Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 31 de agosto de 2021

Cine Dica: Em Cartaz: 'Doutor Gama'

Sinopse: Confira a biografia de Luiz Gama, homem negro que usou leis e tribunais para libertar mais de 500 escravos. Um abolicionista e republicano que inspirou o país. 

O fim da escravidão no Brasil ocorreu em 13 de maio de 1888, porém, sendo um dos últimos países do mundo a decretar o fim dessa vergonha dentro de nossa história da humanidade. Porém, em tempos atuais em que o fascismo impera no Palácio do Planalto, parece que surgiu de uns tempos para cá homens brancos que se acham no direito de calar a voz de pessoas negras e tendo o desejo de colocar as mesmas novamente nas senzalas. "Doutor Gama" (2021) vem para nos dizer que essa luta pela liberdade já existia muito antes do fim da escravatura e que essas vozes não foram caladas ontem e tão pouco serão caladas hoje.

Dirigido por Jeferson De, Doutor Gama é um filme biográfico sobre a vida do escritor, advogado, jornalista e abolicionista Luiz Gama, uma das figuras mais relevantes da história brasileira. Ele utilizou todo seu conhecimento sobre as leis e os tribunais para libertar mais de 500 escravos durante sua vida. Nascido de ventre livre, Gama foi vendido como escravo aos 10 anos para pagar dívidas de jogo de seu pai, um homem branco. Mesmo escravizado, ele conseguiu se alfabetizar, assim conquistou sua liberdade, se tornando um dos mais respeitados advogados de sua época.

Infelizmente é preciso eu dar um puxão de orelha com relação a essa produção de Jeferson De, pois o primeiro ato não retrata exatamente passo a passo sobre a origem do protagonista. Embora testemunhemos Gama ainda como criança sendo vendido de forma ilegal como escravo, por outro lado, o realizador agilizou por demais as passagens da história, onde não demora muito para vermos Gama já adulto e defendendo os homens livres sendo vendidos como escravos ilegalmente. Em tempos em que a nossa história é sempre jogada de forma mastigada por essa geração presa as redes sociais e Fake News, não seria por demais passar com mais detalhes as raízes desse personagem histórico que nós tivemos.

Porém, embora com poucos recursos, os realizadores criaram uma ótima reconstituição de época, cuja a fotografia de cores quentes sintetiza um Brasil em transição com relação as mudanças, mesmo quando ali ainda havia homens brancos, ricos e conservadores que não queriam em Hipótese alguma as ondas da mudança: a cena em que vemos um escravocrata sorrindo ao vermos o conhecimento em chamas sintetiza muito bem isso.

Cesar Mello se sai bem ao interpretar Luís Gama, cuja a sua caracterização se assemelha e muito ao personagem histórico. Porém, é em seus discursos que o interprete sai de cena, dando lugar ao Luís Gama e fazendo nos lembrar que nem todas as leis criadas por um país que se diz livre são realmente válidas para todas as pessoas. Isso é ainda aumentado em potência máxima em um julgamento que pode decretar a morte de um escravo por ter matado um escravocrata estuprador.

Em tempos em que policiais fascistas praticam asfixia contra pessoas negras que foram unicamente para o mercado comprar comida, o filme vem no momento certo, mesmo ele não sendo perfeito em alguns pontos como eu citei acima. O importante é a mensagem que nos passa e o esforço para que ela seja ouvida, seja para todas classes, origens e credo. E caso a mensagem não seja passada e praticada aí sim estaremos todos perdidos.

"Doutor Gama" é uma produção simples, mas de suma importância para ser ouvida e discutida em tempos de declínio e retrocessos. 

NOTA: O filme também se encontra no GloboPlay. 

Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: