Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 30 de julho de 2015

Cine Dica: Exibição do documentário sobre a Banguela Records na Sala P. F. Gastal

“ A geração mais original, mais rica” do rock brasileiro
ganha seu primeiro documentário 
Nesta sexta-feira, 31 de julho, às 20h30, acontece na Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) a exibição única do filme Sem Dentes: Banguela Records e a Turma de 94, de Ricardo Alexandre. A exibição do documentário sobre o selo que lançou bandas como Raimundos e Mundo Livre S/A é uma promoção da rádio web Mínima FM. A entrada é franca.  
O release
Que o ano de 1994 foi especial, ninguém tem dúvida. Foi o ano da estréia dos Raimundos e de Chico Science & Nação Zumbi, o ano em que o Skank lançou Calango para mais de um milhão de compradores, o ano de festivais independentes como Juntatribo, Abril pro Rock e Superdemo, o ano em que revistas e fanzines, programas de rádio e televisão construíram uma cena renovada e forte, o ano em que bandas como Mundo Livre S/A, Planet Hemp e Pato Fu entraram em estúdio para marcar para sempre a história da música pop nacional. Se tudo isso já era sabido, com o lançamento de Sem dentes: Banguela Records e a Turma de 94, novo filme do jornalista Ricardo Alexandre, a história dessa inesquecível geração pode ser finalmente compreendida e celebrada de forma muito mais clara.
O eixo central do filme, como seu nome diz, é a história do Banguela Records, um selo independente criado pelos Titãs ao lado do produtor Carlos Eduardo Miranda, com financiamento e distribuição da gravadora Warner Music. O Banguela teve história curta e marcante, lançando, entre outros, os Raimundos (o primeiro disco de ouro de um selo indie no Brasil), Mundo Livre S/A, Little Quail & The Mad Birds, Maskavo Roots e Graforreia Xilarmônica, além do projeto paralelo dos titãs Branco Mello e Sergio Britto, o barulhentíssimo trio Kleiderman. Ali também se cristalizou a identidade musical daquela geração: o cruzamento de influências brasileiras processadas com o que de mais moderno se fazia no rock internacional. E por suas salas passaram quadrinistas, ilustradores, jornalistas, grafiteiros, produtores de shows e malucos em geral, que criaram a geração “mais original, mais rica que o Brasil havia tido até então”, nas palavras de Miranda.
Desde março de 2014 quando começou a ser rodado, a equipe de Sem dentes fez mais de 20 entrevistas com músicos, produtores, jornalistas e gente que construiu a história do selo e da geração do início dos anos 1990. Imagens raras e inéditas misturam-se a vídeos clássicos da época compondo um mosaico revelador, divertido, informativo e emocionante.
Sem dentes é o quarto documentário do jornalista Ricardo Alexandre, ex-diretor de redação das revistas Bizz, Trip e Época São Paulo, Prêmio Jabuti 2010 pela biografia Nem vem que não tem: A Vida e o Veneno de Wilson Simonal. Além de dirigir o filme, Ricardo assina o roteiro ao lado do também jornalista Alexandre Petillo (diretor do curta As Pulgas da Condessa e autor dos livros A Ira de Nasi e Curtindo Música Brasileira). Veteranos do jornalismo musical brasileiro, os dois se valeram da grande intimidade com os entrevistados e da fartura de material colhido para imprimir um ritmo ágil ao filme. Outra preocupação da dupla desde o início foi fugir tanto quanto possível do tom saudosista que um trabalho como Sem dentes poderia ter. “Estamos muito satisfeitos que todo o filme aponte para o presente e para o futuro, para o que está sendo feito de bom hoje, e use as lições da turma de 1994 como um incentivo para quem quiser revolucionar tudo de novo”, diz Ricardo Alexandre.
 
O serviço:
Sem dentes: Banguela Records e a Turma de 94
Quando: sexta-feira, 31/07, 20h30min
Onde: Sala de Cinema P.F,  Gastal, terceiro andar da Usina do Gasômetro (Av. Pres. João Goularte, 551 – Centro, Porto Alegre)
Quanto: entrada gratuita; as senhas serão distribuídas 15min antes da sessão.
Promoção: Mínima FM
 
SEM DENTES: BANGUELA RECORDS E A TURMA DE 94. Documentário/musical. 121 minutos. Direção: Ricardo Alexandre. Roteiro: Ricardo Alexandre e Alexandre Petillo. Edição: André Pires, Fabio Tintim, Felipe Boy, Rafael Rezende. Produção executiva: Nadia Pontes, Erick Miranda, Alexandre Petillo. Direção de arte: Eduardo Oikawa e Erick Miranda. Fotografia: André Pires. Com: Carlos Eduardo Miranda, Charles Gavin, Dado Villa-lobos, André Forastieri, Fred 04, Gastão Moreira, Fernanda Takai, Nando Reis, Samuel Rosa, Pena Schmidt e outros.
 
 
Sala P. F. Gastal
Coordenação de Cinema, Vídeo e Fotografia
Av. Pres. João Goulart, 551 - 3º andar - Usina do Gasômetro
Fone 3289 8133
www.salapfgastal.blogspot.com

Nenhum comentário: