Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Cine Dica: PROGRAMAÇÃO DE SETEMBRO da Cinemateca Capitólio

O Massacre da Serra Elétrica

Quatro belas mostras tomam conta da programação da Cinemateca Capitólio Petrobras em setembro. Cinema Novo – Brasil em Transe resgata a partir do cinquentenário de Terra em Transe, de Glauber Rocha, obras com claras intenções políticas do movimento que transformou o cinema brasileiro nos anos 1960 e 70. Capitólio Em Cena retoma a parceria com o Porto Alegre Em Cena e exibe uma série de filmes que estabelecem diversos diálogos com teatro, música e dança. Cinema Super-8 traz um panorama de longas realizados nesse formato no Rio Grande do Sul, com o lançamento do livro Super-8: Um Sonho de Cinema, de Antonio Leão da Silva Neto. No fim do mês, a Cinemateca recebe a Mostra Diálogo, organizada pelos curadores do Festival Diálogo de Cinema, com uma seleção de importantes curtas-metragens brasileiros inéditos na cidade. Entre as sessões especiais, mais obras essenciais do cinema gaúcho: a comemoração dos 20 anos de Anahy de Las Misiones, de Sergio Silva, e a exibição especialíssima, em 35mm, de Um é Pouco, Dois é Bom, de Odilon Lopez, primeiro longa-metragem realizado por um diretor negro no Brasil.

E tem mais! Outro homenageado é Tobe Hooper, um dos grandes nomes do horror moderno americano, morto no último mês. Serão três exibições de filmes emblemáticos de sua trajetória. O Projeto Raros apresenta uma fantasia repleta de ação e invenção: Zu - Warriors from the Magic Mountain, de Tsui Hark, mestre do cinema de Hong Kong. E já que o The Who vem a Porto Alegre, celebraremos a presença inédita na cidade com dois clássicos adaptados das óperas-rock: Tommy, dirigido por Ken Russell, e Quadrophenia, assinado por Franc Roddam. Ainda sobra espaço para exibições de dois filmes sul-coreanos que não entraram no circuito comercial de Porto Alegre: A Filha de Ninguém, de Hong Sang-soo, e O Lamento, de Na Hong-jin. Aproveitem!
  
MOSTRAS

CINEMA NOVO – BRASIL EM TRANSE (entrada franca)
2 a 10 de setembro

Os 50 anos de Terra em Transe, a obra-prima de Glauber Rocha, também marcam o aniversário de um dos momentos mais críticos da história do cinema no Brasil. O que fazer após um golpe? As respostas são muitas, caóticas, desesperadas, conflitantes, enlouquecidas. A mostra Cinema Novo – Brasil em Transe reúne grandes clássicos e obras menos conhecidas da geração que transformou o cinema brasileiro. São filmes realizados no calor (meados dos anos 1960) e no horror (pós-AI-5) do Golpe de Estado de 1964 por nomes como Glauber Rocha, Joaquim Pedro de Andrade, Nelson Pereira dos Santos, Paulo César Saraceni, Carlos Diegues, Gustavo Dahl, Leon Hirszman, Sergio Bernardes Filho, Julio Calasso, Andrea Tonacci e Luiz Rosemberg Filho.


MOSTRA DIÁLOGO
30 de setembro e 1º de outubro (entrada franca)

A Mostra Diálogo é uma exibição sem caráter competitivo organizada pelo Festival Diálogo de Cinema. Ela apresenta um panorama composto por 16 curtas-metragens realizados no país ao longo do ultimo ano e que ainda não tiveram exibição em Porto Alegre. Serão três sessões seguidas de debate.

CAPITÓLIO EM CENA
A partir de 12 de setembro

A Cinemateca Capitólio Petrobras apresenta uma mostra de cinema em parceria com o Porto Alegre Em Cena, paralela à programação de teatro, música e dança e que dialoga com a curadoria do festival. Entre os filmes, Canção de Baal, de Helena Ignez, Coração de Cachorro, de Laurie Anderson, Divinas Divas, de Leandra Leal, Kbela, de Yasmin Thayná, A Carruagem de Ouro, de Jean Renoir, Gaga – O Amor Pela Dança, de Tomer Heymann, Vontade Indômita, de King Vidor, e As Mulheres, de George Cukor. A abertura da mostra traz a sessão comentada de Plínio Marcos – Nas Quebradas do Mundaréu, com a presença do diretor Julio Calasso

CINEMA SUPER–8
21 a 24 de setembro (entrada franca)

A mostra Cinema Super-8 promove o lançamento do livro Super-8 no Brasil: Um Sonho de Cinema, de Antonio Leão da Silva Neto, com a presença do autor, e um panorama de longas realizados nessa bitola no Rio Grande do Sul: Deu Pra Ti Anos 70, de Nelson Nadotti e Giba Assis Brasil, Coisa na Roda, de Werner Schünemann, Inverno, de Carlos Gerbase, A Palavra Cão Não Morde, de Sérgio Amon e Roberto Henkin, e Tempo Sem Glória, de Henrique de Freitas Lima.

HOMENAGEM A TOBE HOOPER (R$ 10,00)
15 a 17 de setembro

Morto no último mês, Tobe Hooper foi um dos nomes que revolucionou o horror americano na década de 1970. A Cinemateca Capitólio Petrobras homenageia o grande diretor com três sessões. Uma edição extra do Projeto Raros com o psicodélico Eggshells, seu primeiro longa; uma sessão comentada de Força Sinistra com o realizador Jaime Lerner, que fez parte da equipe do filme, e uma gloriosa exibição do clássico absoluto O Massacre da Serra Elétrica. Exibição em HD.
 
EM CARTAZ

A FILHA DE NINGUÉM (a partir de 26 de setembro – R$ 16,00)
(Noogooui Daldo Anin Haewon)
90 minutos, 2013, Coréia do Sul
Direção: Hong Sang-soo
Distribuição: California Filmes

Uma estudante de cinema sonha em se tornar atriz. Quando descobre que sua mãe está se mudando para o Canadá e que seus colegas estão falando mal dela por conta do relacionamento que teve com um professor casado, ela se enche de dilemas existenciais. Exibição em DCP

O LAMENTO (a partir de 26 de setembro - R$ 16,00)
(Goksung)
156 minutos, 2016, Coréia do Sul
Direção: Na Hong-jin
Distribuição: California Filmes

Um vilarejo pacífico começa a testemunhar assassinatos cruéis cometidos pelos moradores. Os criminosos parecem estar fora de si, e as autoridades pensam que talvez tenham consumido cogumelos venenosos. No entanto, o inspetor de polícia Jong-Goo (Kwak Do-Won) suspeita que os casos tenham uma origem sobrenatural, ligada a um forasteiro que acaba de chegar ao local. Exibição em DCP
 
SESSÕES ESPECIAIS

PROJETO RAROS ESPECIAL (8/9 – entrada franca)
Um é Pouco, Dois é Bom
97 minutos, 1970, Brasil
Direção: Odilon Lopez
 
Episódio “Com Um Pouquinho de Sorte”: Jorge, motorista de ônibus, e Maria, comerciária, se casam e vão residir num apartamento popular. Ela, grávida, é despedida do emprego e ele, sofrendo um acidente, tem o mesmo destino. O casal começa a sofrer com problemas financeiros. Episódio “Vida Nova Por Acaso”: Magrão e Crioulo vivem às custas de pungas de bolsas femininas nas ruas centrais de Porto Alegre, embora nem sempre sejam bem-sucedidos em seus golpes. Após a sessão, acontece debate com a atriz Araci Esteves.   Exibição em 35mm.  


Anahy de Las Misiones (20/9, 20h, entrada franca)
115 minutos, 1997, Brasil
Direção: Sergio Silva

A saga de uma mulher que luta pela sobrevivência durante o período mais conturbado da historia do Rio Grande do Sul, a Revolução Farroupilha (1835-1845). Arrastando um velho carroção sem bois, Anahy e seus filhos enfrentam a guerra, a morte e o medo. Exibição em DCP.

ESPECIAL THE WHO

Tommy (23/09 - R$ 10,00)
111 minutos, 1975, Inglaterra
Direção: Ken Russell
Distribuição: MPLC

Um menino criado no período do pós-guerra na Inglaterra desenvolve surdez e cegueira psicológicas, devido a experiências traumáticas na infância. Habilidoso nos jogos, ganha fama como campeão de fliperama, tornando-se ídolo nacional. Exibição em HD.
 
Quadrophenia (24/09 – R$ 10,00)
120 minutos, 1979, Inglaterra
Direção: Franc Roddam
Distribuição: MPLC
 
Na Londres de 1964, Jimmy Cooper é um membro de uma gangue Mod - jovens bem vestidos que dirigem vespas Lambretta. Os mods estão sempre brigando com os Rockers, que vestem jaquetas de couro e dirigem motocicletas. Desiludido com seus pais e seu emprego, Jimmy só encontra uma válvula de escape para sua angústia adolescente quando está com seus amigos mods Dave, Chalky e Spider. Um feriado de três dias é a desculpa para a rivalidade entre as duas gangues chegar às vias de fato, enquanto ambas descem para a cidade litorânea de Brighton para o confronto definitivo. Quadrophenia é uma reflexão sobre a Grã-Bretanha pré-Tatcher, documentando o narcisismo movido a anfetaminas da cultura jovem dos anos 60. Exibição em HD.
 
PROJETO RAROS (29/09 – entrada franca)
Zu - Warriors from the Magic Mountain
(Shu Shan - Xin Shu shan jian ke)
95 minutos, 1983, Hong Kong
Direção: Tsui Hark

Na antiga China, a Montanha Zu é palco de constantes conflitos entre facções por seu valor militar estratégico. Mas essa região também dá lugar a um mundo mágico de feiticeiros e templos antigos. Dirigido pelo mestre do cinema de ação e fantasia de Hong Kong, Tsui Hark, Zu - Warriors from the Magic Mountain é uma das obras mais delirantes e inventivas da década de 1980. Após a exibição, acontece um debate com o crítico e pesquisador Carlos Thomaz Albornoz e com o cineasta Davi de Oliveira Pinheiro. Exibição em HD.

Nenhum comentário: