Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

domingo, 30 de junho de 2019

Cine Dica: Em Blu-Ray - DVD – VOD: 'Quintal' - Os Ventos da Mudança

Sinopse: O filme retrata um dia na vida de um casal de idosos em Contagem, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Em seu dia a dia, um casal de idosos começam mudanças significativas em suas vidas.    

Os títulos "Temporada'' e "Ela Volta na Quinta" (2015) somente comprovam que André Novais Oliveira é um dos cineastas mais criativos do nosso cinema brasileiro recente. Além disso, se olharmos para o seu passado, se percebe que em seus tempos como diretor de curtas metragens ele já ensaiava o que ele viria a elaborar em seus futuros projetos. "Quintal" (2015) é um curta bastante pessoal de sua carreira, do qual ele fala sobre a sua pessoa e sintetiza toda a sua criatividade. 
 A trama se passa em Contagem, região metropolitana de Belo Horizonte. Lá, nos é apresentado um casal de idosos, interpretados pelos próprios pais do cineasta. Entre os afazeres do dia a dia, aos poucos, começa acontecer estranhas situações e das quais fazem com que o casal tomem novos rumos em suas vidas.  
Transitando entre documentário e ficção, André Novais Oliveira retrata um pouco do seu olhar da sua infância através do protagonismo de seus pais. Tanto Maria José Novais Oliveira como Norberto Novais Oliveira atuam de uma forma natural, como se não houvesse intromissão do cineasta em suas ações vistas na tela. Porém, o lado documental dá lugar aos poucos ao gênero fantástico, mas que podemos enxerga-lo como uma forma de releitura sobre as mudanças que ocorrem em seu devido tempo.  
Quando, por exemplo, a mãe quase é levada por um fortíssimo vento, podemos interpretar essa situação como prenuncio de mudanças que virão a seguir. Da mesma forma como podemos fazer uma releitura sobre uma estranha fenda que se abre no quintal da casa do casal. Esse momento, aliás, é entrecortado quando o pai começa assistir aos antigos filmes pornôs do seu filho.  
Curiosamente, não há qualquer mudança brusca no comportamento do casal na medida que ambos testemunham tais acontecimentos. No meu entendimento, se percebe que são personagens que decidem se guiar pelas mudanças, pelos desejos, mas também respeitando o convívio um do outro. Quando o pai adentra a fenda dentro do quintal, podemos enxergar ali ele abraçando os seus desejos reprimidos, assim como a mãe que opta em se preocupar mais com a sua pessoa e decide começar a fazer academia. 
Curiosamente, há uma cena de um misterioso político corrupto, do qual liga para mãe e fala a respeito de possíveis escândalos. Embora, aparentemente, isso pareça algo jogado na trama em num primeiro momento, podemos enxergar ali também como uma forma que o cineasta encara os governos de ontem e hoje, dos quais vem e vão e nada muda nessa realidade, por vezes, nebulosa. Ao vermos, enfim, os pais seguindo as suas vidas, constatamos que os ventos da mudança acontecem para ambos tomarem novos rumos, independente dos seus obstáculos.  
"Quintal" é um curioso e divertido curta metragem de André Novais Oliveira, do qual sintetiza toda sua boa criatividade e que se elevaria ainda mais futuramente. 


Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: