Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 27 de junho de 2019

Cine Dica: CINEMATECA CAPITÓLIO PETROBRAS HOMENAGEIA DÉCIO ANDRIOTTI

No Tempo das Diligências 

No próximo dia 29 de junho, sábado, às 14h, a Cinemateca Capitólio Petrobras realiza, em parceria com o Clube de Cinema de Porto Alegre, uma homenagem a um de seus frequentadores e colaboradores mais ativos, o professor, pesquisador e cinéfilo Décio Andriotti, falecido em 2018. Na ocasião, a Sala Multimídia do espaço, destinada a cursos, oficinas e exibições para grupos menores, passa a se chamar Sala Décio Andriotti.
 A homenagem a Décio Andriotti iniciará com a exibição da cópia restaurada do clássico No Tempo das Diligências (Stagecoach), de John Ford, um dos filmes favoritos de Andriotti, pesquisador e colecionador de westerns, seu gênero cinematográfico favorito. Produção de 1939, este ano a obra-prima de Ford comemora seu 80º aniversário de lançamento. A exibição, que acontece na sala principal da Cinemateca Capitólio Petrobras, será seguida pela cerimônia de descerramento da placa da Sala Décio Andriotti, localizada no terceiro andar. Durante a homenagem, os familiares de Andriotti também farão a entrega oficial do acervo cinematográfico do pesquisador para o Centro de Documentação e Memória da Cinemateca Capitólio Petrobras. A coleção de livros, revistas e filmes de Andriotti doada à Capitólio contém cerca de 900 itens e passa, a partir de agora, a ficar à disposição do público, num gesto que traduz a generosidade intelectual do homenageado, reconhecida por todos aqueles que tiveram o privilégio de conhecê-lo.
Luiz Osvaldo Leite, que conviveu por 74 anos com o intelectual, lembra que a paixão pelo cinema sempre esteve presente na trajetória de Décio Andriotti. No período em que ele lecionou Matemática e História no Colégio Catarinense, em Florianópolis, Andriotti foi responsável pela criação de um cineclube escolar, frequentado por Rogério Sganzerla: "Décio influenciou Sganzerla a fazer cinema, e manteve uma amizade com o diretor de O Bandido da Luz Vermelha ao longo de toda a sua vida".
Tanto a exibição de No Tempo das Diligências quanto a cerimônia de descerramento da placa em homenagem a Décio Andriotti são abertas ao público e têm entrada franca.


GRADE DE HORÁRIOS
25 a 30 de junho de 2019

25 de junho (terça-feira)
14h – Diamantino
16h – Morrer aos 30 Anos
18h – A Segurança Interna
20h – Secundas + Escolas em Luta

26 de junho (quarta-feira)
14h – Diamantino
16h – Os Anos de Chumbo
18h – A Assembleia
20h – Secundas + Zero de Conduta

27 de junho (quinta-feira)
14h – Inferninho
16h – As Consequências do Crime
18h – Operações de Garantia da Lei e da Ordem
19h30 – Uma Juventude Alemã + debate com a cineasta Liliana Sulzbach e a cientista política Silvana Krause 

28 de junho (sexta-feira)
14h – Inferninho
16h – O Planeta dos Vampiros
18h – A Ameaça que Veio do Espaço
20h – Projeto Raros: Alien 2 - Sulla Terra

29 de junho (sábado)
14h – No Tempo das Diligências – Homenagem a Décio Andriotti
16h – Enraivecida na Fúria do Sexo
18h – Alien, o Oitavo Passageiro + debate

30 de junho (domingo)
14h – Inferninho
16h – A Ameaça que Veio do Espaço
18h – O Planeta dos Vampiros
20h – Zoravia + debate

Nenhum comentário: