Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de janeiro de 2017

Cine Especial (HQ): ARMA X



Sinopse: Em um passado não especificado, ex-agente chamado Logan é capturado por uma organização secreta e sofre diversas experiências nas mãos deles. Aos poucos o ex-agente se transforma numa maquina de matar, mas ao mesmo tempo revelando coisas que até mesmo os seus captores não imaginavam.  

Muitos consideram os anos 90 para HQ como uma década perdida, pois basta lembrarmos, por exemplo, da Saga Clone para então pensarmos sobre isso e não questionarmos. Mas nem tudo foi perdido, pois também tivemos Sandman, Estranhos no Paraíso, Reino do Amanhã e dente outros. No início daquela década, surgiu uma HQ sombria e que dava luz ao passado nebuloso a um dos mais populares personagens dos X-Men, o Wolverine. 
Escrita e desenhada por Barry Windsor-Smith (Homem Maquina), acompanhamos um Logan aparentemente jovem, que está curtindo sua aposentadoria, mas que logo é capturado por uma misteriosa organização que pretende transformá-lo numa maquina assassina. O início da trama já nos pega desprevenidos, pois acompanhamos os pensamentos de Logan, mas ao mesmo tempo, as imagens se dividem em momentos antes de ser capturado e quando ele se encontra preso entre tubos de ensaio dentro da água. Com o seu traço perturbador, Smith cria um pesadelo para o personagem, do qual não sabemos ao certo quando ele está acordado, sonhando, ou até mesmo delirando.
A partir desse início, a trama se concentra não somente num Wolverine sofrendo o diabo e virando quase uma marionete, como também focando em três personagens que foram os responsáveis pelo seu sofrimento: Dr. Cornélius, O Professor e Senhorita Hines. Por serem poucos personagens na trama, Smith conseguiu extrair um pouco sobre a personalidade de cada um desses personagens, principalmente do Professor, sendo o grande vilão da trama, mas humano e muito imprevisível.
Publicado pela primeira vez em 1991, nas paginas Marvel Comics Presents e num total de 12 edições, a trama é mais direcionada para aqueles que têm estômago forte, já que o traço detalhista de Smith faz com que sintamos a dor da experiência que o personagem passou, em meio a delírios e pesadelos. Não faltam momentos em que o sangue jorra nas paginas, principalmente no ápice da trama quando Logan começa a tentar, mesmo que inconsciente, em se soltar e se vingar contra aqueles que fizeram aquilo com ele.
Para muitos leitores, essa é a origem definitiva do personagem, por não só mostrar a origem do seu damantium, como também ser uma fantástica trama e da qual possui toda a essência do que é realmente o personagem. Infelizmente ao longo da mesma década, surgiram inúmeros roteiristas que simplesmente elaboraram tramas absurdas e se aproveitando da trama Arma X, ao ponto de inventarem que muitas histórias elaboradas para o personagens eram na realidade lembranças implantadas e criando um verdadeiro nó na cabeça dos leitores. Felizmente surgiram tramas melhores assim como Arma X, como no caso de Origens e revelando a verdadeira natureza de Logan, numa trama que se passa antes dos eventos narrados por Barry Windsor-Smith.
Mais de 20 anos depois do seu lançamento, Arma X é uma HQ que não envelhece e é indispensável para aqueles que procuram uma trama que desafie a sua perspectiva. Atualmente a trama se encontra nas bancas pelo selo da editora Salvat.   
  

Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: