Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do CENA UM (tendo já 39 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros e musica erudita mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Constantine ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

quarta-feira, 1 de outubro de 2014

Cine Dica: Em Blu-Ray, DVD, Netflix e locação via TV a cabo: DIVERGENTE



Sinopse:Na futurística Chicago, quando a adolescente Beatrice (Shailene Woodley) completa 16 anos ela tem que escolher entre as diferentes facções que a cidade está dividida. Elas são cinco, e cada uma representa um valor diferente, como honestidade, generosidade, coragem e outros. Beatrice surpreende a todos e até a si mesma quando decide pela facção dos destemidos, escolhendo uma diferente da família, e tendo que abandonar o lar. Ao entrar para a Dauntless, ela torna-se Tris e vai enfrentar uma jornada para afastar seus medos e descobrir quem é de verdade. Além disso, Tris conhece Four, um rapaz mais experiente na facção que ela, e que consegue intrigá-la e encantá-la ao mesmo tempo. 

Divergente é o best-seller da escritora Veronica Roth. Assim como as outras sagas juvenis (como Jogos Vorazes) este filme segue a mesma linha, onde uma garota terá que confrontar a sociedade para descobrir qual é o seu papel no mundo e ao mesmo tempo sobreviver. Existe é claro certo  preconceito sobre essas sagas literárias, sendo que muitos acreditam que elas nasceram unicamente para serem adaptadas para o cinema. Porém, é preciso reconhecer que se é bem adaptada (como o recente Maze Runner - Correr ou morrer) se tem sim um bom filme e que faz essa nova geração de cinéfilos não ficar somente presas em sagas açucaras e que terminam numa vala comum.
É claro que após ver o trailer eu já fui pelo sentido do contra gosto antes mesmo de assisti-lo e acreditando que seria uma copia de uma copia das sagas já mencionadas. Mas para minha surpresa no decorrer da sessão, minhas suspeitas negativas foram caindo ladeira a baixo. Não é aquela “mil maravilhas”, mas pelo menos supera algumas dessas tentativas em se criar novas franquias para o cinema, como o horroroso Instrumentos Mortais. 
Já assumo que não li o livro e por isso não irei ficar fazendo comparativos com a história original. O filme prendeu a minha atenção e da mesma forma irá prender a atenção do publico em geral, mesmo aquele não sendo fã do livro, pois acredito que os produtores estejam interessados num publico maior. 
O filme tem uma história bem interessante, onde os países entraram em guerra, algumas comunidades acabaram se isolando do resto do mundo e desta forma os habitantes de uma cidade se isolaram e dividiram seus membros em cinco facções para assim conviverem em harmonia. A produção não tem pressa em nos apresentar aquele universo ficcional e de forma  gradual fica focando o treinamento da protagonista. Em meio a esse treinamento, os seus dilemas e dificuldades de esconder o seu verdadeiro potencial perante os poderosos que controlam aquele mundo acabam pretendo e muito a nossa atenção.
O par romântico Beatrice (Shailene Woodley) e 4 (Theo James) possuem uma boa química em cena e suas boas interpretações ajudam a levantar a moral do filme a todo momento. O amadurecimento da protagonista perante as adversidades é o que torna O Divergente diferente das outras franquias juvenis e por isso mesmo conquistara também um publico mais exigente. Produção que nitidamente se vê que possuiu orçamento limitado, mas é o seu conteúdo que falará mais alto. 

Me sigam no Facebook, twitter e Google+     

Cine Dica: O Estudante entra em cartaz no CineBancários

Primeiro longa de Santiago Mitre entra em cartaz dia 2 no CineBancários
 Estreia no CineBancários dia 2 de outubro, a  produção argentina O Estudante, do estreante em longa-metragem , Santiago Mitre. Reconhecido por ser roteirista dos filmes de Pablo Trapero, o diretor define o filme como uma fábula política sobre o poder e os consensos. Radiografia do ambiente universitário argentino, em suas conexões com o poder, a partir de um contexto global de aridez utópica, “O estudante” desenha um novo (e elegante) caminho para o thriller político.
 
O Estudante permanece em cartaz no CineBancários até 15 de outubro, com sessões às 15h, 17h e 19h e ingressos por R$ 6,00 para o público geral e R$ 3,00 para bancários sindicalizados, jornalistas sindicalizados, idosos e estudantes.
 
Sinopse:
Roque, um jovem do interior, chega a Buenos Aires para recomeçar a faculdade pela 3ª vez. Sem interesse nas aulas, ele se ocupa fazendo amigos e conhecendo garotas. Até que uma delas o apresenta ao mundo da militância política. Numa das reuniões do partido dela, ele conhece um ex-político e professor da universidade. Com ele, Roque aprende a ser líder estudantil e encontra sua vocação, mas logo percebe que as regras desse universo não são muito diferentes da política fora das universidades.
 
O diretor:
Santiago Mitre nasceu em 1980, em Buenos Aires e Graduou-se na Universidad del Cine. É um dos quatro diretores de “El Amor - Primeira Parte”, apresentado no Festival de Veneza em 2004, e também roteirista de “Leonera” (2008), exibido na competição do Festival de Cannes, e “Abutres” (2010), selecionado para a mostra Un Certain Regard do mesmo festival, ambos dirigidos por Pablo Trapero. Este é seu primeiro longa-metragem como diretor.

FICHA TÉCNICA: Argentina, 2011, cor, 110 minutos.
Direção: Santiago Mitre
Roteiro: Santiago Mitre
Fotografia: Gustavo Biazzi, Federico Cantini, Alejo Maglio e Soledad Rodriguez
Montagem: Delfina Castagnino
Produção: Agustina Llambi Campbell, Santiago Mitre e Fernando Brom
Empresa produtora: La Unión de los Ríos, Pasto
Elenco: Esteban Lamothe, Valeria Correa, Ricardo Felix e Romina Paula.

PREMIAÇÃO:
13° BAFICI - Premio Especial del Júui / Melhor Fotografia
FESTIVAL DE LOCARNO - Premio Especial do Júri
FIPRESCI ARGENTINA - Melhor Filme Argentino 2011
FESTIVAL DE GIJON - Melhor Filme / Melhor Roteiro / Premio do Júri Jovem
PRÊMIOS SUR (ACADEMIA DEL CINE ARGENTINO) - Melhor Obra Prima / Melhor Roteiro Original / Melhor Ator Revelação / Melhor Atriz Revelação
FESTIVAL DE CARTAGENA - Melhor Filme / Melhor Ator / Melhor Filme do Júri Fipresci
PRÊMIOS CONDOR - Melhor Obra Prima / Melhor Rote iro / Melhor Ator Revelação
FESTIVAL DE LIMA - Melhor Filme Júri da Imprensa Internacional
FESTIVAL DE VALDIVIA - Melhor Filme Júri Fipresci

Grade de Horários:

1 de outubro (quarta-feira)
15h - De Menor
17h - De Menor
19h - OcidenteS

2 de outubro (quinta-feira)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

3 de outubro (sexta-feira)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

4 de outubro (sábado)
9h30 - História no Cinema para Vestibulandos: Guerra Fria
Filme: Adeus, Lênin de Wolfgang Becker (Alemanha, 2003, 121 minutos)
Palestrantes: Gabriel Truccolo de Lima e Erick da Silva
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

5 de outubro (domingo)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

7 de outubro (terça-feira)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

8 de outubro (quarta-feira)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

9 de outubro (quinta-feira)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

10 de outubro (sexta-feira)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

11 de outubro (sábado)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

12 de outubro (domingo)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

14 de outubro (terça-feira)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

15 de outubro (quarta-feira)
15h - O Estudante
17h - O Estudante
19h - O Estudante

C i n e B a n c á r i o s 

Rua General Câmara, 424, Centro - Porto Alegre | Fone: (51) 34331204 


terça-feira, 30 de setembro de 2014

Cine Especial: II Festival de Curtas A Hora do Cinema: Parte 3



Nos dias 19, 20 e 21 de novembro desse ano, ocorrerá o segundo festival de curtas metragens de A Hora do Cinema (Santander Cultural – Porto Alegre RS). Enquanto o festival não chega, por aqui estarei postando o que eu achei dos curtas metragens exibidos no ano passado. Confiram:


A  ULTIMA REUNIÃO DANÇANTE
Sinopse: Jonas ficou em recuperação na escola e suas maiores preocupações são passar de ano e ficar com a menina que ele gosta. Faltam poucos dias antes que todos saiam de férias e sua grande chance de se dar bem está na última reunião dançante do ano.

O diretor Lisandro Santos não somente cria uma trama que resgata um pouco de suas lembranças como também enlaça facilmente o interesse de todas as pessoas da faixa dos 20 e 30 anos que viveram nos anos 80. Ver esse curta é como se recordar das boas e más lembranças do tempo da escola, frustrações amorosas, amizades, moda,  musica, desenhos, filmes e criando então uma sensação de pura nostalgia.
Exibido e premiado em várias mostras A Ultima Reunião Dançante nada mais do que um belo e divertido conto sobre nós mesmo e de um período em que a gente nunca esquece.  
   
Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Cine Dica: Novidades de Irã e Japão na Sala P. F. Gastal

ESTREIAS DE JAFAR PANAHI E YOJI YAMADA NA SALA P. F. GASTAL
 
A partir de terça-feira, 30 de setembro, a Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) apresenta dois lançamentos exclusivos na cidade: Cortinas Fechadas, dos iranianos Jafar Panahi e Kambozia Partovi, e Uma Família em Tóquio, do japonês Yoji Yamada. Com distribuição da Esfera e Vitrine Filmes, os filmes serão projetados em blu-ray.  

CORTINAS FECHADAS
(Pardé)
de Jafar Panahi, Kambozia Partovi
com Kambozia Partovi, Maryam Moghadam, Jafar Panahi
Irã – 2013 – 106min

Uma casa à beira-mar. As cortinas estão fechadas, as janelas cobertas de preto. Dentro dela, um homem está escondido com seu cachorro. Ele escreve um roteiro de cinema. De repente, uma jovem misteriosa aparece. Ela se recusa a ir embora, o que irrita o escritor. Mas, ao raiar do dia, outra chegada mudará a perspectiva de todos.

Jafar Panahi é um dos mais importantes realizadores iranianos, autor de obras-primas como O Balão Branco (1995), roteirizado por Abbas Kiarostami e vencedor da Câmera de Ouro no Festival de Cannes, O Espelho (1997), vencedor do Leopardo de Ouro no Festival de Locarno, e O Círculo (2000), vencedor do Urso de Ouro em Berlim. Desde 2010 Panahi vive em prisão domiciliar no Irã, acusado de apoiar um opositor do então governo. Seus dois últimos filmes, Isto não é um Filme e Cortinas Fechadas, realizados clandestinamente com a ajuda de diretores locais, refletem com rara poesia esse período delicado de sua vida e a atual situação política do país.   


UMA FAMÍLIA EM TÓQUIO
(Tokyo Kazoku)
de Yoji Yamada
com Isao Hashizume, Kazuko Yoshiyuki, Masahiko Nishimura
Japão – 2013 – 146min

Shukichi e Tomiko, um casal de idosos, decidem deixar a vida quieta do interior para visitarem os filhos e netos em Tóquio. Quando chegam lá, descobrem que nem o filho mais velho, o médico Koichi, nem a filha mais velha, Shigeko, dona de um salão de beleza, tem tempo para eles. Até o filho caçula seguiu seu próprio caminho. Os dois idosos sentem-se sozinhos e atordoados na acelerada metrópole.

Um dos mais populares cineastas japoneses, em atividade desde os anos 1960, Yoji Yamada homenageia em seu novo filme o clássico Era Uma Vez em Tóquio (1953), de Yasujiro Ozu, relendo a narrativa original em uma Tóquio contemporânea.

 
 
GRADE DE HORÁRIOS
30 de setembro a 5 de outubro de 2014
 
 
30 de setembro (terça)
15:00 – Cortinas Fechadas
17:00 – Uma Família em Tóquio
19:30 – Era Uma Vez em Tóquio

1 de outubro (quarta)
15:00 – Cortinas Fechadas
17:00 – Uma Família em Tóquio
19:30 – Era Uma Vez em Tóquio

2 de outubro (quinta)
15:00 – Cortinas Fechadas
17:00 – Uma Família em Tóquio
19:30 – Mamaliga Blues, de Cássio Tolpolar

3 de outubro (sexta)
15:00 – Cortinas Fechadas
17:00 – Uma Família em Tóquio
19:30 – Era Uma Vez em Tóquio

4 de outubro (sábado)
15:00 – Cortinas Fechadas
17:00 – Uma Família em Tóquio
19:30 – Era Uma Vez em Tóquio

5 de outubro (domingo)
15:00 – Cortinas Fechadas
17:00 – Uma Família em Tóquio
19:30 – Era Uma Vez em Tóquio
 
Sala P. F. Gastal
Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia
Av. Pres. João Goulart, 551 - 3º andar - Usina do Gasômetro
Fone 3289 8133 / 8135 / 8137