Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 13 de junho de 2013

Cine Especial: STAR TREK: Parte 2

Com a chegada de Além da Escuridão: Star Trek nos cinemas, vamos voltar um pouco no passado e relembrarmos as primeiras aventuras da tripulação U.S.S Enterprise no cinema.  
 
Star Trek III - À Procura de Spock

Sinopse: O almirante Kirk acredita que Spock ainda está vivo e decide resgatá-lo no planeta Gênesis, para onde o corpo do ex-comandante foi mandado.

Embora o filme anterior (A irá de Khan) tenha se tornado o melhor da série cinematográfica, muitos fãs sentiram o gosto amargo, ou até mesmo um soco no estomago por ter assistido a morte de um de seus personagens preferidos, o Sr Spock, Mas em termos de ficção cientifica nada é impossível que aconteça e, portanto era uma questão de lógica que os produtores fariam de tudo para trazerem o personagem de volta. Mas estavam com um grande pepino em mãos: no segundo filme o ator Leonard Nimoy deixou claro que somente voltaria a interpretar o personagem caso ele morresse na trama, sendo assim uma forma de desvencilhar de vez da imagem do seu personagem mais marcante.
Com isso, os produtores decidiram seduzir o astro, em não só voltar à franquia, como também dirigir o terceiro filme e tendo se tornado o primeiro do elenco da série clássica responsável pela direção. Embora não seja perfeito como o filme anterior, a trama é bastante agiu e faz com que se tenha a sensação que é bem mais curto do que aparenta. Isso se deve graças aos inúmeros acontecimentos que ocorrem desde os heróis irem resgatar Spock no planeta gênesis, como também os eventos que ocorrem no planeta recém criado. Vale destacar que os vilões da vez são os próprios klingons, liderados pelo capitão Kruge, que é interpretado por ninguém menos que  Christopher Lloyd (De Volta para o Futuro), numa interpretação feros, mas com articulações menos eficazes que o vilão Khan do filme anterior.  
Logicamente o ato final reserva momentos emocionantes como à volta à vida de Spock. O que me passa nas ultimam cenas, é que tanto o interprete como personagem fazem as pazes finalmente, pois para o bem ou para o mal, um não pode mais viver sem o outro e o leve sorriso que o personagem da nos segundos finais da trama representa muito bem isso. E como sempre, a aventura continua. 

   Me Sigam no Facebook e Twitter:

Nenhum comentário: