Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 6 de julho de 2011

Cine Dica: Em DVD e Blu-Ray: RIO

sinopse: Blu é uma ararinha domesticada que nunca aprendeu a voar e vive pacatamente com sua dona e melhor amiga Linda na pequena cidade de Moose Lake Minnesota. Blu e Linda acreditam que ele seja o último de sua espécie mas quando descobrem a existência de outra arara que mora no Rio de Janeiro parte em busca para encontrar Jade a única fêmea da espécie. Pouco depois de sua chegada Blu e Jade são perseguidos por um grupo de atrapalhados contrabandistas de aves. Blu terá que buscar coragem para aprender a voar estragar os planos dos seqüestradores que estão em sua cola e regressar com Linda - a melhor amiga que uma ave pode ter.
Quando A Era do Gelo 3 faturou quase um bilhão de dólares para a FOX, era inevitável que o nosso diretor Carlos Saldanha ganhasse total liberdade para escolher e criar qualquer filme da sua maneira, porque uma vez que um diretor gere esse lucro para um estúdio, respeito e liberdade criativa é o que sempre ira ter. Com isso, Saldanha cria uma verdadeira carta de amor em forma de filme para a sua terra natal, o Rio de Janeiro. RIO é mais do que um filme, é um cartão de boas vindas para qualquer estrangeiro que queira ir à cidade maravilhosa, uma forma de dizer “seja bem vindo” porque aqui é tudo de bom, mesmo que o filme tenha alguns estereótipos que americano está acostumado a assistir quando retratam o Rio pra lá, mas o próprio Saldanha faz disso uma espécie de piada no bom sentido e se alguém reclama dizendo que Rio não é toda essa maravilha que é mostrada no filme isso é o que menos importa, pois estamos falando de uma animação para todas idades e não de um documentário que mostra 100% a verdadeira cidade Carioca.
Como a cidade, suas paisagens e atrativos são o principal chamariz do filme, a dupla de aves protagonistas Blu e Jade pouco podem fazer para conquistar a simpatia do publico. Não que eles sejam chatos, mas o drama do fato de Blu não poder voar se torna o único elo para enlaçar o espectador, mas isso não o torna assim tão interessante. Sorte para os coadjuvantes que roubam a cena a cada momento que aparecem na tela como no caso dos hilários pássaros Rafael, Pedro e Nico, esses últimos dois responsáveis pelas melhores piadas do filme.
Com a mensagem de preservação a natureza e contra ao trafico de aves, RIO esta faturando alto nesse momento em todo mundo, por possuir uma simples historia de superação, preservação e amizade. Esses ingredientes podem estar cheios no cinema atualmente, mas sendo bem feito é muito bem vindo novamente.

Nenhum comentário: