Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Cine Dica: Curso sobre Cinema de Autor


Apresentação

O Cinema, a chamada 7ª arte, é, antes de tudo, uma arte coletiva, colaborativa. Mas é impossível negar que por trás da construção de uma obra audiovisual há sempre o olhar de um realizador apontando o caminho a seguir. No entanto, há uma cadeia de forças, desejos e ambições que invariavelmente se sobrepõem à inspiração artística do diretor. Exercer na plenitude um cinema autoral é, em essência, uma arte em si.

O Cinema de Autor é um tipo de produção cinematográfica na qual o diretor é visto como a principal força criativa na realização de um filme. O pensamento crítico e a doutrina dessa forma de cinema surgiram no contexto francês no final dos anos 1940, a partir das reflexões teóricas de André Bazin e Alexandre Astruc. Esta nova maneira de "ver" e "conceber" um filme, incentivada pela revista Cahiers du Cinéma, acabou por contribuir para o surgimento do movimento da Nouvelle Vague.


Antes de produzirem seus filmes autorais, cineastas como Jean-Luc Goddard e François Truffaut deram importantes contribuições no desenvolvimento da chamada Política dos Autores. O fundamento principal dessa doutrina é que o diretor, por ter uma visão global dos sons e imagens do filme, deve ser considerado mais o autor da obra do que o roteirista. Assim, é a linguagem de câmera, a fotografia, a duração da cena e todos os outros elementos decididos pelo diretor que definirão os significados expressos pelo filme, mais até do que o próprio roteiro.


Objetivos

O curso Cinema de Autor, ministrado por Fernando Mascarello, vai analisar e propor uma reflexão sobre o cinema de autor como manifestação encontrada tanto no “cinema de arte” quanto no cinema de tipo “hollywoodiano” ou “clássico”, além de traçar a genealogia da ideia de autoria cinematográfica. Será objeto de estudo o desenvolvimento das cinematografias e cineastas que compõem o cânone histórico do cinema de autor, identificando as três matrizes estéticas históricas da produção do cinema autoral: o Clássico; o Realista e o Expressivo.


Temas

Definições iniciais
1. Cinema clássico (ou “hollywoodiano”) x cinema de arte: a tensão constitutiva central do campo cinematográfico.
2. Entre o cinema clássico e o cinema de arte, o que é o cinema de autor?
3. Limpando a área: definições de blockbuster, filme cult, cinema experimental, cinema independente, etc.


Período clássico
1. Consolidação do cinema clássico hollywoodiano e hegemonia de Hollywood no pós-Primeira Guerra.
2. A resposta europeia: Expressionismo Alemão (nascimento do cinema “expressivo”); Montagem Soviética e outras vanguardas dos anos 1920. Friedrich W. Murnau; Fritz Lang; Serguei Eisenstein e Dziga Vertov.
3. Anos 1920: o surgimento da ideia de autoria na França.


Período moderno
1. Neorrealismo italiano e a consolidação do cinema realista. Roberto Rossellini; Luchino Visconti e Vittorio De Sica.
2. Cineclubismo e cinefilia na França pós-Segunda Guerra: a Cinemateca Francesa e o boom das revistas de crítica cinematográfica.
3. A “Política dos Autores” de François Truffaut; Éric Rohmer; Jean-Luc Godard & cia. nas páginas dos Cahiers du Cinéma dos anos 1950.
4. O escandaloso amor dos jovens franceses por uma “Hollywood autoral”: Alfred Hitchcock; Howard Hawks; Billy Wilder; Douglas Sirk, etc.
5. Anos 1960: a Nouvelle Vague francesa e a explosão do cinema de autor modernista pelo mundo. John Cassavetes e o cinema indie americano. Ingmar Bergman; Michelangelo Antonioni; Federico Fellini e Pier Paolo Pasolini. O caso japonês: Akira Kurosawa; Yasujiro Ozu e Kenji Mizoguchi X Nouvelle Vague Japonesa. O Novo Cinema Alemão: Wim Wenders; Werner Herzog e Rainer Werner Fassbinder.


Período contemporâneo
1. O “renascimento” de Hollywood e o declínio do cinema de autor modernista.
2. Filme de autor híbrido, ou em busca do público perdido. ONew American Cinema de Martin Scorsese e Francis Ford Coppola. Os casos de Quentin Tarantino; Pedro Almodóvar e o último Woody Allen.
3. Cinema de autor hoje: um mapa sinóptico do contemporâneo.


Ministrante: Prof. Dr. Fernando Mascarello

Pesquisador e professor com atuação nas áreas de Teoria do Cinema, História do Cinema, Análise Fílmica, Crítica Cinematográfica e Estudos Culturais. Seu livro História do Cinema Mundial (Papirus, 2012, 7a. edição) é adotado na maior parte dos cursos de graduação em Cinema e Audiovisual do país. Pesquisador com trabalhos apresentados em congressos internacionais como os da "Society for Cinema and Media Studies" (SCMS), tem também forte atuação na Sociedade Brasileira de Estudos de Cinema e Audiovisual (SOCINE), da qual foi membro do Conselho Executivo de 1999 a 2009, além de criador e coordenador dos Seminários Temáticos "Indústria e Recepção Cinematográfica e Audiovisual" (2009 a 2011) e "Recepção Cinematográfica e Audiovisual" (2012 a 2014). Publica com freqüência no caderno Cultura (Proa) do jornal Zero Hora, de Porto Alegre. Como crítico de cinema, também foi responsável pela criação da revista "Teorema - Crítica de Cinema", de Porto Alegre, da qual foi editor. Foi coordenador do curso de "Realização Audiovisual" (Cinema) da UNISINOS, onde atualmente coordena o curso de "Especialização em Cinema". Atua como professor das disciplinas de "História do Cinema Internacional " e "Teoria do Cinema" do curso de Realização Audiovisual. É doutor em Cinema pela Universidade de São Paulo (2004). Já ministrou o curso "Filme Noir: Cinefilia & Sexualidade" pela Cine UM.


Curso
Cinema de Autor
de Fernando Mascarello


Datas
Dias 26 e 27 / Setembro (sábado e domingo)

Horário
Das 15h às 18h

Local
Cinemateca Capitólio
(Rua Demétrio Ribeiro, 1085 - Porto Alegre - RS)


Informações
cineum@cineum.com.br  Fone: (51) 9320-2714

Realização
Cine UM Produtora Cultural

Patrocínio
Sapere Aude Livros
Editora Aleph
Back in Black
Loja Nerdz

Apoio

Parceria
Espaço Vídeo
Papo de Cinema

Nenhum comentário: