Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Cine Dicas: Em Blu-Ray, DVD, Netflix e locação via TV a Cabo (10/05/17)



LA LA LAND - CANTANDO AS ESTAÇÕES
 Leia a minha crítica já publicada clicando aqui.


Até o Último Homem 
 Leia a minha crítica já publicada clicando aqui.
 

EU NÃO SOU SEU NEGRO


Leia a minha crítica já publicada clicando aqui.


FÁTIMA


Leia a minha crítica já publicada clicando aqui.


Um Homem Chamado Ove



Sinopse: Ove é um senhor mal-humorado de 59 anos que leva uma vida totalmente amargurada. Aposentado, ele se divide entre sua rotina monótona e as visitas que faz ao túmulo de sua falecida esposa. Mas, quando ele finalmente se entregou às tendências suicidas e desistiu de viver, novos vizinhos se mudam para a casa da frente, e uma amizade inesperada irá surgir.

A adaptação para o cinema é assinada pelo diretor Hannes Holm (Família Andersson na Grécia), a partir do best-seller mundial de Fredrik Backman. Lançado originalmente na Suécia em 2012, o livro tornou-se um sucesso de vendas e recebeu tradução para diversos idiomas, incluindo o português. O motivo é facilmente compreensível: a história agridoce é conduzida com habilidade em altercar o presente e o passado, contando as desventuras da vida de Ove e os motivos que o levaram a tornar-se esse tipo de pessoa. As viradas narrativas são previsíveis, clássicas e às vezes até mesmo clichês, mas também de fácil empatia, agradáveis ao público mais amplo e condizentes com a mensagem positiva que a obra parece desejar transmitir.



Me sigam no Facebook, twitter, Google+ e instagram

Nenhum comentário: