Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 14 de dezembro de 2020

Cine Dica: Em Cartaz: 'Freaky - No Corpo de um Assassino'

Sinopse: Millie Kessler, de 17 anos (Kathryn Newton, Os Empatas, Big Little Lies), tenta apenas sobreviver aos corredores sedentos de sangue da escola secundária de Blissfield e à crueldade dos miúdos populares. 

O slasher é um gênero que evoluiu através do tempo desde que o "Massacre da Serra Elétrica" (1974) e amedrontou o mundo. Usado ao extremo durante a década de oitenta, o gênero deu uma decaída na entrada dos anos noventa, mas se revitalizando através da franquia "Pânico" (1996). Quando parecia que estava morto e enterrado, eis que ele retorna através do divertido "A Morte Te Dá Parabéns" (2017).

Em tempos em que hollywood está cada vez mais presa devido a franquias, o correto é, ou seguir o líder, ou ir para um caminho diferente. A  Blumhouse Productions, por exemplo, se especializou em olhar para o passado, ao reviver alguns dos gêneros de terror que deram certo e conseguindo assim andar com as próprias pernas e sem muita ajuda de outros grandes estúdios. "Freaky - No Corpo de Um Assassino" (2020) é a mais nova grata surpresa vinda do estúdio, ao conseguir fazer do filme uma verdadeira piada de horror, porém, divertida e que nos prende atenção até o final dela.

Dirigido por Christopher Landon, do já citado "A Morte Te Dá Parabéns", o filme conta a história de um punhal místico, que faz com que Millie (Kathryn Newton) e um serial killer (Vince Vaughn) troquem de corpo e jovem descobre que possui apenas 24 horas para ter seu corpo de volta antes que a troca se torne permanente e ela fique presa na forma de um maníaco de meia-idade para sempre. O grande problema é que, agora, ela parece uma psicopata imponente que é alvo de uma caçada humana por toda a cidade, enquanto o psicopata se parece com ela e planeja libertar seu apetite por carnificina.

Antes de mais nada é preciso destacar que você somente irá curtir o filme se não levar o próprio a sério, já que a trama é absurda, mas não muito diferente como de outras pérolas vindas de outros filmes. A trama começa de forma típica, onde vemos o assassino serial mascarado pronto para esquartejar as suas vítimas. Logicamente, há todos os ingredientes de slasher estão impregnados neste primeiro ato e já fazendo a gente ter uma ideia de quem vive e quem morre ao longo do percurso.

Porém, a trama entra em um novo cenário, a partir do momento em que a mocinha e o assassino trocam de corpos e fazendo o filme se transformar uma verdadeira comédia a partir desse momento. O cinéfilo antigo, logicamente, irá se lembrar de filmes antigos sobre a troca de corpo, que vai desde "Sexta Feira Muito Louca" (2003) ou até mesmo o filme de ação "A Outra Face" (1997). Tudo isso alinhado com momentos de puro sangue e situações que beiram ao absurdo.

Nesta brincadeira quem se sai melhor nessa é Vince Vaughn, que tem porte para ser um assassino serial, mas se coloca em uma situação imprevisível ao interpretar uma jovem presa em um corpo de um assassino. O resultado é vermos o ator brincar consigo mesmo, desde ao fato dele ter uma grande estatura, como também em fazer piadas de banheiro que irá fazer muitos rirem dessa situação absurda. O ato final pode até ser previsível, mas é compensado pelo fato de termos curtido o longa até aquele momento.

"Freaky - No Corpo de um Assassino" é uma nova guinada do gênero slasher, mas de uma forma que diverte, mesmo beirando no exagero a todo momento.     


Joga no Google e me acha aqui:  
Me sigam no Facebook,  twitter, Linkedlin e Instagram.  

Nenhum comentário: