Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 11 de abril de 2018

Cine Dica: Clube de Cinema de Porto Alegre promove mostra comemorativa aos seus 70 anos de fundação



Clássicos serão exibidos de 12 a 18 de abril na Cinemateca Paulo Amorim
                                Tempos Modernos                                                                                                                                                                                                         
O Clube de Cinema de Porto Alegre completa 70 anos de atividades com uma mostra especial de 12 a 18 de abril, na Cinemateca Paulo Amorim (Casa de Cultura Mario Quintana - Rua dos Andradas, 736). Serão exibidos clássicos de diferentes décadas e gêneros da cinematografia mundial sempre às 19 horas.
No dia 13 (sexta-feira), às 15 horas, acontece uma homenagem ao crítico de cinema Hiron Goidanich (Goida), além da sessão extra
(esta sessão será gratuita)  do filme "Tempos Modernos". Será realizado um bate-papo conduzido por Márcio von Diemen, o atual presidente da entidade.

Clube de Cinema de Porto Alegre

Foi fundado em 13 de abril de 1948 pelo jornalista Paulo Fontoura Gastal - juntamente com jornalistas, cinéfilos e intelectuais de Porto Alegre - inspirados no movimento cineclubístico europeu, buscando estabelecer um espaço dedicado à expansão da cinefilia. Ao longo de sua história o CCPA adquiriu prestígio, organizando grandes mostras retrospectivas e divulgando produções fora do circuito comercial. Desde então e até hoje o Clube é ativo e persistente em promover exibições semanais, sem esquecer de uma boa conversa após cada sessão sobre o filme recém visto.  A mostra tem apoio da Cinemateca Paulo Amorim e da locadora E O Vídeo Levou. O ingresso pode ser adquirido na bilheteria da Cinemateca por R$4,00. A sessão extra tem entrada franca.

Programação:

Quinta, 12.04
19h - Tempos Modernos (Charles Chaplin, 1936, 87 min)
Filme produzido e dirigido por Charles Chaplin, protagonizado por seu  mais famoso personagem, The Tramp (o vagabundo), que vive um trabalhador em busca de sobrevivência, em tempos difíceis de grave crise social.

Sexta, 13.04
19h - Cantando na Chuva (Gene Kelly, 1952, 102 min)
Don Lockwood (Gene Kelly) e Lina Lamont (Jean Hagen) são dois dos astros mais famosos da época do cinema mudo em Hollywood. Seus filmes são um verdadeiro sucesso de público e as revistas inclusive apostam num relacionamento mais íntimo entre os dois, o que não existe na realidade. Mas uma novidade no mundo do cinema chega para mudar totalmente a situação de ambos no mundo da fama: o cinema falado, que logo se torna a nova moda entre os espectadores. Decidido a produzir um filme falado com o casal mais famoso do momento, Don e Lina precisam entretanto superar as dificuldades do novo método de se fazer cinema, para conseguir manter a fama conquistada.

Sábado, 14.04
19h - A Estrada da Vida (Federico Fellini, 1954, 108 min)
Gelsomina (Giulietta Masina) é vendida pela mãe para o brutamonte Zampanò (Anthony Quinn), estrela de um número em que arrebenta correntes amarradas em seu corpo. A jovem auxilia Zampanò e passa a também ser apresentar como palhaça, seguindo o estilo de Chaplin. A garota é constantemente maltratada pelo homem, que ainda a agride sempre que tenta fugir. Quando os dois se juntam a um circo, Gelsomina fica encantada com Bobo (Richard Basehart), provocando ciúmes em Zampanò.

Domingo, 15.04
19h - Deus e o Diabo na Terra do Sol (Glauber Rocha, 1964, 110 min)
Manuel (Geraldo Del Rey) é um vaqueiro que se revolta contra a exploração imposta pelo coronel Moraes (Mílton Roda) e acaba matando-o numa briga. Ele passa a ser perseguido por jagunços, o que faz com que fuja com sua esposa Rosa (Yoná Magalhães). O casal se junta aos seguidores do beato Sebastião (Lídio Silva), que promete o fim do sofrimento através do retorno a um catolicismo místico e ritual. Porém ao presenciar a morte de uma criança Rosa mata o beato. Simultaneamente Antônio das Mortes (Maurício do Valle), um matador de aluguel a serviço da Igreja Católica e dos latifundiários da região, extermina os seguidores do beato.

Terça, 17.04
19h - O Enigma de Kasper Hauser (Werner Herzog, 1974, 110 min)
Um homem jovem chamado Kaspar Hauser (Bruno S.) aparece de repente na cidade de Nuremberg em 1828, e mal consegue falar ou andar, além de portar um estranho bilhete. Logo é descoberto que sua aparição misteriosa se deve ao fato de que ele ficou trancado toda sua vida em um cativeiro, desconhecendo toda a existência exterior. Quando ele é solto nas ruas sem motivo, muitas pessoas decidem ajudá-lo a se integrar na sociedade, mas rapidamente Kaspar se transforma em uma atração popular.

Quarta, 18.04
19h -  Rapsódia em Agosto (Akira Kurosawa, 1991, 98 min)
Uma mulher idosa mora em Nagasaki, no Japão, e está tomando conta dos seus quatro netos durante as férias. Lá, eles aprendem sobre a bomba atômica que atingiu o local em 1945 e como o fato acabou matando o avô deles.
 


Siga o Clube de Cinema de Porto Alegre através das redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/ccpa1948
twitter: @ccpa1948  
Instagram: @ccpa1948 

Nenhum comentário: