Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 31 de dezembro de 2019

NOTA: 'Feliz 2020' - Que derrotemos o fascismo e fortalecendo o nosso cinema e a cultura como um todo



2019 será lembrado como um ano em que o Brasil sofreu com diversos retrocessos em vários setores e com a cultura não poderia ter sido diferente. Escancarando o fato que não entende nada de cultura e cinema brasileiro, o Presidente Bolsonaro cortou recursos, desprezou o nosso cinema e ameaçando até mesmo na extinção da ancine e que da qual, infelizmente, será comandado por um evangélico disposto a censurar tudo por ele. O pior disso é ver o Presidente querer frear os recursos para os realizadores unicamente por acreditar que o Brasil não faz bons filmes.
Isso comprova a sua mentalidade limitada, da qual não busca informação e que, não tenho menor dúvida, pouco se esforça em ler a nossa história cinematográfica. Com relação a isso, deixo essa imagem acima para fortalecer a nossa fonte de conhecimento com relação ao nosso cinema brasileiro. Os críticos de cinema da Abraccine, alinhado com o Canal Brasil, lançou nos últimos anos uma coleção chamada "100 melhores" que fala um pouco sobre a história do nosso cinema brasileiro e destacando as principais obras que entraram para a nossa história. Dizer que o Brasil não sabe fazer filmes não só demonstra uma falta de informação, como também se comprova o seu desden contra o nosso patrimônio cultural.
Que 2020 enfrentemos esse fascismo, para então derrota-lo e fortalecer a nossa sétima arte que merece e sempre merecerá respeito. A gente só perde quando a gente desiste e, ao menos da minha parte, não desistirei de apreciar e defender uma arte que sempre amei.  

Feliz 2020 para todos que nasceram nesse maravilhoso país de "Bacurau" e boas sessões de cinema para todos nós.   


Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: