Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

terça-feira, 21 de dezembro de 2010

Cine Especial: David Fincher: O Curioso Caso de Benjamin Button

Com a chegada de A Rede Social nos cinemas, vamos relembrar um pouco de cada filme que esse grande diretor fez.
Sinopse: Nova Orleans, 1918. Benjamin Button (Brad Pitt) nasceu de forma incomum, com a aparência e doenças de uma pessoa em torno dos oitenta anos mesmo sendo um bebê. Ao invés de envelhecer com o passar do tempo, Button rejuvenesce. Quando ainda criança ele conhece Daisy (Cate Blanchett), da mesma idade que ele, por quem se apaixona. É preciso esperar que Daisy cresça, tornando-se uma mulher, e que Benjamin rejuvenesça para que, quando tiverem idades parecidas, possam enfim se envolver.

É bem curioso mesmo esse filme, mas não pelo fato da historia ser original, mas pelo fato de não possuir a ousadia que o diretor tanto coloca em seus filmes. O filme é ótimo, mas não parece com a cara de David Fincher, tanto que mais tem cara de filme de Robert Zemeckis, portanto era impossível de não comparar essa trama com a do filme Forrest Gump que Robert havia dirigido em 94 pois ambas as tramas em muitos momentos são similares. O filme ganha pontos pela ótima reconstituição de épocas que o filme vai retratando, fotografia, edição de arte e maquiagem se casam muito bem e não foi a toa que se tornou favorito nestas categorias no Oscar.
O mesmo potencial de perfeição não vale pelo elenco onde todos estão apenas ok, mas talvez a maior decepção seja Brad Pitt como o estranho homem que nasce velho e rejuvenesce ao longo da vida. O ator até que se esforçou bastante, principalmente por ter passado por inúmeras sessões de maquiagem, o que não quer dizer que melhorou muita coisa em sua interpretação que em muitos momentos soava muito artificial, seria a maquiagem e efeitos especiais que o atrapalharam?
Com trezes indicações ao Oscar, o filme levou apenas três nas partes técnicas, provando que nem sempre um filme com a pretensão de ser redondinho e perfeito para receber inúmeras indicações de prêmios signifique qualidade 100%.


Curiosidade:O conto de F. Scott Fitzgerald, no qual O Curioso Caso de Benjamin Button foi baseado, foi inspirado na famosa frase de Mark Twain: "A vida seria infinitamente mais feliz se pudéssemos nascer aos 80 anos e gradualmente chegar aos 18". - Na década de 90 Steven Spielberg esteve cotado para dirigir este filme, com Tom Cruise como protagonista. - Em 1998 Ron Howard esteve cotado para dirigir o filme, com John Travolta sendo o protagonista.

Nenhum comentário: