Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 31 de dezembro de 2020

NOTA: VIDA LONGA AO CINEMA E FELIZ 2021

Cartaz da primeira sessão de cinema da história

Há 125 anos, no dia 28 de dezembro de 1895, acontecia a primeira sessão pública de cinema, no salão do Grand Café de Paris, por iniciativa dos irmãos franceses Lumière. Na programação daquela noite histórica foram exibidos 10 curtas-metragens produzidos pelos próprios Lumière e projetados através do pioneiro e inovador Cinematógrafo. 

Convencionou-se então que aquela data marcou oficialmente o "nascimento do Cinema" nos moldes que conhecemos até hoje. 


Vida longa ao Cinema! 

Fonte: Cine Um 


QUE 2021 VOLTEMOS A NOS REUNIR 

Não foi um ano fácil para mim e para muitos cinéfilos de plantão, já que devido a pandemia muitos cinemas ficaram fechados ao longo do ano e restringindo, enfim, o nosso prazer de curtir uma boa sessão de cinema. O novo ano que está chegando não nos traz ainda boas expectativas, mas ainda há esperança de colocarmos os pés em uma sala de cinema. O “novo normal” talvez não nos dê o mesmo frescor de tempos mais dourados em que nos reuníamos em uma sala escura, mas tenhamos fé que a sétima arte há de sobreviver aja o que houver.  

Para isso é preciso defendermos a nossa cultura, enfrentamos a mordaça, enfrentamos o descaso deste desgoverno e exigir que voltemos a sonhar como um todo. Que a turma cinéfila das Cinematecas, por exemplo, volte a lotar as salas e provando que o verdadeiro lar de um filme se encontra na tela grande de um cinema. Que os festivais voltem a revelar novos talentos e nos brindando com filmes autorais e de grande prestígio. Acima de tudo, que voltemos a nos reunir para colocarmos vida nesta arte que tanto merece o nosso respeito e que a gente aprecia com muito gosto.  

Feliz 2021 e que possamos sentir novamente a emoção e a surpresa de como os primeiros frequentadores de cinema se sentiram nas primeiras sessões há 125 anos.  


Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: