Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 6 de janeiro de 2014

Cine Dica: Curso de Férias: "FRANÇOIS TRUFFAUT"


Apresentação

François Truffaut é um dos nomes fundamentais da geração de novos realizadores que revolucionou o cinema francês na década de 1960. Truffaut descobriu primeiro a literatura; o cinema veio logo depois. Eis as duas grandes referências para o cineasta, que foi um dos precursores do movimento francês da Nouvelle Vague. Suas influências são as mais díspares possíveis: leitor tanto de Balzac como de autores pouco conhecidos que descobria pelas livrarias de Paris e, ainda, de romances policias americanos; admirador tanto de Jean Renoir e Rossellini como do cinema americano de Welles a Hitchcock. 
Começou na escrita crítica de artigos,  muitos deles para a revista Cahiers du Cinéma. Questionou a forma de se fazer cinema, foi um dos defensores da polêmica “política dos autores”, escreveu roteiros, adaptou livremente seus romances preferidos, dirigiu seus filmes, atuando ainda em alguns deles. Grande parte da crítica afirma que muitos deles são autobiográficos, mas a pergunta que se faz é se o diretor, ao incorporar vários fragmentos autobiográficos em seus filmes, não estaria, na verdade, na construção de uma autoficção. Talvez esta seja uma das chaves para se pensar criticamente a obra de Truffaut. Ele próprio chegou a afirmar que sua vida estava mais no cinema do que fora dele. Esta afirmação não é uma simples frase de efeito. Truffaut realizou 24 filmes: 21 longas e três curtas-metragens.

 Objetivo

O "Curso de Férias" François Truffaut: O Homem que Amava o Cinema, ministrado por Tânia Cardoso, tem o objetivo de apresentar um panorama da obra do diretor, explorando aspectos importantes de sua formação, de seu trabalho como crítico e como realizador. Partiremos de uma contextualização histórica para analisar aspectos importantes da trajetória de Truffaut.

 Conteúdo programático

Durante os dois encontros será abordado o trabalho crítico de Truffaut - 
Uma certa tendência do cinema francês; o cinema de autor; a defesa da mise-en-scène; o cinema do pós-guerra e o cinema moderno; a relação de Truffaut com o movimento da Nouvelle Vague e com os cineastas da mesma geração, dentre outras questões que marcaram a trajetória do diretor.
 Serão exibidos trechos de seus filmes para abordar questões como: as temáticas recorrentes, os traços estilísticos, a discussão sobre ficção e autobiografia e a construção de uma autoficção.
O curso se destina a todas as pessoas interessadas em cinema. Não é necessário nenhum pré-requisito.


Ministrante: Tânia Cardoso
Graduada em Letras (Bacharelado em língua francesa) pela UFRGS, mestrado em Literatura Comparada e doutorado em Literatura Brasileira pela mesma universidade. Possui especialização em Cinema pela Unisinos. Trabalha desde 2009 no Departamento de Difusão Cultural da UFRGS, na coordenação e na curadoria da Sala Redenção - Cinema Universitário.

Curso de Férias
"François Truffaut: O Homem que Amava o Cinema"
de Tânia Cardoso

Datas: 21 e 22/Janeiro (terça e quarta)
Horário: 16h30 às 19h
Local: Santander Cultural (Rua Sete de Setembro, 1028 – Centro Histórico Porto Alegre / RS)
InvestimentoR$ 60,00
(valor promocional de R$ 50,00 para as primeiras 10 inscrições - * Apenas para pagamento por depósito bancário)
Material: Apostila e Certificado de participação
Informações: cenaum@cenaum.com / Fone: (51) 9320-2714

Nenhum comentário: