Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 3 de dezembro de 2019

Cine Dica: NHelke Sander, Tela Indígena e Sessão Vagalume (3 a 8 de dezembro)

DEBATE SOBRE O FEMINISMO DE HELKE SANDER  IV MOSTRA DE CINEMA TELA INDÍGENA ESQUECERAM DE MIM NA SESSÃO VAGALUME
Esqueceram de mim

A programação da semana da Cinemateca Capitólio apresenta um debate sobre a obra da realizadora alemã Helke Sander, a IV Mostra de Cinema Tela Indígena e a última edição de 2019 da Sessão Vagalume, que apresenta filmes para crianças de todas as idades.

HELKE SANDER EM DEBATE
Na terça-feira, 3 de dezembro, às 19h30, a pesquisadora e crítica Carla Oliveira participa de uma sessão comentada do média-metragem Quebrem o Poder dos Manipuladores (1968) e da série de curtas Dos Relatórios dos serviços de vigilância e patrulha (1985), dirigidos por Helke Sander. A sessão faz parte da mostra O Feminismo e a Vanguarda de Helke Sander, que segue em exibição até o dia 8 de dezembro. Mais informações sobre a mostra em: http://www.capitolio.org.br/novidades/3801/o-feminismo-e-a-vanguarda-de-helke-sander/


TELA INDÍGENA
Entre os dias 5 e 8 de dezembro, a Cinemateca Capitólio recebe a IV Mostra de Cinema Tela Indígena.
A Mostra Tela Indígena propõe conhecer diferentes olhares, experiências visuais, maneiras de fazer cinema e de construir narrativas, refletindo sobre temas contemporâneos junto aos realizadores indígenas convidados. Nesta semana, esse espaço é demarcado e retomado através das sessões, mas também de atividades de troca de saberes com pensadores e artistas de vários lugares do Brasil, arte contemporânea, artesanato e música indígena. Mais informações em: https://www.mostratelaindigena.com.br/iv-tela-indigena-2019

SESSÃO VAGALUME
Nos dias 7 e 8 de dezembro, a Sessão Vagalume apresenta na Cinemateca Capitólio o clássico natalino Esqueceram de Mim (Home Alone), de Chris Columbus.  É a oportunidade de trazer as crianças de todas as idades para a experiência de assistir na tela do cinema a este filme que marcou gerações. Quando o levado Kevin McCallister (Macaulay Culkin) não se comporta na noite anterior de uma viagem da família para Paris, sua mãe o faz dormir no sótão. Ele deseja que sua família não esteja em casa. Após os McCallisters irem para o aeroporto sem Kevin, que acorda e acredita que o seu desejo de não ter família se tornou realidade, ele percebe que dois vigaristas planejam roubar a residência. Sozinho, ele precisa proteger a casa da família destes atrapalhados ladrões.
Reconhecendo a importância da formação de uma cultura cinematográfica desde a infância, o Programa de Alfabetização Audiovisual (PAA) realiza em dezembro mais uma edição da Sessão Vagalume. Sediado na Cinemateca Capitólio, o PAA promove diversas atividades que buscam aproximar o cinema do universo escolar, garantindo a fruição de filmes na sala escura como uma experiência singular. Com a Sessão Vagalume o Programa estende suas ações ao público em geral, ampliando a programação regular da Cinemateca a espectadores de todas as idades. É na Sessão Vagalume que a programação e o projeto educativo da Cinemateca Capitólio se encontram. As sessões acontecem sempre no primeiro final de semana do mês, às 14h, com ingressos a R$ 10,00 e R$ 5,00.

INGRESSOS
Tela Indígena: entrada franca
Helke Sander: R$ 10,00
Sessão Vagalume: R$ 10,00

GRADE DE HORÁRIOS
3 a 8 de dezembro de 2019

3 de dezembro (terça-feira)
14h – A Cidade dos Piratas
16h – Legalidade
18h – A Cidade dos Piratas
19h30 – Quebrem o Poder dos Manipuladores + Dos relatórios dos serviços de vigilância e patrulha Nº 1, Nº 5 e Nº 8 + debate

4 de dezembro (quarta-feira)
14h – A Cidade dos Piratas
16h – Legalidade
18h – A Cidade dos Piratas
19h30 – Silvo + A Personalidade Reduzida em Todos os Ângulos

5 de dezembro (quinta-feira)
14h – A Cidade dos Piratas
16h – Legalidade
19h – Abertura da mostra Tela Indígena
20h – Tela Indígena: Kyringue Rory’i: o sorriso das crianças + Para’i

6 de dezembro (sexta-feira)
14h – A Cidade dos Piratas
16h – Legalidade
18h – A Cidade dos Piratas
19h30 – O Fator Subjetivo

7 de dezembro (sábado)
14h – Sessão Vagalume: Esqueceram de Mim
16h – Libertadores Tomam Liberdades – Parte 1
18h – Tela Indígena: Sessão de Curtas
20h – Tela Indígena: Até o fim do mundo + Majur + Teko Haxy - ser imperfeita

8 de dezembro (domingo)
14h – Sessão Vagalume: Esqueceram de Mim
16h – Libertadores Tomam Liberdades – Parte 2
18h – Tela Indígena: Wiñaypacha
20h – Tela Indígena: Opy’i régua + Nẽn Ga vĩ – uma retomada kanhgág em movimento

Nenhum comentário: