaria da Defensoria Pública. Mas o preconceito social é mais forte e Eddie é demitido do emprego e condenado à cadeira elétrica por um crime que não cometeu.


Boa parte da força do longa está mesmo em sua condução. Lang não perde ritmo, talvez ajudado pela curta duração (algo em torno de 80 minutos), que não deixa a correria do roteiro ficar entediante. Os traços remanescentes do Expressionismo se fazem presentes em algumas cenas, como de Eddie em sua ‘gaiola’ aguardando a execução e os guardas na guarita de segurança vistos por baixo, além de todo o clima sombrio e nebuloso do pátio da prisão na hora da fuga, a melhor cena do filme, ao lado da primorosa sequência da explosão das bombas no assalto ao banco.

 

Os Carrascos também Morrem (1943)



Sinopse: Brian Donlevy é um médico tcheco membro da resistência que assassina o carrasco do título. A Gestapo reage e abre uma grande caçada ao responsável, que inclui a partir de certo ponto a execução de cidadãos tchecos a cada hora.


Em maio de 1942, em Praga, antiga Checo-Eslováquia, foi assassinado o reichsprotektor, Reinhard Heydrich, imposto ao país pela invasão e ocupação procedidas pela Alemanha nazista. As consequências desse atentado constituem o assunto do filme Os Carrascos Também Morrem de Fritz Lang. Ou seja, o incidente nem estava assimilado e esclarecido, nem interna e muito menos externamente, e já se transformara em tema fílmico do outro lado do Atlântico.Por se tratar de ocorrência histórica, o compromisso do cineasta não se restringe aos aspectos humanos e estéticos da realização. Além deles, e concomitantemente com eles, incide a fidelidade aos fatos. Por infringência a esses requisitos, quase todos, para não se dizer todos, os filmes “históricos” de qualquer procedência só o são parcialmente. 

Almas Perversas (1945)



Sinopse: Um homem na crise da meia idade se aproxima de uma mulher mais nova, e o noivo dela a convence a enganá-lo de forma que ambos consigam um pouco da suposta fortuna dele.


Almas Perversas é um dos representantes mais genuínos e complexos do cinema noir, além de um dos melhores filmes a abordar a descida ao inferno promovida pela própria ignorância humana. O jogo de verdades e mentiras desenhado através da inserção de uma femme fatale no cotidiano de um cidadão comum, aliás, não apenas vive para ocupar uma das principais posições da lista de grandes filmes do cinema noir.


Me sigam no Facebook, twitter, Google+ e instagram

Nenhum comentário: