Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sendo frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 70 certificados),sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

sexta-feira, 5 de fevereiro de 2016

Cine Dica: Em Blu-Ray, DVD, Netflix e locação via TV a Cabo: Winter on Fire: Ukraine's Fight for Freedom


Sinopse: Documentário que tem como pano de fundo os conflitos na Ucrânia, no período de 2013 e 2014 - principalmente as manifestações dos movimentos estudantis.
 



Ano passado eu havia assistido a um documentário do cineasta Sergei Loznitsa, intitulado Maïdan na Usina do Gasômetro, sobre uma manifestação pacifica dos ucranianos contra o seu próprio governo. O que ninguém imaginava é que esse movimento pacífico viria a se tornar uma verdadeira guerra civil, onde os cidadãos tiveram que virar praticamente soltados, contra policiais fortemente armados e obedecendo as ordens de um presidente que fingia que não via o que estava acontecendo. Diferente desse que eu vi no ano passado, onde a câmera na maioria das vezes ficava sempre no alto, Winter on Fire: Ukraine's Fight for Freedom nos coloca no meio do conflito, onde acabamos nos deparando com intolerância, sangue e até mesmo morte.
Dirigido por Evgeny Afineevsky, o filme não perde tempo em tentar explicar o do por que ter começado tudo isso, sendo que, rapidamente é explicado no início da projeção, para logo em seguida nos colocar em meio à situação. É preciso dar palmas para aqueles que registraram tamanhas atrocidades que crianças, jovens e pessoas mais velhas passaram em mais de três meses de protestos contra o governo. A câmera em muitas vezes para friamente para registrar policias armados e espancando um cidadão idoso e sem nenhuma arma para se defender.
Uma vez que as manifestações se tornam um campo de guerra, em uma das principais praças da capital Ucraniana, se tem a criação então de um cenário de guerra, onde o sangue se mistura com a neve e o inferno toma conta da terra. Raramente se vê imagens tão chocantes como essas, onde as pessoas mais sensíveis com certeza irão recuar o rosto. As cenas de pessoas sendo mortas, unicamente porque prestaram atendimento médico para ajudar outra, é desde já um dos momentos mais estarrecedores do gênero documentário.
Durante esse percurso, ficamos conhecendo alguns personagens, como no caso de um menino que decide lutar pelo seu futuro e pelo seu próximo. Mesmo quando os adultos mandam ele se afastar, a câmera logo o registra desobedecendo e batendo de frente contra os policiais. Ele, portanto, nada mais é do que uma representação do futuro da Ucrânia que, se vê ameaçada, perante a criação de leis absurdas para conter os cidadãos.
No ato final, se percebe que ambos os lados se encontram cansados e, por vezes, se dão conta que a violência e morte já perderam todo o sentido. Tudo que resta é carregar os feridos, enterrar os mortos, mas ao mesmo tempo registrar os crimes contra a humanidade que aconteceram por lá. Embora o terror tenha se apoderado das vidas daqueles cidadãos naqueles meses, o final pelo menos dá uma luz de esperança para o futuro, mas isso não tira a dor daqueles que perderam muito. 
Winter on Fire: Ukraine's Fight for Freedom é documentário não somente chocante, como também um registro de como é possível que, determinadas atrocidades do homem, como o holocausto, por exemplo, podem vir a nascer novamente no nosso mundo atual e cabe então força do povo para que isso não venha mais acontecer.    


 Me sigam no Facebook, twitter e Google+

Nenhum comentário: