Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Cine Dica: A Batalha de Solferino e Hélio Oiticica na Sala P. F. Gastal

SALA P. F. GASTAL EXIBE DESTAQUE DO CINEMA CONTEMPORÂNEO FRANCÊS E DOCUMENTÁRIO SOBRE HÉLIO OITICICA
A partir de terça-feira, 9 de setembro, a Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) exibe dois novos filmes em sua grade de programação: A Batalha de Solferino, da francesa Justine Triet, e o documentário Hélio Oiticica, dirigido por César Oiticica Filho.  



                                                   A BATALHA DE SOLFERINO  

Eleito pela importante revista francesa Cahiers du Cinéma um dos dez melhores filmes de 2013, A Batalha de Solferino é o primeiro longa-metragem de ficção da jovem diretora Justine Triet. Na trama, a jornalista Laetitia deixa seus filhos com seu ex-marido para cobrir as eleições presidenciais. Contudo, uma série de imprevistos absurdos acontecerá pelo caminho: da babá amante ao advogado misógino. Mas é domingo na França, nada funciona. Em parceria com a Embaixada da França, a Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e o Institut Français, A Batalha de Solferino será exibido em blu-ray.    
A BATALHA DE SOLFERINO
La Bataille de Solférino
(França, 2013, 94 minutos)
De Justine Triet.
Com Laetitia Dosch, Vincent Macaigne, Arthur Harari, Virgil Vernier


HÉLIO OITICICA


Hélio Oiticica e Júlio Bressane falam da ideia de fazer um filme de tapes históricos, ou como disse  Haroldo de Campos, Heliotapes: fitas K7 em que Hélio dialoga  e envia proposições a amigos pessoais como Wally Salomão, Carlos Vergara, Antônio Dias, entre outros. O documentário junta tais tapes históricos a filmes do próprio Hélio e de outros que o filmaram com suas   obras, criando esse delírio ambulatório no qual o próprio artista nos conta sua vida num caleidoscópio da cultura dos anos 1960 e 1970 e que nos permite, finalmente, sermos apresentados a Hélio Oiticica por ele mesmo. Fugindo da narrativa tradicional, o filme aborda diversos aspectos da trajetória do artista, como suas aspirações anarquistas, sua temporada em Nova York e seu contato com as drogas. Hélio Oiticica recebeu os prêmios Caligari e da crítica no Festival de Berlim em 2012 e o de melhor documentário no Festival do Rio do mesmo ano. Exibição digital em alta definição.
HÉLIO OITICICA
 (Brasil, 2012, 94 minutos)
Direção: César Oiticica Filho
Pesquisa de imagens: Antonio Venancio
Produção: Guerrilha Filmes
GRADE DE PROGRAMAÇÃO
9 a 14 de setembro de 2014
9 de setembro (terça)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

10 de setembro (quarta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica


11 de setembro (quinta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica


12 de setembro (sexta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica


13 de setembro (sábado)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Sessão Aurora (O Vício, de Abel Ferrara)


14 de setembro (domingo)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica
Sala P. F. Gastal
Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia
Av. Pres. João Goulart, 551 - 3º andar - Usina do Gasômetro
Fone 3289 8133 / 8135 / 8137

Nenhum comentário: