Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 16 de abril de 2019

Cine Dica: Guy Maddin, Alfred Hitchcock e Rouzbeh Rashidi (18 a 24 de abril)

A Cinemateca Capitólio Petrobras apresenta duas sessões especiais na primeira semana da mostra A Vertigem do Cinema Moderno.

Na quarta-feira, 17 de abril, às 20h, a sessão de abertura apresenta o curta Vertigo Rush, do diretor austríaco Johann Lurf e A Névoa Verde, dos canadenses Guy Maddin, Galen Johnson, Evan Johnson, que revisita o enredo do clássico de Hitchcock através de uma colagem de imagens encontradas e reaproveitadas de filmes antigos e programas de televisão rodados em San Francisco. A sessão será comentada pelo crítico, professor e montador Milton do Prado.
No sábado, 20 de abril, às 18h, o crítico e pesquisador Luiz Carlos Oliveira Jr, autor da tese Vertigo, a teoria artística de Alfred Hitchcock e seus desdobramentos no cinema moderno, participa de um debate após a exibição de Um Corpo que Cai. O valor do ingresso é R$ 10,00, com meia entrada para estudantes e idosos.

CINEMA DE ROUZBEH RASHIDI NA CINEMATECA CAPITÓLIO PETROBRAS
No sábado, 27 de abril, às 20h, a Cinemateca Capitólio Petrobras apresenta o longa-metragem Phantom Islands (2018), do cineasta experimental Rouzbeh Rashidi. O valor do ingresso é R$ 10,00, com meia entrada para estudantes e idosos.
A sessão faz parte da mostra Panorama Internacional: videoarte e cinema experimental, que traz a Porto Alegre uma seleção de filmes do cineasta experimental Rouzbeh Rashidi. A edição especial do evento tem curadoria de Muriel Paraboni e conta com parceria entre a Pinacoteca Ruben Berta e a Cinemateca Capitólio Petrobras. Na sexta-feira, 26, às 19h serão exibidos 6 curtas do diretor no auditório da Pinacoteca, em sessão com entrada gratuita e comentada por Flávio Guirland Vieira, da Revista Teorema.
Rouzbeh Rashidi é iraniano radicado na Irlanda. Estudou New Media no Dublin Institute of Technology e é fundador da Experimental Film Society. Desde 2000, dedica-se à realização intensiva de filmes experimentais, trabalhando ao largo das principais concepções tradicionais de cinema. Em vez disso, enraíza seu estilo numa interação poética entre imagem e som, concebendo o filme como exploração. Também fotógrafo, desenhista de som e responsável pela pós-produção da maioria de seus filmes, Rashidi é um autêntico cineasta da era digital, explorando tecnica e esteticamente todas as possibilidades abertas pelas novas tecnologias.
No longa-metragem Phantom Islands (2018), o cineasta parece realizar uma síntese de seu próprio exercício estilístico, que se coloca nos limites do documentário e da ficção. O filme segue um casal à deriva na paisagem deslumbrante das ilhas da Irlanda. No entanto, esse romance deliberadamente melodramático é constantemente questionado por uma abordagem cinematográfica provocativa que, em última instância, resulta em uma investigação hipnótica e visceral da própria possibilidade de objetividade documental. Phanton Islands foi premiado como melhor filme no Istambul Experimental Film Festival e participou de importantes festivais ao redor do mundo, entre os quais o Festival Internacional de Cinema de Dublin, na Irlanda, e o Festival du Novean Cinéma, em Montreal, no Canadá.
O Panorama Internacional teve sua primeira edição em dezembro do ano passado na Pinacoteca Ruben Berta, trazendo 12 filmes de artistas de 9 países. O objetivo da mostra é fazer uma seleção periódica de filmes artísticos e experimentais de destaque no circuito internacional, fomentando a produção local com obras relevantes e inéditas. Os encontros contam geralmente com bate-papos após a sessões, discutindo com realizadores, professores, críticos e público sobre os aspectos estéticos, de linguagem e inovação trazidos pelos filmes exibidos. A segunda edição da mostra está prevista para o segundo semestre.
A Cinemateca Capitólio Petrobras conta, em 2019, com o projeto Cinemateca Capitólio Petrobras – programação especial 2019 aprovado na Lei Rouanet/Governo Federal, que será realizado pela FUNDACINE – Fundação Cinema RS e possui patrocínio master da PETROBRAS. O projeto contém 26 diferentes atividades entre mostras, sessões noturnas e de cinema acessível, master classes e exposições.

GRADE DE HORÁRIOS
17 a 24 de abril de 2019

17 de abril (quarta-feira)
14h – Tito e os Pássaros
16h – Paul Sanchez Está de Volta
18h – Um Corpo que Cai
20h – Vertigo Rush + A Névoa Verde e debate com Milton do Prado

18 de abril (quinta-feira)
14h – Tito e os Pássaros
16h – Paul Sanchez Está de Volta
18h – Férias de Amor
20h - A Lenda de Lylah Clare

19 de abril (sexta-feira)
14h – Tito e os Pássaros
16h – Paul Sanchez Está de Volta
18h – Sortilégio de Amor
20h – Dublê de Corpo

20 de abril (sábado)
14h – Paul Sanchez Está de Volta
16h – Férias de Amor
18h – Um Corpo que Cai + debate com Luiz Carlos Oliveira Jr.

21 de abril (domingo)
14h – Paul Sanchez Está de Volta
16h – Sortilégio de Amor
18h – Blow-Up – Depois Daquele Beijo
20h – Prelúdio Para Matar

23 de abril (terça-feira)
18h – Um Corpo que Cai
20h – Efeitos Especiais

24 de abril (quarta-feira)
18h – Dublê de Corpo
20h - Sem Sol

Nenhum comentário: