Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Cine Dica: Morango e Chocolate na Sala P. F. Gastal

CLÁSSICO MORANGO E CHOCOLATE GANHA
SESSÃO COMENTADA POR SENEL PAZ NA SALA P. F. GASTAL 

Já um clássico do cinema latino-americano, o filme Morango e Chocolate comemora em 2013 seu 20º aniversário de lançamento. Dirigida pela dupla Tomás Gutiérrez Alea e Juan Carlos Tabío, esta elogiada comédia dramática cubana estreada em 1993 conheceu um enorme êxito internacional, e chegou a ser indicada ao Oscar de melhor filme estrangeiro. Para celebrar seus 20 anos de lançamento, e aproveitando a estada em Porto Alegre do escritor e roteirista Senel Paz (autor do conto original que inspirou o filme, e também seu roteirista), a Sala P. F. Gastal da Usina do Gasômetro (3º andar) exibe Morango e Chocolate na próxima sexta-feira, dia 15 de novembro, às 20h, em sessão que será comentada por Paz. A exibição tem entrada franca.
 Morango e Chocolate mostra o relacionamento entre um intelectual homossexual perseguido pelo regime (Jorge Perugorría) e um estudante comunista que idolatra o governo de Fidel Castro (Vladimir Cruz). A princípio a aproximação de ambos se dá de forma tensa, mas aos poucos uma forte amizade se constrói entre os dois personagens, superando suas diferenças e preconceitos. A história do filme é baseada no conto O Lobo, a Floresta e o Novo Homem, de Senel Paz, que a adaptou para o cinema. Além de concorrer ao Oscar de melhor filme estrangeiro, Morango e Chocolate venceu o Urso de Prata e o Teddy Award no Festival de Berlim, conquistando ainda mais de 20 prêmios internacionais (incluindo o Kikito de melhor filme no Festival de Gramado).
Morango e Chocolate (Fresa y Chocolate), de Tomás Gutiérrez Alea e Juan Carlos Tabío. Cuba, 1993. Duração: 108 minutos.

 GRADE DE HORÁRIOS



15 de novembro (sexta-feira)
15:00 – De Repente, no Último Verão, de Joseph L. Mankiewicz
17:00 – Moby Dick, de John Huston
19:00 – A Concha e o Clérigo, de Germaine Dulac
20:00 – Morango e Chocolate, de Tomás Gutiérrez Alea e Juan Carlos Tabío (sessão comentada pelo escritor e roteirista Senel Paz)


16 de novembro (sábado)
15:00 – As Damas do Bois de Boulogne, de Robert Bresson
17:00 – Sessão Plataforma (Leviathan, de Lucien Castaing-Taylor e Verena Paravel)
19:00 – Sessão Aurora (Um Burguês Muito Pequeno, de Mario Monicelli)


17 de novembro (domingo)
15:00 – Chamas de Verão, de Tony Richardson
17:00 – O Criado, de Joseph Losey
19:00 – Barfly – Condenados pelo Vício, de Barbet Schroeder


Me sigam no meu Facebook e Twitter:

Nenhum comentário: