Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

segunda-feira, 7 de dezembro de 2015

LUTO: MARILIA PÊRA (1943 – 2015)


Semana passada eu abri a minha crítica sobre o filme Ausência fazendo uma comparação de uma cena daquele filme com o ápice de uma clássica cena do filme Pixote, estrelado pelo jovem Fernando Ramos da Silva (Pixote) com Marília Pêra. A cena em questão é de um impacto tamanho que até hoje, para muitos, é o melhor momento de toda a carreira da atriz.  

Por ironia do destino, venho novamente citar essa grande interprete, mas para lamentar pelo o fato de ela não estar mais com a gente. Marília Pêra é um tipo de atriz cada vez mais rara em nosso cinema que, dava o sangue ao papel, desaparecia a sua pessoa e dando lugar ao personagem e nos brindando com momentos dos quais jamais nos esqueceremos. No tempo que eu ainda prestava em assistir novelas, sempre me lembrei dela com carinho na novela Brega e Chique, do qual contracenava com outra grande interprete que é Glória Menezes (O Pagador de Promessas). 
Enfim, tudo o que nos resta é nos lembrarmos dos seus grandes momentos, tanto da telinha como no cinema. Em particular, destaco essa poderosa cena com ela do filme Pixote clicando aqui.





FILMOGRAFIA:



2015     Tô Ryca 

2014     Introdução à Música do Sangue            -          

2013     Pé na Cova - Temporada 1      

2012     Rio Anos 70  (Narradora)         

2011     Aquele Beijo - Temporada 1     

2011     Consideração do Poema         

2010     A Vida Alheia - Temporada 1    

2009     Dzi Croquettes

2009     Embarque Imediato     

2008     Nossa Vida Não Cabe num Opala        

2007     Duas Caras - Temporada 1      

2007     Jogo de Cena

2007     Polaróides Urbanas     

2006     Cobras e Lagartos - Temporada 1        

2006     JK - Temporada 1        

2006     Pixote in Memoriam

2005     Acredite, um Espírito Baixou em Mim   

2004     Começar de Novo - Temporada 1 )        

2003     Garrincha - Estrela Solitária      

2001     Os Maias - Temporada 1

2001     Vestido de Noiva

1999     Amélia Amélia

1999     O Viajante

1998     Meu Bem Querer - Temporada 1           

1998     Central do Brasil          

1996     Tieta do Agreste          

1994     Incidente em Antares - Temporada 1    

1990     Lua Cheia de Amor - Temporada 1       

1989     Dias Melhores Virão    

1988     O Primo Basílio - Temporada 1

1987     Brega & Chique - Temporada 1            

1987     Anjos da Noite Marta Brum      

1983     Bar Esperança, o Último que Fecha     

1982     Quem Ama Não Mata - Temporada 1

1981     Pixote - A Lei do Mais Fraco     Sueli    

1978     O Grande Desbum       

1975     O Rei da Noite

1974     Supermanoela - Temporada 1                

1972     Uma Rosa com Amor - Temporada 1   

1971     Bandeira 2 - Temporada 1        

1971     O Cafona - Temporada 1         

1968     O Homem Que Comprou o Mundo       

1965     A Moreninha (1965) - Temporada 1

1965     Padre Tião - Temporada 1        

1965     Rosinha do Sobrado - Temporada 1

1965     Um Rosto de Mulher - Temporada 1       


 Me sigam no Facebook, twitter e Google+

3 comentários:

Só Links disse...

Olá, sou Neidson e venho aqui lhe fazer um convite para participar do mais novo agregador de conteúdos da web.
É o Só Links. Cadastre-se conosco e aumente consideravelmente seu tráfego. Trazendo muito mais visitas e rendimentos para seu blog/site.
Cadastre-se e boa sorte!
http://solinks.tk/

Beto disse...

Foi realmente uma grande perda para cinema, televisão, teatro, enfim, para a cultura nacional. Eu confesso que senti falta de uma comoção maior por conta da população brasileira. Grandes nomes estão indo embora e fala-se cada vez menos deles. De qualquer forma, fico feliz de vê-la aqui em seu blog.

Abraços,

Beto

blogcoisastriviais.blogspot.com

Marcelo Castro Moraes disse...

De nada Beto