Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 14 de agosto de 2015

Cine Especial:HORROR NO CINEMA BRASILEIRO:Parte7



Sim, o gênero de horror existe no Brasil e ele será tema do próximo curso de cinema, criado pelo Cine Um e ministrado pelo Jornalista, crítico, historiador e pesquisador dedicado a tudo que se refere ao cinema de horror mundial Carlos Primati. O curso ocorre nos dias 29 e 30 de Agosto no Cine Capitólio.  Enquanto os dias da atividade não chegam, irei postar por aqui sobre os filmes de horror que eu tive o privilegio de assistir, seja em DVD ou no cinema.

 

Ninfas Diabólicas (1978)



Sinopse: O filme narra as desventuras de um pai de família seduzido por duas estranhas e belas jovens, interpretadas pelas musas Aldine Müller e Patrícia Scalvi.

 

Sucesso de bilheteria na época de seu lançamento, Ninfas diabólicas é o filme de estreia de John Doo, diretor que voltaria a incursionar pelo horror em outras produções realizadas na Boca. Contando com fotografia do cineasta Ozualdo Candeias e com música original do maestro tropicalista Rogério Duprat, Ninfas diabólicas reúne suspense, bruxaria e erotismo. O que poderia render mais uma de inúmeras pornochanchadas da época, o filme se envereda para o gênero fantástico, mesmo em doses mínimas.
Curiosamente, o final pode soar até previsível, mas seguia a risca dos filmes de horror da época: sexo+traição=morte, algo que era comum quando se era  visto em filmes de horror americanos dos anos 70 e 80.
 

As Sete Vampiras (1986)



Sinopse:Depois de ver seu marido ser devorado por uma planta carnívora, a professora de dança Sílvia se isola de todos em sua casa de campo. Só é convencida a abandonar seu retiro quando um velho amigo a convida para trabalhar numa boate, e prontifica-se a montar um balé intitulado "As Sete Vampiras", mas o sucesso do espetáculo é interrompido por estranhos assassinatos.


Após a estréia em longas como O segredo da múmia, que promoveu dentro do Brasil a popularização  do subgênero terrir que havia se iniciado nos EUA, Ivan Cardoso retorna, depois de quatro anos, com As sete vampiras. O filme é uma história vertiginosa que mistura de tudo um pouco, desde plantas carnívoras, assassino serial e vampirismo, com o desfile habitual de belas atrizes nuas. Contudo, há quem diga que  As sete vampiras não deu tão certo quanto O segredo da múmia, devido ao fato do cineasta colocar o escracho muito além do referencial, e assim, quando o referencial surge, acaba meio que enfraquecido pelo exagero e pelo desleixo da direção. Entretanto, a vacalhação do gênero torna o filme divertido, mas que dificilmente irá agradar a todos que curtem o horror, mas com 100% de qualidade.


Inscrições para o curso cliquem aqui 

 Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: