Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do CENA UM (tendo já 45 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros e musica erudita mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Constantine ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 22 de maio de 2015

Cine Especial: Fantaspoa: TESTEMUNHA ÍNTIMA





Sinopse: Facundo é um proeminente advogado que trabalha no escritório de sua sogra, uma mulher poderosa e controladora. Embora aparentemente leve uma vida normal de homem prestigioso e bem sucedido, Facundo guarda um grande segredo: mantém uma relação amorosa com Violeta, namorada de seu irmão Rafael. Um dia, inesperadamente Violeta aparece morta e os dois irmãos começam a acusar um ao outro do crime. Tendo em mente que a melhor opção é se livrar do cadáver, improvisam um plano. No entanto, segredos, desespero e desejo de vingança ameaçam arruinar tudo.
No filme Homens, Mulheres e Filhos, a trama se concentrava na maneira como a internet (mais precisamente as redes sociais) influencia o dia a dia de inúmeras pessoas. Basicamente as pessoas são facilmente encontradas nessas ferramentas, mas ao mesmo tempo se perde a sua privacidade, assim como os inúmeros segredos que antes eram desconhecidos. Testemunha Intima retrata um desses casos que, envolve traição, crime, morte e tudo interligado aos meios rápidos da comunicação de hoje em dia.
Com esses elementos do mundo contemporâneo de hoje, o cineasta Santiago Fernandez Calvete cria um verdadeiro mosaico de erros e acerto de dois irmãos que, embora se gostem, tudo entra em conflito quando um deles começa a ter um caso com a esposa do outro. Entre idas e vindas dessa traição, eis que ela surge morta no apartamento de um deles e se inicia então um caminho sem volta de ambos. O ponto alto do filme é basicamente dentro do apartamento onde (aparentemente) ela foi morta, sendo que os irmãos planejam a todo o momento o que fazer com o corpo.
Claro que a pergunta que não quer calar a todo o momento é quem seria o assassino. Seria um dos irmãos? As respostas vão gradualmente surgindo na tela, em meio a inúmeros flashbacks, aonde vai descascando as verdadeiras personalidades, não só dos dois irmãos, como também de suas esposas. Em meio a isso tudo, a internet, celulares e câmeras são cúmplices ou influencia direta das ações, erros e acertos de todos os personagens no decorrer do filme.
Num determinado momento da trama, um personagem diz que, as pessoas sem perceberem perderam a sua individualidade, assim como a sua vida particular e segredos, pois basta ficarem postando no facebook ou twitter o que estão fazendo em cada minuto de suas vidas para tudo ser revelado. Basicamente até aonde a pessoa busca uma vida privada e ao mesmo tempo quando é que ela se dará conta que isso já é tarde demais hoje em dia?
Sendo exibido no festival de Cannes nesse momento, assim como uma das grandes opções do festival Fantaspoa de Porto Alegre, Testemunha Intima, vai de um simples filme de suspense policial, para uma sessão que nos faz questionar as nossas ações e comportamento num mundo de hoje dominado pela informação rápida e que não tem como nos escondermos dela.     






Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Cine Especial: HISTÓRIA DO CINEMA GAÚCHO: Parte 4

Nos dias 30 e 31 de Maio eu estarei participando do curso História do Cinema Gaúcho, criado pelo Cine Um e ministrada pela Doutora, jornalista e professora Miriam de Souza Rossini. Enquanto os dois dias da atividade não chegam, estarei postando por aqui os filmes rodados em nossa terra (de ontem e de hoje) e que eu tive o privilegio de assistir.


Teixeirinha


Teixeirinha (ou txuta) teve uma infância difícil, especialmente por ter perdido aos sete anos o pai, um carreteiro, e aos nove anos a mãe, em um incêndio.

Em 1960, Teixeirinha estoura nas paradas de sucesso com a música "Coração de Luto", que descreve sua triste infância e principalmente a morte trágica de sua mãe. O lançamento de "Coração de Luto" tornou-se sucesso nacional, pois vendeu milhões de cópias e se tornou um dos singles mais vendidos da história da música mundial. "Coração de Luto" chegou a ser regravada por diversos intérpretes, entre eles, a dupla sertaneja Milionário & José Rico, com uma roupagem sertaneja.

Em 1961 conheceu em Bagé a cantora Mary Terezinha, que se tornou sua efetiva companheira.Atuou também no cinema, sendo que o filme Coração de Luto, de 1967, era uma autobiografia. Teixeirinha é um típico músico da música gaúcha, sendo ele um ícone do estilo. Uma de suas canções mais famosas é "Querência Amada", que em sua introdução possui uma dedicatória ao pai e acabou se tornando um hino informal ao Rio Grande do Sul.

Teixeirinha e Mazzaropi foram os maiores fenômenos populares do cinema sul-americano regional. No caso do cantor gaúcho, seus filmes chegaram a superar 1,5 milhões de espectadores, obtidos apenas nos três estados do sul do país. Eram co-produzidos por distribuidores e exibidores locais, que lhes asseguravam a permanência em cartaz. Sua última produção, "A Filha De Iemanjá" foi distribuída pela Embrafilme com fracos resultados. Uma análise mais detalhada dos resultados de exibição pode conduzir a uma melhor compreensão da relação regional da distribuição e da exibição.

Discografia



    1960 - O Gaúcho Coração do Rio Grande

    1961 - Assim é nos pampas

    1961 - Um gaúcho canta para o Brasil

    1962 - Teixeirinha, volume 4

    1963 - Saudades de Passo Fundo

    1963 - Teixeirinha interpreta

    1963 - Êta gaúcho bom

    1964 - Teixeirinha Show

    1964 - Gaúcho autêntico

    1964 - Canarinho cantador

    1965 - O rei do disco

    1965 - Bate-bate coração

    1965 - Disco de ouro

    1966 - Teixeirinha no cinema

    1967 - Coração de Luto - trilha sonora do filme

    1967 - Mocinho aventureiro

    1967 - Dorme Angelita

    1968 - Doce coração de mãe

    1968 - Última tropeada

    1969 - O rei

    1969 - Volume de prata

    1970 - Carícias de amor

    1970 - Doce Amor / Vejo Nosso Amor no Fim

    1971 - Num Fora de série

    1971 - Entre a cruz e o amor

    1971 - Chimarrão da hospitalidade

    1972 - Ela tornou-se freira - trilha sonora do filme

    1972 - Minha homenagem

    1973 - O Internacional

    1973 - Sempre Teixeirinha

    1974 - Última Gineteada / Menina que passa

    1975 - Pobre João - trilha sonora do filme

    1975 - Aliança de ouro

    1975 - Lindo Rancho

    1977 - Novo Som de Teixeirinha

    1977 - Norte a Sul

    1977 - Canta meu povo / Fronteira gaúcha

    1978 - Amor de verdade / Inseparável violão

    1978 - Menina da gaita / O Centro-Oeste brasileiro

    1979 - 20 anos de glória

    1979 - Menina da Gaita

    1980 - Menina Margareth / Vida e morte

    1981 - Rio Grande de Outrora / Crime de Amor

    1981 - Iemanjá - trilha sonora do filme

    1982 - Que droga de vida / Infância frustrada

    1982 - Os Reis do Desafio - Dez desafios inéditos - Teixeirinha e Mary Terezinha

    1983 - Chegando de longe / Apenas uma flor

    1984 - Guerra dos desafios - Teixeirinha e Nalva Aguiar

    1984 - Quem é você agora / Amor desfeito

    1985 - Amor aos passarinhos

    1993 - Os Grandes Sucessos de Teixeirinha(Póstumo)

    1994 - Teixeirinha Canta com Amigos (Póstumo)



Participação Especial



    1980 - A Grande Noite da Viola - ao vivo



Filmografia



    1967 - Coração de Luto

    1969 - Motorista sem limites

    1972 - Ela Tornou-se Freira

    1973 - Teixeirinha 7 Provas

    1974 - O Pobre João

    1976 - Na Trilha da Justiça

    1976 - Carmen a Cigana

    1976 - A Quadrilha do Perna Dura

    1978 - Meu Pobre Coração de Luto

    1978 - Gaúcho de Passo Fundo

    1979 - Tropeiro Velho

    1981 - A Filha de Iemanjá.
 


quinta-feira, 21 de maio de 2015

Cine Especial: Fantaspoa 2015: TEJEN



Sinopse: Em uma casa de campo em ruínas e isolada do mundo, Oscar procura reconstruir o corpo atrofiado de sua amada esposa. Tenta como pode aliviar a agonia inextinguível que asola a sua jovem mulher: a enfermidade desconhecida parece tê-la consumido a ponto de transformá-la num animal indefeso que só consegue gemer de dores e clamar por ajuda. À noite, Oscar sonha com infernos repletos de corpos apodrecidos e atrofiados que, como o de sua esposa, somente conhecem a dor.


O bom do Fantaspoa é de você apreciar, não somente filmes autorais, como também obras que desafiam a sua mente e que, por vezes, você não sabe ao certo o que viu. Alguns casos a pessoa se sente zonza, mas não devido às imagens fortes, mas por não conseguir assimilar o que acabou de assistir. No seu primeiro longa metragem, Pablo Rabe cria em seu Tejen um filme inquietante, tenebroso, indecifrável e que dificilmente o cinéfilo consegue digerir facilmente após assisti-lo.
Em outras mãos, a trama seria simplesmente mostrar as dificuldades de um homem em cuidar da sua esposa enferma. Porém, nas mãos de Rabe essa trama toma dimensões avassaladoras, das quais explora, não somente o lado mais sombrio do ser humano, como também, como problemas corriqueiros (desde a doença e morte) podem afetar a mente humana e tornando ela tão perigosa para o próprio quanto se possa imaginar. O filme se direciona entre o sobrenatural e terror psicológico, mas jamais ficando num único lugar.
Amante das artes plásticas e da fotografia, Pablo Rabe usa a sua câmera para criar inúmeros ângulos de cena pouco convencionais, criando então uma sensação mais mórbida e fazendo com que a gente se pergunte o que virá depois. Logicamente ele se inspirou em outros gênios para criar determinadas cenas: a minha cabeça soou Melancolia de Lars Von Trier na abertura do filme, pois as cenas (embora diferentes) nos dão o mesmo tipo de sensação graças á fantástica câmera lenta.
Fora isso, talvez um dos ápices da trama, seja quando o protagonista começa a ter inúmeros pesadelos, onde por vezes enxerga pessoas nuas sentindo dor, fazendo sexo, ou simplesmente se auto-infringindo. Vendo as cenas, me fez lembrar também a obra A Divina Comédia de Dante Alighieri e com elas, se cria um verdadeiro pesadelo visual que, ou você recua o rosto ou encara o horror. Há uma introdução de uma professora querendo saber por que a filha do protagonista não vai à aula, mas isso é passageiro, pois o inferno naquela casa já esta mais do que tomado como um todo.
Acima de tudo Tejen é um filme experimental, algo cada vez mais raro hoje em dia e que dificilmente será visto num cinema convencional.


Me sigam no Facebook, twitter e Google+