Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 10 de janeiro de 2017

Cine Dica: PROGRAMAÇÃO DE CINEMA NA SALA MULTIMÍDIA

                                                         filme Atlantic City

Após um período de recesso em função das festas de final de ano, a Cinemateca Capitólio retoma sua programação regular de cinema a partir da próxima semana. Mas devido ao processo de adaptação da sala principal (hoje equipada apenas com projetores em 35mm) para o formato digital DCP, as sessões irão acontecer apenas na Sala Multimídia, localizada no terceiro andar.
A aquisição do projetor DCP, possível graças ao patrocínio da Petrobras, através do sistema LIC, irá representar um enorme ganho para a Cinemateca Capitólio, hoje impossibilitada de lançar títulos novos devido à limitação do 35mm, cujas cópias são cada vez mais raras. O processo de aquisição e instalação do novo equipamento deve ser iniciado nos próximos dias e será seguido por um período de testes e treinamento dos projecionistas. A programação regular na sala principal está prevista para o mês de março, quando a Cinemateca Capitólio comemora seu segundo ano de inauguração.

LOUIS MALLE NA SALA MULTIMÍDIA

A primeira programação da Sala Multimídia em 2017 é um ciclo com cinco obras do consagrado diretor francês Louis Malle. O valor único do ingresso para cada sessão é R$ 5,00. A lotação da Sala Multimídia é de 30 lugares. Exibições em DVD.

GRADE DE PROGRAMAÇÃO
Atlantic City
(1980, 104 minutos)

Lou (Burt Lancaster) é um gângster decadente que vive de recordações do passado, época em que foi grande e temido por todos. Em suas andanças pela cidade, encontra Sally (Susan Sarandon), uma garota que sonha trabalhar em Monte Carlo como croupier.

Lacombe Lucien
(1974, 137 minutos)

Em junho de 1944, durante a II Guerra Mundial, os aliados desembarcam na Normandia, numa cidadezinha do sudoeste da França. Lucien, um rapaz de dezessete anos, trabalha num asilo de idosos e passa por vários dissabores; ao visitar sua cidade natal é rejeitado pela família e também não é aceito pela Resistência. Ao retornar à cidade onde mora, Lucien é preso pelos auxiliares franceses da polícia alemã.

Menina Bonita
(Pretty Baby, 1978, 110 minutos)

A filha de uma prostituta é criada em um bordel, onde cuida do seu irmão e se prepara para seguir os passos da mãe. Com doze anos tem sua virgindade leiloada e logo depois se casa com um fotógrafo bem mais velho do que ela.

Viva Maria!
(1965, 122 minutos,)

O filme conta a história de Maria II, a filha de um terrorista irlandês que acabou de perder o pai, que se encontra com Maria I, uma cantora de circo, no interior de um país imaginário da América Latina, em 1907.


Adeus, Meninos
(Au Revoir, Les Enfants, 1987, 103 minutos,)

França, inverno de 1944, Julien Quentin (Gaspard Manesse) é um garoto de 12 anos que freqüenta o colégio St. Jean-de-la-Croix, que enfrenta grandes dificuldades devido à 2ª Guerra Mundial. Lá ele se torna o melhor amigo de Jean Bonnett (Raphael Fejto), introvertido colega de classe que Julien posteriormente descobre ser judeu. A tragédia chega à escola quando a Gestapo invade o local, prendendo Jean, outros dois alunos e ainda o padre responsável pelo colégio.

GRADE DE HORÁRIOS
10a 15 de janeiro de 2017

10 de janeiro (terça)
17h – Atlantic City
19h – Lacombe Lucien

11 de janeiro (quarta)
17h – Menina Bonita
19h – Viva Maria!

12 de janeiro (quinta)
17h – Adeus, Meninos
19h – Lacombe Lucien

13 de janeiro (sexta)
17h – Menina Bonita
19h – Atlantic City

14 de janeiro (sábado)
17h – Atlantic City
19h – Lacombe Lucien

15 de janeiro (domingo)
17h – Adeus, Meninos
19h – Viva Maria!

A Cinemateca Capitólio é um equipamento da Secretaria da Cultura de Porto Alegre. O projeto de restauração e de ocupação da Cinemateca Capitólio foi patrocinado pela Petrobras, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Ministério da Cultura. O projeto também contou com recursos daPrefeitura de Porto Alegre, proprietária do prédio, e realização da Fundação CinemaRS –FUNDACINE.

Nenhum comentário: