Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 18 de maio de 2015

Cine Especial: Fantaspoa 2015: Curtas e longa metragem internacional

 Curtas metragens (Internacionais)

  

Time Trap (Austrália)



Sinopse: Depois de perder o controle de sua nave, um astronauta pousa numa Terra pós-apocalíptica. Ele deve interagir com a história do planeta para encontrar seu caminho para casa.

Uma inteligente mistura de Wall-E com qualquer filme de viagem no tempo que se preze. A grande originalidade dessa pequena obra esta no fato da maneira de como protagonista visita cada ponto do passado de um planeta terra moribundo. Efeitos especiais criativos, o que tornam essa obra muito mais charmosa.     

 

Dinner for Few (EUA/Grécia)



Sinopse: Durante o jantar, o sistema funciona como uma máquina: alimenta poucos que comem tudo, enquanto outros muitos sobrevivem com o pouco que lhes resta.

Animação originalíssima, crítica e perturbadora. Aqui o sistema é representado por porcos comendo compulsivamente (onde cada um tem uma profissão importante), enquanto o trabalhador que os alimenta e os gatos esfomeados que se encontram no chão, nada mais são do que a classe média que alimenta a classe dominante e que ao mesmo tempo espera por uma sobra dos alimentos vindo deles. O final é chocante, sangrento e que sintetiza um futuro sombrio de nós mesmos presos, ao consumismo e controlados pelos poderosos.

     



 Nightsatan and the Loops of Doom (Finlândia)



Sinopse: No deserto da Finlândia no mundo pós-apocalíptico de 2034, um trio de guerreiros com sintetizadores conduz rituais musicais para manter o que restou de sua sanidade mental.


Um curta que resgata o lado brega e nostálgico dos anos 80, mas que ao mesmo tempo não dá uma resposta clara sobre que quer transmitir para nós. Cabe cada um interpretar de uma forma quando se assiste.

 

Luna (EUA)



Sinopse: Em um deserto que sangra com o sol poente, um vilão aparece...

Por momento compreendemos que estamos presenciamos uma família sendo chacinada por um psicopata, mas gradualmente descobrimos que a história é outra. Numa verdadeira mistura de gêneros, o curta metragem é engenhoso pega ratão, o que faz da obra muito mais interessante.    


 
Peine de Mort (França)



Sinopse: Quanto ela chega em sua casa, é atacada por dois homens. As memórias de uma jovem passeiam por sua mente. E ela escolhe o caminho da vingança.


Violento suspense, cuja trama se apresenta de forma não cronológica e com isso montamos os momentos de cada cena apresentada, para sim então termos uma exatidão dos fatos que realmente ocorrerão. O final é trágico e leva em consideração que vingança não é tudo para aqueles que buscam ela. 


I`m a Sharpener (França)



Sinopse: Harris Tindall trabalha apontando lápis. Diariamente, ajusta os lápis dos clientes de acordo com suas personalidades e sentimentos.


Curta francês que, resgata um pouco do lado romântico do período Nouvelle Vague, principalmente me fez relembrar dos melhores filmes François Truffau. O protagonista acredita que, através da maneira que os seus clientes se apresentam a ele, poderá apontar dá melhor forma possível os seus lápis. Porém, no momento que ele se apaixona por uma de suas clientes, percebesse que, não só não consegue desvendar os reais sentimentos dela, como também desconhece o que realmente irá acontecer com ele mesmo.          





Omega (Alemanha)



Sinopse: O fim da evolução está num mundo dominado por formações de lixo bizarras, poeira e pedras. Do que restou, uma forma de existência rapidamente surge.

Ficção criativa que, relembra os bons e velhos tempos das animações stop motion e que visualmente se inspira nos melhores contos de  H. P. Lovecraft.



Longas Metragens: 

Dead Snow 2: Red Vs. Dead



Sinopse:Martin não está tendo as melhores férias de sua vida. Ele acidentalmente assassinou sua namorada com um machado, cortou seu próprio braço com uma serra elétrica e seus amigos foram devorados por um batalhão de zumbis nazistas. Nesta manhã, ele acordou no hospital com um braço nazista super poderoso que tenta matar todos à sua volta, inclusive ele. Possuído pela ira, Martin decide dar o troco ao coronel Herzog montando seu próprio exército de mortos-vivos assassinos.

Embora eu não tenha visto o filme original, a trama tranquilamente pode ser compreendida, principalmente por possuir um prólogo que resume o que aconteceu anteriormente. Na realidade o filme é simplesmente uma brincadeira, aonde se encontra diversas referencias a outros filmes de horror, desde Morte do Demônio e a Volta dos Mortos Vivos. Carregado de humor negro e piadas nerds que somente os entendedores entenderão. Dead Snow 2: Red Vs. Dead não é para se levar a sério em nenhum momento, pois se fizer isso, perderá a graça de se ver já nos primeiros minutos.  
Leia mais sobre a programação completa festival clicando aqui.

    

Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: