Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 9 de abril de 2013

Cine Especial: "MARVEL - 15 ANOS DE AVENTURA NO CINEMA": Parte 8

Nos dias 13 e 14 de abril, estarei participando do curso  "MARVEL - 15 ANOS DE AVENTURA NO CINEMA" criado pelo Cena Um e ministrado pelo critico de cinema ROBERTO SADOVSKI. Enquanto os dias da atividade não chegam, por aqui, estarei postando sobre as quinze melhores adaptações da Marvel para o cinema (em ordem cronológica) nestes últimos quinze anos.

QUARTETO FANTÁSTICO

Sinopse: Quatro astronautas ganham poderes especiais após sofrerem um grave acidente espacial. Juntos eles são... O Quarteto Fantástico! Só que há um homem com planos bastante duvidosos que irá confrontar nossos heróis, um tal de Doutor Destino.

Não faltaram pessoas que malharam contra essa adaptação, sobre um dos grupos de maior sucesso da editora Marvel, mas existe uma razão para tudo: para começar, o publico já estava mais do que acostumado a assistir super produções de qualidade baseado em HQ (na época, a ultima foi Homem Aranha 2), mas quando deram de cara com Quarteto Fantástico, viram uma produção pra lá de simples, que embora aja algumas cenas de ação e efeitos visuais, o filme vai mais para o lado do humor inocente. Se por um lado o estúdio frustrou as expectativas do publico, por outro respeitou um dos maiores charmes desses personagens, que era os conflitos familiares que eles passam nas HQ, com algumas pitadas de humor pastelão.
A quem acredite que o filme era para ser algo completamente diferente do que foi apresentado para o publico, pois houve um boato na época que após o sucesso de Os Incríveis da Pixar em 2004 (que por ventura existe vários pontos semelhantes da família Marvel) fez com que o estúdio Fox mandasse os produtores e diretor (Tim Story), fazer algo completamente diferente. Se a versão anterior seria melhor ou pior, nos nunca iremos saber, mas no final das contas, Quarteto Fantástico resgata um pouco do tempo que os super heróis não precisavam ser levados tão a sério. Quem assiste hoje, curte na boa numa sessão da tarde da vida e se diverti com as situações que os personagens se metem ao tentarem se acostumarem com os seus novos poderes que adquiriram.
Do elenco, se destaca Michael Chiklis, que ao interpretar Bem Grimm (o Coisa) consegue ser fiel as raízes do personagem, que sempre sofreu complexo devido a sua forma rochosa e que vira sempre alvo de gozação Johnny Storm (Chris Evans), o Tocha Humana. Em contra partida, Ioan Gruffudd e Jessica Alba (Sr e Sra. Fantástico) fazem apenas um trabalho mediano em seus respectivos papeis, sendo que Gruffudd alias, não faz nenhum esforço para passar para o publico, que o seu Sr Fantástico é um verdadeiro gênio da ciência. Para piorar, Julian McMahon, que embora seja um ótimo ator, seu desempenho ao interpretar Victor Von Doom, O Doutor Destino, não é nenhum pouco diferente do que foi visto no seu personagem narcisista e mulherengo Christian Troy em  Nip/Tuck (Estética).
Embora com esses altos e baixos, Quarteto Fantástico conseguiu-se pagar e rendeu uma seqüência, que infelizmente rendeu muito menos para o estúdio. Visto hoje, talvez ele seja o melhor do grupo de filmes medianos da Marvel, que se encontram obras bem piores como Demolidor, Electra, Justiceiro, Homem Coisa e Wolverine: Origens. 

Me Sigam no Facebook e Twitter:    

Nenhum comentário: