Quem sou eu

Minha foto
Sapucaia do Sul/Porto Alegre, RS, Brazil
Sócio do Clube de Cinema de Porto Alegre, frequentador dos cursos do Cine Um (tendo já 98 certificados) e ministrante do curso Christopher Nolan - A Representação da Realidade. Já fui colaborador de sites como A Hora do Cinema, Cinema Sem Frescura, Cinema e Movimento e Cinesofia. Sou uma pessoa fanática pelo cinema, HQ, Livros, música clássica, contemporânea, mas acima de tudo pela 7ª arte. Me acompanhem no meu: Twitter: @cinemaanosluz Facebook: Marcelo Castro Moraes ou me escrevam para marcelojs1@outlook.com ou beniciodeltoroster@gmail.com

Pesquisar este blog

quinta-feira, 14 de novembro de 2013

Cine Especial: "NARRATIVAS SERIADAS: DA TV ÀS NOVAS MÍDIAS" Parte 9

 Nos dias 21 e 22 de novembro, eu estarei participando do curso Narrativas Seriadas: Da TV ás novas mídias, criado pelo CENA UM  e ministrado pela professora e publicitária Sheron Neves. Enquanto os dois dias não chegam, por aqui, estarei me relembrando e compartilhando com vocês, sobre as series que eu assisti ao longo desses anos e que entraram para á historia da televisão.
 
LOIS E CLARK

Sinopse: Em 17 de maio de 1966, Jonathan Kent e Martha Kent encontra uma pequena nave espacial em um Campo de Smallville, Kansas. Quando foram investigar a embarcação, eles encontram o bebê Kal-El. Os Kents decidem criá-lo como seu filho, nomeando-o "Clark Kent".
Vinte e sete anos mais tarde, Clark se moveu para Metrópolis e consegue um emprego no Planeta Diário sob o áspero editor Perry White. Clark também se torna familiarizado com os colegas de trabalho Jimmy Olsen, um fotógrafo, e a colunista Cat Grant. Logo após ser contratado, Clark faz uma parceria com a estrela repórter Lois Lane. Apesar de Clark se apaixona por Lois, à primeira vista, ela considera-o um pouco mais que uma praga. Quando o Superman salva ela no entanto, Lois se apaixona instantaneamente pelo alter-ego de Clark. a primeira missão do Superman foi interferir as negociações ilegais de Lex Luthor, um benfeitor de Metropolis que é secretamente mal.

Lois and Clark foi uma série americana de televisão, baseada no personagem DC Comics Superman criado por Jerry Siegel e Joe Shuster. Lois & Clark foi ao ar na ABC a partir de 12 de setembro de 1993 a 14 de junho de 1997, e estrelada por Teri Hatcher como Lois Lane e Dean Cain como Clark Kent / Superman. Nunca me esqueço que, quando a rede Globo começou a exibir essa série à noite, a emissora havia batizado o programa como As Novas Aventuras do Superman, quando na verdade o foco principal não era sobre o homem de aço em si, mas sim a parceria e a relação amorosa de lois e Clark durante toda a série. Voltado mais para o lado do humor, o programa lembrava em muitos momentos A Gata e o Rato, já que a dupla sempre vivia, entre um possível relacionamento amoroso, para desentendimentos em cada episódio.
De meros desconhecidos, Teri Hatcher e Dean Cain viram as suas carreiras mudarem da água para o vinho e conquistaram tanto a simpatia do publico em geral, como também de fãs fervorosos dos personagens. Infelizmente ao longo da série, as tramas cada vez mais se aproximavam para o lado mais aventuresco do personagem e se esquecendo da principal proposta do programa. Contudo, nos últimos capítulos, o programa brindou com o casamento do casal, que também na mesma época estava acontecendo nas HQ.
 A série durou 4 temporadas de sucesso.  

Smallville


Sinopse: A série conta a trajetória de Clark Kent (Tom Welling), um adolescente quase comum, se não fosse seus poderes especiais. A ideia central da série é mostrar como seria a vida do homem de aço e toda a sua trajetória se a sua nave tivesse caído na Terra nos tempos atuais, mesclando a modernidade do século XXI com elementos e valores antigos, já conhecidos por todos referente ao universo do Superman.

No total de dez temporadas, Smallville começou muito bem, mostrando a juventude de Clark na sua cidade natal e começando descobrir aos poucos os seus poderes. O legal da série, é que ela não só misturava elementos já conhecidos das HQ, como também momentos que mais lembravam Arquivo X. Embora Tom Welling tenha sido o protagonista, o que realmente chamou atenção foram os desempenhos de  Allison Mack (Chloe), Michael Rosenbaum (Lex Luthor) e John Glover (Lionel Luthor), sendo que esse ultimo era o grande vilão das primeiras temporadas.
Um dos meus momentos preferidos da série, foi quando ninguém menos que Christofer Reeve surgiu, atuando como um cientista que da pista ao Clark sobre a sua verdadeira origem. Infelizmente a série acabou se tornando cansativa demais, pois se era para somente mostrar o personagem em sua juventude, não precisavam ter durado tanto tempo assim. O resultado disso foi episódios que foram piorando cada vez mais ao longo da série.
Para tentarem melhorar a situação, decidiram introduzem ao longo do programa inúmeros personagens do universo de DC, como no caso de Arqueiro Verde que se tornou personagem fixo nas ultimas temporadas. O final da série terminou com que os produtores prometeram no início, que era mostrar o herói com o seu uniforme tradicional somente no final, mas não precisavam também terem embromado tanto.  


 Me sigam no meu Facebook e Twitter:

4 comentários:

Anônimo disse...

Esses seriados eram uma febre... Smallville todos os meus conhecidos assistiam (menos eu). Nunca me esqueço de um amigo reclamando que foram passar o seriado em algum canal de TV aberta e traduziram Smallville para "Pequenópolis"...kkkkk

Marcelo Castro Moraes disse...

A tradução brasileira as vezes derrapa.

Bússola do Terror disse...

Eu vi alguns capítulos de Lois & Clark, mas só me lembro de algumas cenas, porque já faz um tempo que passou.
E Smallville eu vi todas as temporadas que passaram na TV aberta. O problema de quando passava no SBT é que muitas cenas eram cortadas, o que tornava a história muitas vezes incompreensível. Mas eu gostava do seriado.

Marcelo Castro Moraes disse...

Pois é, me lembro que quando passava no Domingo de manhã, o inicio do episodio era sempre cortado.