Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do CENA UM (tendo já 44 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros e musica erudita mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Constantine ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

Carregando...

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Cine Especial: Blaxploitation – O Cinema Negro Americano dos Anos 70: Parte 4




Nos dias 23 e 24 de abril, estarei participando do mais novo curso do Cine Um, intitulado Blaxploitation – O Cinema Negro Americano dos Anos 70, que será ministrado pelo escritor e critico de cinema César Almeida que, por sua vez, já ministrou outros cursos como Mestres & Dragões: A Era de Ouro das Artes Marciais no Cinema e Sam Peckinpah – Rebelde Implacável.
Enquanto os dias da atividade não chegam, irei postar por aqui sobre os melhores filmes desse subgênero que, posteriormente, influenciou futuros cineastas como Spike Lee e Quentin Tarantino.

Sweet Sweetback's Baadasssss Song (1971

Sinopse: Depois de impedir o linchamento de um jovem negro pertencente aos Panteras Negras, as mãos de dois policias racistas brancos. Sweetback’s um prostituto negro, passa a integrar a lista dos mais procurados, e apenas pode contar com ajuda da comunidade do ghetto para escapar.
Um filme independente, experimental e que ia de contra mão do que era feito no cinema norte americano daquele tempo. Muito embora o filme pertença não somente ao principio do nascimento do subgênero Blaxploitation que, estava acontecendo no início dos anos 70, como também é pertencente ao “novo cinema americano” que começou a dominar o circuito a partir de 1967. O lado rebelde e sem papas na língua é o que realmente salvou o cinema americano do previsível, que não poderia somente viver de sua arte de uma forma corriqueira e plasticamente artificial. 
O filme foi dirigido por Mario Van Peebles que, segundo registros, foi um dos primeiros realizadores negros a trabalhar no cinema americano e neste filme ele próprio é uma produção como um todo, já que escreveu, protagonizou e compôs sua própria trilha sonora. O filme é de tudo um pouco: consciência social, thriller psicodélico, parte soft pornô (ousado digas se de passagem).
Assistindo a obra, ou você o descarta por passar uma forma de apresentar uma trama de um jeito completamente diferente do convencional, ou então aceita e irá se deleitar com algo original e que não possui regrar na forma que nos apresenta a sua trama. Um filme que foi um verdadeiro Vanguardista em muitos aspectos quer ao nível da narrativa, da cinematografia, e especialmente da crítica social em abundância. Como eu disse acima, foi um dos primeiros do subgênero Blaxploitation, mas com certeza um dos mais corajosos e que configura facilmente entre os filmes mais importantes da história do cinema (sendo destaque no livro 1001 Filmes para ver Antes de Morrer).
O filme custou meros 120 mil dólares para ser concluído, mas arrecadou em torno de 15 milhões, se tornando então um dos mais bem sucedidos da história.  




Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Cine Curiosidade: STAR WARS: O DESPERTAR DA FORÇA :: Lançamento do trailer

 Brasileiros poderão acompanhar pelas redes sociais tudo o que
ocorre num dos maiores eventos dedicados ao universo Star Wars


São Paulo, abril de 2015 - Entre os dias 16 e 19 de abril, em Anaheim, Califórnia, ocorre o Star Wars Celebration. O evento reúne celebridades, autores, artistas e diretores ligados ao universo de Star Wars.

 Os fãs e todos os brasileiros interessados na saga e no  filme poderão acompanhar em tempo real pelo Twitter e Facebook toda a programação e bastidores do Star Wars Celebration. Numa iniciativa especial a Disney Brasil terá um war room em São Paulo com quinze profissionais de comunicação e especialistas na franquia, que farão a cobertura – a partir do dia 15 - com todos os detalhes da convenção. Um correspondente in loco também irá colaborar nas redes sociais com textos, fotos e vídeos exclusivos sobre diversos aspectos do evento, como a presença de atores, assuntos relacionados à moda, comportamento e cosplay.

 O painel de abertura do evento, marcado para o dia 16 de abril às 16h (horário de Brasília-DF), com J.J. Abrams e Kathleen Kennedy - respectivamente, diretor e produtora de "Star Wars: O Despertar da Força" - será transmitido em live streaming pela fã-page https://www.facebook.com/StarWars.br.  Os fãs poderão enviar previamente suas perguntas para pelo Twitter utilizando a #ODespertarDaForça ou marcando o perfil oficial @StarWarsBr

 Além de dividir todas as novidades do Star Wars Celebration para quem já é fã, a ação tem também como objetivo trazer outros aspectos da franquia para os novos públicos e gerar grande expectativa sobre o lançamento de “Star Wars: O Despertar da Força” – que será lançado mundialmente nos cinemas em dezembro deste ano.





            Imagem inline 1    Imagem inline 2  Imagem inline 3



Sobre a Lucasfilm Ltd.

Lucasfilm Ltd., uma subsidiária integral da The Walt Disney Company, é líder mundial em cinema, televisão e produção de entretenimento digital. Além da produção para cinema e televisão, as atividades da empresa incluem efeitos visuais e pós-produção de áudio, animação digital de última geração, software de entretenimento interativo e gestão das atividades globais de propaganda para as suas propriedades de entretenimento, incluindo as lendárias franquias de STAR WARS e INDIANA JONES. A Lucasfilm Ltd. está sediada no norte da Califórnia.
Lucasfilm, o logotipo Lucasfilm, STAR WARS e propriedades relacionadas são denominações comerciais e/ou marcas registradas de Lucasfilm Ltd. e/ou seus afiliados. TM & © 2013 Lucasfilm Ltd. Todos os direitos reservados. Todas as outras denominações comerciais e marcas registradas são propriedades de seus respectivos titulares.



assinaturaEZ-poa-luciana

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Cine Especial: Blaxploitation – O Cinema Negro Americano dos Anos 70: Parte 3



Nos dias 23 e 24 de abril, estarei participando do mais novo curso do Cine Um, intitulado Blaxploitation – O Cinema Negro Americano dos Anos 70, que será ministrado pelo escritor e critico de cinema César Almeida que, por sua vez, já ministrou outros cursos como Mestres & Dragões: A Era de Ouro das Artes Marciais no Cinema e Sam Peckinpah – Rebelde Implacável. 
Enquanto os dias da atividade não chegam, irei postar por aqui sobre os melhores filmes desse subgênero que, posteriormente, influenciou futuros cineastas como Spike Lee e Quentin Tarantino.

BLÁCULA



Sinopse: Um decorador de interiores compra um caixão do príncipe africano Manuwalde mordido pelo Conde Drácula séculos atrás e o traz para Los Angeles, em 1972. Dois colecionadores de antiguidades abrem o caixão e libertam Blácula na cidade. O vampiro encontra Tina, que é a reencarnação de sua esposa Luva, e passa a fazer de tudo para conquistá-la. Um amigo de Tina, Dr.Gordon, descobre que Blacula é um vampiro e resolve caçá-lo.

Em Blácula o tema do vampirismo ficou perfeito ao se misturar com os ícones da cultura negra e foi uma excelente integração alcançada pela produtora, Warner Brothers. A ideia de um representante negro, entre os vampiros foi criada pelo diretor William Craim e o roteiro escrito por Joan Torres e Raymond Koening e quase todas as partes deste filme foram rodadas em Watts, gueto negro da periferia da cidade de los Angeles, exatamente em locais onde já houveram muitos problemas de origem racial e não faltou precaução nesta produção. 
O ator principal William Marshall, possuía uma poderosa presença devido a sua estatura alta, ombros largos e vasto repertório de atuação em peças de Shakespeare, o que elevou a ter  boa dignidade ao interpretar o vilão e conseguir introduzir um personagem como esse até então inédito no universo do subgênero blaxploitation. O filme segue um bom roteiro de terror, aliás muito bom para a época em que foi produzido e exibido, explorando bem a agitada e badalada vida noturna dos guetos negros das grandes cidades norte-americanas e a trilha sonora (composta por Wally Homes) mistura bem o ritmo soul com a atmosfera noturna do terror, deixando visível a idéia central da película, que era mesmo mostrar a cultura e a consciência negra destes bairros poucos conhecidos no mundo.
Embora com criticas mistas, o filme foi um sucesso de bilheteria e rendendo sequências, mas sem o mesmo impacto. 


Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Cine Dicas: Em Cartaz: Vicio Inerente e Noites Brancas no Píer



NOTA: Devido a falta de tempo e por estar me dedicando em escavar os filmes do subgênero  blaxploitation, para estar preparado para o próximo curso do Cine Um, alguns filmes não tive tempo para escrever minhas criticas. Porém, deixo a opinião de dois críticos confiáveis sobre filmes que valem muito à pena serem vistos no cinema.

 VICIO INERENTE 

Critica por Daniel Feix (Zero Hora) Clique aqui.


Noites Brancas no Píer


Site Filmes do Chico. Clique aqui.   

   
Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Cine Dicas: Estreias do final de semana (16/04/15)



Faltando uma semana para que todas as salas de cinema do Brasil sejam tomadas pelo arrasa quarteirão Vingadores: A Era de Ultron, Porto Alegre oferece um cardápio variado antes que os heróis cheguem.  

Chappie

 

Sinopse: Chappie é um robô que possui inteligência artificial. Um dia ele é roubado por dois gângsteres que têm planos maquiavélicos para ele.

 

Vício Inerente


Sinopse: O novo longa dirigido por Paul Thomas Anderson conta a história de um detetive particular que investiga o sequestro de um bilionário latifundiário. Joaquin Phoenix interpreta o protagonista da história, papel que quase foi de Robert Downey Jr. Adaptação de livro homônimo de Thomas Pynchon. 




A História da Eternidade

 

Sinopse: Alfonsina (Débora Ingrid) tem 15 anos e sonha conhecer o mar. Querência (Marcélia Cartaxo) está na faixa dos 40. Das Dores (Zezita Matos) já no fim da vida, recebe o neto após um passado turbulento. No sertão compartilham sobrenome e muitos sentimentos. Amam e desejam ardentemente.

 

Casa Grande


Sinopse: Jean é um adolescente rico que luta para escapar da superproteção dos pais secretamente falidos. Quando o motorista de longa data é demitido Jean tem a tão sonhada chance de pegar o ônibus público pela primeira vez. No ônibus ele conhece Luiza uma aluna da rede pública que começa a abrir seus olhos para as contradições de dentro e fora da casa grande.



Não Olhe Para Trás


Sinopse: Carta escrita por John Lennon e Yoko Ono inspira músico a viver a vida de maneira diferente e a se reaproximar de seu filho.





O Dançarino do Deserto


Sinopse: Afshin Ghaffarian é um iraniano rebelde que desafia as leis e ignora o clima constantemente tenso fazendo aquilo que mais gosta: dançar. Ele forma uma companhia clandestina com amigos próximos e ensaia em casa assistindo vídeos de Michael Jackson Pina Bausch e Gene Kelly na internet . Como dançar em público é proibido no país ele planeja uma performance do grupo no meio do deserto.

 

Ponte Aérea

 

Sinopse: Bruno e Amanda se conhecem durante um voo Rio-São Paulo. Ela é uma publicitária paulista bem sucedida ele um promissor artista plástico carioca que está tentando se encontrar. Os dois vivem um romance a distância cheio de desafios.


Me sigam no Facebook, twitter e Google+