Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 17 de abril de 2019

Cine Especial: Clube de Cinema de Porto Alegre: 'Minha Obra Prima' - Uma Sedutora Prepotência

Sinopse: Renzo Nervi (Luis Brandoni) já foi um pintor bem-sucedido em Buenos Aires, mas hoje não consegue vender um único quadro. Seu amigo Arturo Silva (Guillermo Francella), negociante de obras de arte, faz o possível para valorizar os quadros de Nervi, porém a personalidade arrogante do artista não ajuda nos negócios. 

Ao que tudo indica, o cineasta argentino Gastón Duprat gosta de levantar determinadas questões, tanto com relação os protagonistas da área artística, como também com relação aos seus trabalhos vistos na tela. "O cidadão ilustre" (2016)´, por exemplo, colocava como protagonista um escritor ganhador do Nobel, que voltava à sua cidade natal e acabava dando de encontro perante conhecidos que se tornaram personagens dos seus livros de sucesso. Já em "Minha Obra Prima", o cineasta novamente coloca um artista se confrontando com o seu trabalho, mas a trama vai muito além do que isso e nos surpreendendo pelos seus desdobramentos.
Renzo (Luis Brandoni) já foi um pintor bastante cultuado, mas atualmente os seus quadros ficam pendurados na galeria de Arturo (Guillermo Francella), que não consegue obter nenhum lucro através deles.  Os dois são amigos de vários anos, , mas a relação está estremecida, já que o pintor é prepotente, pouco sociável e faz somente o que bem entender. Quando o galerista diz que as obras do outro são um tanto ultrapassadas, o artista aparece na exposição, dá alguns tiros num quadro e diz: “Pronto, agora são modernas”, e vai embora. Não é bem assim que as coisas funcionam.
O pintor vive numa casa velha em Buenos Aires, onde acumula quinquilharias, quadros novos e antigos, animais e uma aluna/namorada (Maria Soldi), nem sempre muito interessada nele. Um dia aparece um jovem hipster espanhol na porta de Renzo, Alex (Raul Arevalo), e diz que quer ser seu discípulo. O artista vê a chance de algum dinheiro e o aceita com aluno, mas a última coisa que faz é ensinar a pintar. Ainda assim, o jovem aprende uma lição moral.
O roteiro é assinado por Andres Duprat, irmão do cineasta, e diretor do Museu Nacional de Belas Artes da Argentina, o que colaborou a trazer um conhecimento sobre o mundo por detrás das cortinas com relação as artes e das quais é muito bem retratado aqui. A complexa relação entre artista e negociante, além dos altos e baixos sobre os valores do mercado das artes são peças fundamentais dentro da trama e das quais faz com que as pessoas se identifiquem, principalmente aqueles envolvidos no mundo das artes.   Uma das personagens mais enigmáticas é Dudu, interpretada com exatidão pela atriz Andrea Frigerio. Quando Arturo oferece a obra completa de Renzo por um milhão de dólares, ela não aceita, ele diminui o valor, e ela rebate: “Eu não disse que não tenho o dinheiro. Eu não tenho interesse na obra dele”.
É nesse tom que o filme todo é moldado. A trama segue nos seus altos e baixos da amizade entre os dois protagonistas, com Arturo cada vez suportando Renzo menos ainda, que está cada vez mais fora da realidade. Mas o roteiro reserva algumas surpresas surpreendentes e, se não é redondinho como foi “O Cidadão Ilustre”, guarda seus bons momentos imprevisibilidade e a gente somente agradece. 


Siga o Clube de Cinema de Porto Alegre através das redes sociais:
Facebook: www.facebook.com/ccpa1948
twitter: @ccpa1948  
Instagram: @ccpa1948 

Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: