Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 8 de setembro de 2014

Cine Dica: A Batalha de Solferino e Hélio Oiticica na Sala P. F. Gastal

SALA P. F. GASTAL EXIBE DESTAQUE DO CINEMA CONTEMPORÂNEO FRANCÊS E DOCUMENTÁRIO SOBRE HÉLIO OITICICA
A partir de terça-feira, 9 de setembro, a Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) exibe dois novos filmes em sua grade de programação: A Batalha de Solferino, da francesa Justine Triet, e o documentário Hélio Oiticica, dirigido por César Oiticica Filho.  



                                                   A BATALHA DE SOLFERINO  

Eleito pela importante revista francesa Cahiers du Cinéma um dos dez melhores filmes de 2013, A Batalha de Solferino é o primeiro longa-metragem de ficção da jovem diretora Justine Triet. Na trama, a jornalista Laetitia deixa seus filhos com seu ex-marido para cobrir as eleições presidenciais. Contudo, uma série de imprevistos absurdos acontecerá pelo caminho: da babá amante ao advogado misógino. Mas é domingo na França, nada funciona. Em parceria com a Embaixada da França, a Cinemateca da Embaixada da França no Brasil e o Institut Français, A Batalha de Solferino será exibido em blu-ray.    
A BATALHA DE SOLFERINO
La Bataille de Solférino
(França, 2013, 94 minutos)
De Justine Triet.
Com Laetitia Dosch, Vincent Macaigne, Arthur Harari, Virgil Vernier


HÉLIO OITICICA


Hélio Oiticica e Júlio Bressane falam da ideia de fazer um filme de tapes históricos, ou como disse  Haroldo de Campos, Heliotapes: fitas K7 em que Hélio dialoga  e envia proposições a amigos pessoais como Wally Salomão, Carlos Vergara, Antônio Dias, entre outros. O documentário junta tais tapes históricos a filmes do próprio Hélio e de outros que o filmaram com suas   obras, criando esse delírio ambulatório no qual o próprio artista nos conta sua vida num caleidoscópio da cultura dos anos 1960 e 1970 e que nos permite, finalmente, sermos apresentados a Hélio Oiticica por ele mesmo. Fugindo da narrativa tradicional, o filme aborda diversos aspectos da trajetória do artista, como suas aspirações anarquistas, sua temporada em Nova York e seu contato com as drogas. Hélio Oiticica recebeu os prêmios Caligari e da crítica no Festival de Berlim em 2012 e o de melhor documentário no Festival do Rio do mesmo ano. Exibição digital em alta definição.
HÉLIO OITICICA
 (Brasil, 2012, 94 minutos)
Direção: César Oiticica Filho
Pesquisa de imagens: Antonio Venancio
Produção: Guerrilha Filmes
GRADE DE PROGRAMAÇÃO
9 a 14 de setembro de 2014
9 de setembro (terça)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica

10 de setembro (quarta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica


11 de setembro (quinta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica


12 de setembro (sexta)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica


13 de setembro (sábado)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Sessão Aurora (O Vício, de Abel Ferrara)


14 de setembro (domingo)
15:00 – Hélio Oiticica
17:00 – A Batalha de Solferino
19:00 – Hélio Oiticica
Sala P. F. Gastal
Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia
Av. Pres. João Goulart, 551 - 3º andar - Usina do Gasômetro
Fone 3289 8133 / 8135 / 8137

Nenhum comentário: