Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 21 de julho de 2016

Cine Dica: "Mãe Só Há Uma", de Anna Muylaert, estreia no CineBancários

O CineBancários estreia o novo longa-metragem da aclamada diretora brasileira Anna Muylaert, o drama “Mãe Só Há Uma”, no dia 21 de julho. O filme foi exibido na Mostra Panorama da 67ª edição do Festival de Cinema de Berlim e ganhou o prêmio Teddy Bear Awards, premiação oficial do público LGBT no Festival de Berlim, por Melhor Filme Queer.
“Mãe Só Há Uma” será exibido nas sessões das 15h e 19h, dividindo a sala de cinema com o documentário “Geraldinos”, de Pedro Asbeg e Renato Martins. Os ingressos podem ser adquiridos no local a R$10,00. Estudantes, idosos, pessoas com deficiência, bancários sindicalizados e jornalistas sindicalizados pagam R$5,00. Aceitamos os cartões Vale Cultura do Banrisul, Banricompras, Visa e Mastercard.



SINOPSE

Após denúncia anônima, o adolescente Pierre é obrigado a fazer um exame de DNA. Ele descobre que foi roubado da maternidade e que a mulher que o criou não é sua mãe biológica. Após a revelação o garoto é obrigado a trocar de família, de nome, de casa, de escola, tudo isso em meio às descobertas da juventude.





MÃE SÓ HÁ UMA

Pierre (Naomi Nero) é um jovem de 17 anos que não liga muito para os padrões de gênero e sexualidade impostos pela sociedade. Costuma a usar unhas pintadas com esmalte, roupas sociais e íntimas femininas e se relaciona tanto com mulheres quanto com homens. Sua família, composta pela mãe (Dani Nefussi) e pela irmã mais nova (Lais Dias), não veem problema nisso, dando liberdade para o menino ser quem ele é e construir sua identidade.

Tudo muda na vida de Pierre quando a polícia descobre que ele foi roubado na maternidade pela mulher que o criou. Sua família biológica, composta pelo pai (Matheus Natchergaele), a mãe (também interpretada por Dani Nefussi) e o irmão mais novo (Daniel Botelho), estava a procura do filho perdido durante 17 anos.

A história muda brustamente mostrando a adaptação de Pierre, cujo nome dado pela família biológica é Felipe, no seu novo lar, onde o poder aquisitivo é maior e com um pensamento mais conservador, vendo seu jeito irreverente e autêntico como um problema.

A trama de “Mãe Só Há Uma” foi livremente inspirada no caso do sequestro do menino Pedrinho, que parou o Brasil no ano de 2002. Selecionado para a seção Panorama do Festival de Berlim, o longa-metragem foi vendido para mais de 15 países e levou o prêmio de Melhor filme Queer do júri da revista alemã Männer, dentro do Teddy Bear Award. Produzido pela África Filmes e Dezenove Som e Imagens, o filme abre o 11º Festival de Cinema Latino-Americano, onde a diretora e roteirista Anna Muylaert é a grande homenageada do evento.



ANNA MUYLAERT

Anna Muylaert nasceu em São Paulo, em 1964. Estudou cinema na ECA / USP e dirigiu vários curtas, entre eles o premiado A origem dos bebês (melhor filme festival de curtas de São Paulo). Assina a direção dos longas-metragens Durval Discos (melhor filme, júri, crítica e público no Festival de Gramado 2002), É Proibido Fumar (melhor filme do júri e da crítica no Festival de Brasília 2009) e Chamada a Cobrar (2013). Escreveu críticas de cinema para o Estadão e para a Revista Isto É.

Anna trabalhou na equipe de criação das séries de TV infantil Mundo da Lua e do icônico Castelo Rá-Tim- Bum, na TV Cultura. Ela também colaborou nos roteiros dos longas O Ano em Que Meus Pais Saíram de Férias e Xingu, ambos de Cao Hamburger, Praia do Futuro, de Karim Aïnouz e nas séries de TV Filhos do Carnaval, Alice e Preamar, para a HBO. Em 2013 dirigiu o Telefilme Além de Tudo me Deixou mudo o violão e a série de TV Canalhas, do GNT.

Em 2015 lançou Que horas ela volta?, filme que ganhou vários prémios internacionais entre eles o prêmio especial do júri no Festival de Sundance e o prêmio do público de melhor filme da seção Panorama do Festival de Berlin 2015. O filme foi vendido para mais de 30 países e no brasil teve cerca de 500 mil espectadores.



FICHA TÉCNICA

MÃE SÓ HÁ UMA

Brasil / 2016 / 82 minutos

ELENCO: Naomi Nero, Dani Nefussi, Matheus Nachtergaele, Daniel Botelho, Luciana Paes, Helena Albergaria, Rene Guerra, Luciano Bortoluzzi e Laís Dias.

ROTEIRO E DIREÇÃO: Anna Muylaert

PRODUÇÃO: Sara Silveira, Maria Ionescu e Anna Muylaert

COLABORAÇÃO DE ROTEIRO: Marcelo Caetano

DIREÇÃO DE FOTOGRAFIA: Bárbara Alvarez

DIREÇÃO DE ARTE: Thales Junqueira

DIREÇÃO DE PRODUÇÃO: Cristina Alves

MONTAGEM: Hélio Vilela Nunes e Anna Muylaert

TRILHA SONORA ORIGINAL: Maravilha 8/ Bernard Ceppas

COPRODUÇÃO: Canal Brasil

DISTRIBUIÇÃO: Vitrine Filmes



GRADE DE HORÁRIOS

19 de julho (terça-feira)

15h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins

17h - “Teobaldo Morto, Romeu Exilado” Direção: Rodrigo de Oliveira

19h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins



20 de julho (quarta-feira)

15h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins

17h - “Teobaldo Morto, Romeu Exilado” Direção: Rodrigo de Oliveira

19h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins



21 de julho (quinta-feira)

15h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert

17h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins

19h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert



22 de julho (sexta-feira)

15h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert

17h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins

19h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert



23 de julho (sábado)

15h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert

17h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins

19h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert



24 de julho (domingo)

15h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert

17h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins

19h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert



26 de julho (terça-feira)

15h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert

17h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins

19h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert



27 de julho (quarta-feira)

15h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert

17h - “Geraldinos” Direção: Pedro Asbeg e Renato Martins

19h - “Mãe Só Há Uma” Direão: Anna Muylaert

Nenhum comentário: