Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 19 de fevereiro de 2019

Cine Dica: Em Cartaz: 'Tito e os Pássaros' - O Brasil Imperfeito

Sinopse: Tito é um menino tímido de 10 anos que vive com sua mãe. De repente, uma estranha epidemia começa a se espalhar, fazendo com que pessoas fiquem doentes quando se assustam. Tito rapidamente descobre que a cura está relacionada à pesquisa feita por seu pai ausente sobre o canto dos pássaros.  

Alemanha estava em frangalhos Após o encerramento da 1º Guerra Mundial e tudo que o seu povo via em suas ruas era um amargo pesadelo com um futuro indefinido. O expressionismo vindo da pintura, por sua vez, sintetizou em quadros as imagens de um país em puro transe, ao ponto de servir de inspiração para o nascimento do Expressionismo Alemão no cinema e comandado por cineastas autorais que tinham muito o que dizer. A união da pintura expressionista e cinematográfica novamente unem suas forças, mas desta vez aqui no Brasil, com o lançamento do longa de animação "Tito e os Pássaros".
Dirigido por Gustavo Steinberg, Gabriel Bitar e André Catoto, o filme conta a história do pequeno Tito, que vive sozinho com a sua mãe. No passado, seu pai criou um aparelho que faria com que as pessoas enfrentassem os seus medos através do canto dos pássaros, mas um acidente no percurso faz com que esse sonho não se torne em realidade. Porém, os cidadãos da cidade começam a sofrer de uma doença vinda do medo e cabe Tito e seus amigos combaterem isso.
Com uma animação feita a mão, da qual é inspirada em pinturas e no próprio cinema expressionismo alemão, “Tito e os Pássaros” possui um visual propositalmente imperfeito, pois ele representa a nossa imperfeita realidade atual do Brasil. Embora aparente ser uma história pertencente ao gênero fantástico, o filme escâncara as mazelas de um Brasil atual tomado pela violência, preconceito, mídia sensacionalista e de megacorporações a serviço de poderosos inescrupulosos. O cenário, portanto, se torna propicio para o surgimento do medo, do qual fragiliza os personagens da trama e gerando total paranoia.
Por conta disso, o filme possui muitos momentos até mesmo sombrios, mesmo sendo uma obra voltada para todas as idades. Porém, é um belo e pequeno aprendizado para os jovens atuais saberem valorizar o ambiente e as pessoas em sua volta, ao invés de sucumbirem aos meios de comunicação parciais e fake news da internet. Em tempos retrógados, dos quais assusta até mesmo os adultos, o filme é um refresco para os olhos de um público cansado ao verem tanto vandalismo vindo de um governo a serviço somente do estado e não do povo.
"Tito e os Pássaros" é uma corajosa animação brasileira, ao nos dizer que o medo é uma ideia e da qual precisa ser combatida.  
Em Cartaz: Cinebancários. Rua General Câmara, nº424, centro de Porto Alegre. Horário: 15horas.

Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: