Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quarta-feira, 8 de fevereiro de 2017

Cine Dica: Em Cartaz: O Chamado 3





Sinopse:Julia (Matilda Anna Ingrid Lutz) fica preocupada quando seu namorado, Holt (Alex Roe), começa a explorar a lenda urbana sobre um vídeo misterioso. Lenda esta que diz que quem assiste morre depois de sete dias. Ela se sacrifica para salvar seu namorado e acaba fazendo uma descoberta terrível: há um "filme dentro do filme" que ninguém nunca viu antes.
O início do século 21 começou com a invasão do cinema de terror japonês que, por sua vez, gerou refilmagens americanas. Nos primeiros anos se tornou comum ver filmes desse gênero, cuja imagem de uma menina de cabelos pretos e assustadores eram a verdadeira pepita de ouro e o primeiro O Chamado foi o divisor de águas dessa tendência. Embora a fórmula tenha se esgotado nos últimos anos, os engravatados tentam novamente trazer Samara Morgan a vida para dar lucro, mas o que vemos em O Chamado 3 é apenas uma imagem pálida de uma ideia original e alinhada com clichês batidos.
Não que eu desmereça a tentativa de revitalizar uma ou outra franquia, pois elas existem no cinema para dar lucro aos estúdios para se manterem em pé, mas ao mesmo tempo, precisam captar o momento exato de quando se precisa parar. O primeiro Chamado tinha uma trama simples, da qual se você visse imagens de uma fita de vídeo, você teria somente mais sete dias de vida. É a típica premissa que não há como explorá-la mais do que no primeiro capitulo, mas que mesmo assim, resulta em sequências que mais parecem uma reprise.   
Em O Chamado 3, a ideia das imagens do vídeo agora serem compartilhadas via internet até que soa interessante, mas logo se perder em situações repetidas, momentos dos quais já sabemos o que irá acontecer e tão pouco a gente se importando com o destino dos personagens que surgem na tela. O casal principal, interpretado pelos atores Matilda Lutz e Alex Roe até que se esforçam em cena, mas que em muitos momentos a relação dos dois soa artificial demais e comprometendo o resultado final. Só o que se salva é Vincent D'Onofrio em cena, cujo seu personagem possui uma presença enigmática, mas que não é o suficiente para salvar o filme como um todo.
O Chamado 3 é só mais um exemplo de filmes sequências que deveria ficar só no papel, mas que somente existem porque o dinheiro fala mais alto em Hollywood.





Me sigam no Facebook, twitter, Google+ e instagram

Nenhum comentário: